• junior | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 12h28
    0
    0

    olha eu acho que ter que ensinar politicas nas escolas sim eu acredito que um dia poderemos ter uns bons politicos que possam olhar pela maioria da nossa populaçao que e a mais fracas, e humilhas, principalmente na area de saude, mas um apoliticas seria sem partidarias,e principalmente nao so no ano politicos , governantes e educadores de nosso pais por que nao exigem a volta aulas de educaçao moral e civil ,agora na epoca de politcas usar as crianças eu acho que nao pegaria bem nao ,abre os olhos pais se cuidam nao deixem induzir nossas criancas que sao o futuro de nossa nação vamos tentar achar o melhor para o nosso estados , principalmente quem tiver um apolitica voltada pela proteção ao nosso meio ambiente e contra desmatamento e contra muitos encargos tributarios do nosso estado que pagamos 17 % de impostos e nossa energia que e umas da mais caras do nosso pais .vamos votar conciente por que todos nos depende dos politicos.eles que descides os incargos tributarios que pagamos ate mesmo no paozinho do nosso cafe damanha , nao se vende seu voto.olha o candidatos que vc mais acha que tem competencia e preparo para votor

  • julia | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 12h28
    0
    0

    Marcela. Desculpa aí, mas realmente não cola. É possível até que sua filha pense que Silval conheça ela, afinal é só uma criança, conquanto, sua tarefa de mãe é desmentir tamanha tolice. Nào fale mais isto para ninguém, muito possivelmente as pessoas rirão de você minha querida! Nunca ouviu falar que existe um inferno só para políticos e os tolos que ainda acreditam em tudo que falam e nas promessas que fazem

  • Éber José de Oliveira | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 11h58
    0
    0

    Realmente pisou feio na bola o Sr. Silval com essa das "cartas eleitorais" para crianças. Não é nenhum exagero taxar isso de "PEDOFILIA ELEITORAL". Querer transformar crianças em "cabos eleitorais" é demais. E não adianta essa conversa de que não era esse o objetivo, pois é claro que é. Vamos ver o posicionamento da Justiça Eleitoral. Por muito menos que isso eu fui acionado na Justiça Eleitoral. Estamos acompanhando.

  • Sandra Santos | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 11h54
    0
    0

    Oh dona Marcela,que inginuidade de sua parte,e fazer sua filha acreditar que Silval conhece sua filha,ah faze-me rir,ele pega lá uma lista de nomes e envia as cartas,portanto me desculpe senhora acreditar que ele sabe quem é sua filha.

  • Donizete F Nascimento | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 11h47
    0
    0

    Já não tenho filhos em idade de receber cartinhas do será-candidato?-Silval.mas penso que isto é uma espécie de chantagem emocional,utilizando os menores.Ensinei a meus filhos quando eram crianças,a não conversarem com estranhos na rua,não aceitarem balinhas,presentes,etc. Sinceramente,não sei perante a Justiça Eleitoral como fica esta situação do "Silval-legal",mas se um filho meu viesse tentar "levar um papo"para me convencer a votar eu iria dizer que não se deve confiar em gente desse tipo.Com que dinheiro isto está sendo pago?E quanto às propaladas máquinas,quem vai pagar?Que direito tem o Vice-Governador de fazer peregrinação por aí?Isto está me cheirando a cortesia com chapéu alheio... Te cuida Blairo Maggi,que ovelha não entra em mato!

  • Marcel | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 11h18
    0
    0

    Maggi não perca mais seu tempo com Sival, olha só a visão politica dele, mandar mensagens para crianças, usar das nossas crianças para divulgar seu nome, aahhh santa paciência, quem dirá oque ele fará com nosco... já está mais doque na hora do Srº. apoiar Mauro mendes... ainda não existe em MT perfil melhor para o executivo!!!

  • Leide | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 11h15
    0
    0

    Na minha infância pude estudar sobre Políticas Públicas e isso me trouxe conhecimento e fez com que eu goste de política e me preocupe em mostrar a outras pessoas que temos que nos envolver, questionar e cobrar quando necessário for dos nossos representantes tudo o que precisamos. E isso eu aprendi foi na infância. Aprendi também que, não podemos ser pessoas alienadas e temos que ter opinião formada sobre "Políticas Públicas", pois isso influi na nossa vida o tempo todo! Sendo assim, concordo que as nossas crianças precisam ser ensinadas e politizadas desde a infância, para que possam crescer e serem adultos bem informados e conscientes. "Um Povo Bem Instruído é um Povo Desenvolvido"!!!

  • alexandro | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 10h17
    0
    0

    engraçado que os comentarios em sua maioria senao na totalidade é sempre partidaria e por simpantizantes, nao tenho definição de meu voto ainda, mas é uma idiotisse e babaquisee esse negocio de carta para as crianças aff, nao vira é muita sacanagem, isso me parece desespero e imaturidade eleitoral.

  • Marcela | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 09h57
    0
    0

    Minha filha recebeu uma cartinha e ficou muito orgulhosa de saber que o Vice governador se preocupava com ela. Ainda mais, ela gostou de saber que ele conhecia ela.

  • Newton Alexandre | Quarta-Feira, 10 de Fevereiro de 2010, 09h50
    0
    0

    Que eu já tivesse visto alguma semelhança entre as candidaturas de Silval e Dilma, a falta de empatia e a mania dos atuais gestores tentando enfiar goela abaixo as candidaturas dos pupilos, até aí tudo bem, mas agora com essa de pedofilia eleitoral, a minha imaginação vai mais longe e já estou pensando como seria uma História em Quadrinhos: Dilma, a madrasta da Branca de Neve, disfarçando-se como uma pobre velhinha vendedora de maçãs tentando ludibriar as criancinhas. Silval, o lobo "legal" que distraiu a Chapeuzinho, enquanto ele corria para a casa da vovó, se dizendo um bom moço e preocupado. Sei não, essa estória não parece ter um final feliz. Pro povo, pelo menos. Como sempre.