• Amanda Furtado | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 14h01
    0
    0

    Perguntar nao ofende: Se o Marioneli Wiegas é procurador do municipio, como pode ele ser assessor juridico da Tannery do Brasil?? Nao é contrato de excluisividade??

  • Celso Manfredo | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 13h59
    0
    0

    Alem desse absurdo, outra coisa que o ministerio Público precisa ver urgentemente é a questao da contrataçao da empresa do lixo. é simplesmente ridiculo o que está acontecendo em Cáceres, montanhas de lixos nas calçadas, coleta irregular e aterro a céu aberto. o manancial do córrego das peraputangas está seriamente ameaçado em seu lençol, devido a isso. A licitaçao foi feita pra beneficiar um ex-parceiro politico do Dep Pedro Henry, que mudou de lado migrando para a facçao do Tulio Fontes, LEIA-SE: ZÉ CAROLA. O

  • Flavio Pinho | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 22h59
    0
    0

    O procurador-geral de Cáceres, não recebeu nenhum documento oficial e não está a par?? Talvez o documento oficial que ele aguarda seja o IMPEACHMENT do patrão dêle !

  • LOPES | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 22h36
    0
    0

    A Administração falou tanto para os aprovados que não iria chamar todos os aprovados, mas a Justiça está fazendo a parte dela e nós aprovados temos a esperança de tomar a posse. Parabens Dr. Andre Promotor de Justiça de Cáceres pela coragem....