• Eduardo Saraiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Boa tarde, vejam a cara de puxa saco desse João Pedro Marques, esse cara, como disse Júlio Campos, é o maior Cara de Pau de Mato Grosso !!! Pau Rodado !!!

  • Verdade | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bruno!

    De fato você é uma pessoa que não sabe conviver em um espaço democrático, só porque discordei de suas opiniões que ao me ver sem consistência alguma embasada na mentira e maledicência de quem só tem um objetivo afeta uma pessoa que ficou tão claro que você não conhece, quando faz um comentário ridículo digno de uma pessoa ridícula que não sabe o que esta falando. Quando não tiver o que opinar ou informações verdadeiras favor meu caro fique de boca e dedos em descanso. Lembra que falei cuidado ao jogar pedras para o alto? Porque elas podem cair na sua cabeça? ai foi vetado por não ter postura e respeito a opiniões que são contraias as suas. Não tem necessidade de agredir aos que não comungam do mesmo pensamento que o seu, basta só respeitar, sou favorável a debates, porem sadio gosto de lidar com pessoas que entra em discussões no campo das idéias e não no campo das agressões.

    Um abraço
    Verdade

  • Ana Flavia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deve esta havendo um equivoco em sua visão o Governador não esta defendendo o Secretário Daldegan, ele apenas afirmou que não vai exonera o Secretário porque um pequeno grupo de políticos bem conhecido do povo que tem memória coloca pessoas como você Sergio, para fica fazendo esse tipo de papelão

    Você é servidor da SEMA? Então porque não vai ao gabinete falar com o Secretário e faca sua manifestação cobre dele o que no seu ponto de vista deve mudar? Caso não tenha coragem de ir pessoalmente faca por escrito não tenha medo o Daldegan é uma pessoa educada, respeitador, incapaz de ofender seus colegas de trabalho, gostaria muito que você fosse pontual em suas colocações.

    Diga o que deve ser mudado de fato na secretaria como deveria funcionar do seu ponto de vista mais também e necessário que esteja informado quanto às mudanças que será realizada na pasta antes de faze seu comentário

    Gostaria de saber exatamente o que você tem contra o Secretário, Chefe de Gabinete e assessoria do gabinete, já que deseja que eles saiam o mias depressa possível dos seus cargos?Que ao me ver são pessoas capacitadas competentes e trabalhão muito em prol da pasta, enquanto muitos de vocês só sabem ficar nos corredores fumando e falando mal da vida dos outros deveria rever seus comportamentos, nunca houve uma vez que estive na SEMA para não ver vocês em grupinhos fumando e falando mal de outras pessoas.

    Vão Trabalhar cambadas de desocupados mentirosos que vergonha ver essa situação se eu fosse o Secretário que vocês dizem que o atual é isso não aconteceria na minha gestão, agora fica ai criticando e deixa de trabalhar cumpri com seus deveres e obrigações.

    Desculpe-me aos demais servidores que lógico para tudo na vida tem suas exceções e na sema não e diferente tem muitos funcionários de careira que dão duro trabalhão de verdade ou melhor tem amor pelo que faz, são ate elogiados pelo Ministério do Meio Ambiente como exemplo os trabalhos desenvolvidos siga o exemplo de colegas como esses,acredito que não seria possível desenvolver um trabalho de tamaia capacidade com secretário perseguindo? Como sempre caindo no contraditório

  • Jean F. Fernandes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não podemos misturar as coisas. O Daldegan é um bom cidadão, bom pai de familia, esforçado no que faz, só que como gestor não está legal. Quero deixar uma mensagem à ele: Mesmo que esteja esperando uma ajuda externa, você não poderá receber essa ajuda se no íntimo não estiver preparado para recebê-la. Ainda que receba água num balde, se este estiver furado a água acabará vazando toda. Não é somente através de ajuda externa que você conseguirá a felicidade e a prosperidade. Reflita sobre o seu modo de pensar. (Massaharu Tanigushi, do livro A VERDADE VOL. 9.
    A SEMA é um túnel escuro, saia dele logo.

  • Grupo anti corrupção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUÁ, QUÁ, QUÁ, esse elias santos não é aquele que está sendo processado pelos desmandos ocorridos quando ele era secretário na Chapada dos Guimarães? Não é mesmo que deseja escorar num emprego na tribunal de contas? não é mesmo personagem sombra, que controla por trás do véu da administração pública as negociações de certo prefeito? rapaz, você tá encrencado até o pescoço e quer meter o bico em tacho que não conhece, nunca ouviu falar e gospe em quem conhece??? Se foste tu, encolhia o rabo e ficava queitinho até passar as tuas investigações meu caro. Quer fazer média com o secretário de meio ambiente? todos conhecem o teu curriculum, não se iluda.

  • Ana Flavia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jean F. Fernandes

    A SEMA é um túnel escuro, saia dele logo?

    o que está queremdo dizer com essa Frase no mínimo maluca
    Dava para ser mais claro só um pouquinho?

    Foi infeliz em tentar compara o Secretário a um balde furado, desculpa mais não posso ler uma coisa dessa e ficar calada se você tentou passar a em pressão de que conhece o Luis para fazer uma comparação como essa se deu mau querido

    O Luis é muito grande não digo só no sentido físico mais
    No profissional o cara é ferra meu querido

  • paulo henrique de moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A pessoa que se intitula "verdade" e "ana flávia", usam os mesmos termos, quase as mesmas palavras, concordância verbal e comportamento gramatical, ou seja, parece ser a mesma pessoa. Será que estão tentando defender o patrão? Infelizmente, como todo universo humano, num órgão público existem pessoas qualificadas técnicamente e outras, que entrando como cargo comissionado, e sem habilidade para lidar com os lá se encontram criam situações humilhantes e constrangedoras. Pessoas, as vezes, que não têm nada a ver com as atividades desenvolvidas pelo órgão, só atrapalham ao usar sua influência política e de poder para prejudicar fulano ou sicrano em detrimento de buscarem melhorias contínuas na eficiência administrativa e de trabalhar de forma integrada e de valorização profissional. Desculpe-me aos que não concordam, mas, tenho absoluta certeza de que o Problema da Sema está aí, muita gente dando palpite sem conhecer o assunto, movido única e exclusivamente por interesses egoístas, pessoais, de defender o seu DAS ou interesses obscuros, enquanto no órgão técnicos de primeira linha são discriminados, até mesmo excluídos de opinarem sobre os destinos do órgão. Gente, a área ambiental é uma questão séria, extremamente técnica, exige preparo que não se encontra em banco de uma universidade apenas, mas, o aperfeiçoamento constante, inclusive com cursos de pós graduação, e além disso, noções de planejamento estratégico, administração pública e muita dedicação pessoal, pois a remuneração deixa muito a desejar, no entanto, é preciso resgatar permanentemente a auto-motivação. Nesse contexto, é preciso revisão de principios e de visões sobre o que é gestão ambiental, é preciso que pessoas que hoje dispõe de poder para tomar decisão, tenha a sensibilidade de escolher gente competente e capaz técnicamente para assessora-lo, não só para não ficar desorientado em debates públicos, mas, para saber que trilhos e caminhos deverá percorrer na definição de políticas públicas, tais como a florestal, agrícola, industrial, de conservação ambiental, enfim, das diversas políticas setoriais que o órgão ambiental é responsável, e como viabiliza-las através de ações conjuntas, de interfaces intra e interinstitucional. Infelizmente, a realidade é que pelas lambanças sucessivas que estão ocorrendo, e até mesmo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, sem nenhuma conotação de ordem pessoal, temos que admitir que certos gestores públicos precisam refletir sobre o seu papel nisso tudo, se acabe atitudes e ações de transformação se já lhe falta credibilidade para executa-las e também ter humildade para reconhecer erros e distorções de prioridades. Não tenho nenhuma satisfação de criticar ninguém, pois acredito na lógica do universo de que a nossa harmonia depende da do próximo, no entanto, desejo a todos em suas observações nesta discussão neste site que se preserve o "ser humano". Tenho outra preocupação também que é o rumo ambiental do governo do Estado, precisa renovar e inovar urgentemente e se continuar a crise institucional, não tenho nenhuma dúvida de que pode respingar desgaste ainda maior para o executivo estadual, que não podemos negar têm se esforçado para colocar o órgão ambiental nos trilhos. Quero ressaltar que digo tudo isso não como uma critica pessoal ao senhor secretário, mas, como subsidio ao governador de que na provável escolha de um substituto analise um nome que possa trazer proposta concreta para o fortalecimento da política ambiental do Estado, evite colocar gente apenas para apagar fogo ou para tentar resolver problemas pendentes, mas que vislumbre a aplicações de uma política macro, de inovações, de instrumentalização, de integralidade, enfim, gente que pensa e respire a questão ambiental, e com isso passe o órgão ambiental a ter um foco permanente de discussão, de idéias, de estratégias, e nos fazendo esquecer os lamentáveis episódios que estão ocorrendo. Precisamos avançar senhor governador, a hora é essa, o órgão ambiental não pode ficar permanentemente refém de investigações e de ações que o paralisam estrutural e permanentemente. è um apelo!!!

  • Elza Soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito Bem Governador,é isso ai,pois sou servidora da SEMA,e
    até achei em que demorou a CPI, deveria ser na época, do Marcos Machado,para ter saido igual o Moacir Pires,quando ele arrumou aquela desculpa, que não convenceu ninguém, só sobrou para o estagiário, e os prediletos do MC,ditador deshumano,tratava os servidores ninguém, não tinha siquer respeito, só administrava picuinhas Bla,Bla,Bla rsrs....
    O Daldegan Mudou muita coisa dentro para melhor pelos menos nos trata com mais humildade.

  • domingos lewinski | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao Paulo Henrique de Moraes, colocações sensatas, equilibradas e de quem conhece a área e muito bem o órgão ambiental. Se for de fato do órgão, o governador não precisa ir longe para ter um substituto com visão técnica moderna de gestão ambiental. Já prestei serviços ao órgão ambiental deste Estado e devo confessar que os seus procedimentos administrativos são obsoletos e precisa de organização processual. A sema está sendo vitima de inanição, ou seja, da sua absoluta falta de capacidade de acompanhar a demanda que assumiu há dois anos e não se modernizou para dar conta do recado. O drº Marcos melhorou bastante, mas, o seu substituto parece não ter a visão desejada para dar continuidade ao que estava sendo feito, e com issos os problemas são avulumaram. Isso é um problema de Gestão. A "Verdade" deve ser dita doa em que doer, mesmo aos que intransigentemente quer defender o indefensável. Como disse o senhor Paulo Henrique de Moraes não é necessário ataques pessoais, pois os fatos falam por si mesmo.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Sra Elza Soares, só para esclarecer:

    Quando o estagiário foi preso quem estava respondendo interinamente pela Sema era o Luis Daldegan, então foi ele quem armou tudo?
    Foi preciso o Marcos Machado voltar para consertar os estragos que ele fez. Não gosto do jeito dele, mas pelo menos colocou a casa em ordem.
    Do que adianta ser "bonzinho", posar com uma falsa humildade, e não trazer resultados efetivos?
    Precisamos de uma política ambiental séria, com gestores mão de ferro e comprometidos.