• Joaquim Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais uma vez o deputado Gilmar Fabris reafirma sua postura de ser leal e coerente com aqueles que merecem defesa por injusticas e leviandades levantadas por aqueles que apenas fazem discurso, sendo que em suas acoes, gostam e muito de privilegios.... Cade o Promotor que ofereceu 50 mil em cheque para comprar o Pedro Taques? O que o MP de MT fez??? Nada, o tal promotor trabalha tranquilo, escondidinho em uma comarca do interior, e quando a poeira baixar por completo, ele volta pra capital. O MP estadual devia ter o mesmo afinco para punir esse nobre Promotor como tem contra Joao Arcanjo Ribeiro, que mesmo condenado e cumprindo pena continua alvo desses nobres agentes publicos... O Deputado devia mesmo e fazer uma CPI no MP e nas autoridades, delegados, juizes, envolvidos em esquemas, mas que publicamente DISCURSAM NO VAZIO. Fui!!!

  • Marli Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Admiro a coragem brilhante do Deputado Gilmar Fabris. Esse sim é leal, não tem medo de falar a verdade doa a quem doer. Assume os seus atos, e suas amizades, não é hipócrita, como muitos promotores, delegados, desembargadores. Esse tal Mauro Zaque, entre outros que nem moram mais aqui em Cuiabá, como Taques, adoram fazer uma politiquinha se brincar são filiados a partidos e usam o cargo para fazer política.

    PARABÉNS FABRIS