• Bento xvi | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 11h26
    0
    0

    Só DEus p ti salvar colega!!! A gente colhe oq planta infeliz!!!!!!kkkkkkk

  • José Antônio Vieira | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 11h08
    0
    0

    É triste pessoas que não conhecem a UNEMAT publicarem uma matéria dessas com o tituto "preocupação", estamos falando de uma Instituição que esta presente em 96% dos municipios de Mato Grosso, o que é isso comparado com os gastos de outros setores... Acreditamos que possa ter ocorrido falhas na administração de Taisir, mas o seu maior problema é sua oposição que apenas joga predra, nunca trabalhou em defesa da Unemat e recebe salários que a administração conseguiu para ficar apenas criticando, é simples, procurem em algum lugar se essas pessoas que criticam se algum dia assumiu um cargo dentro da instituição, se cologou numa disputa ao menos para Chefe de Departamento, infelizmente sempre fazem o mesmo, ficam com Dedicação Exclusiva apenas para criticar, ao contrário disso vejam o que é a UNEMAT hoje e ela em 2002. As pessoas precisam ao menos se informarem para criticar os professores da UNEMAT, antes de falarem de questões politicas, a UNEMAT é sim uma Instituição de Ensino, de qualidade e reconhecida nacionalmente.

  • Claudeir | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 09h30
    0
    0

    O quantitativo de pessoal vinculado na matéria esta equivocado, sendo dados desatualizados, sendo que na UNEMAT existe cerca de 1000(mil) professores e 450(quatrocentos e cinquenta) Proficionais Técnicos Administrativos, e se falando de contrato so é possivel existe no caso de professores, para PTES não e previsto em lei.

  • Willian | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 09h12
    0
    0

    Uma instituição com 11 campi que atendem todo o interior de MT gastar essa quantia com diária é mais que o normal! Estamos falando de uma instituição inteira e não de um desembargador, um deputado federal etc etc...

  • Joana Sperotto | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 08h27
    0
    0

    Joana Sperotto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ana de Matos | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 08h24
    0
    0

    Até onde eu sei os professores tem custeado com dinheiro do próprio bolso todas as despesas para participarem de congressos e demais eventos cientificos já que a reitoria e coordenadorias alegam desde o inicio da gestão Taisir falta de recursos para pagamento de diarias. Então falta explicar também para quem foram concedidas as diarias e qual a finalidade das mesmas.Pior disso tudo é saber que o Governador tinha conhecimento há tempos dos problemas de gestão e não fez absolutamente nada apesar de todas as denuncias da comunidade acadêmica