• Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hilário! Todos os depotados a assombrar os órgão públicos! Li o projeto de lei e acho que além das fotos, é preciso colocar tbem um resumo de suas vidas pregressas. Declaração de bens antes e depois dos mandatos (inclusive dos familiares); a evolucão partidária com as datas de suas filiações, etc; relação de suas propostas, etc...Coisinhas básicas e simples. A lei ainda precisará ser regulamentada: quen sai na foto em caso de rodísio? Gilmar Fabris ou Roberto França? Galindo ou Caveiro?...Ou será necessária a edição de novos baneres a cada substituição para que o servidor nunca fique desatualizado?

  • dualcy g. junyor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ROMILSON ACHO MUITO DESNECESSÁRIO POR UM PROJETO DESSE PRA SER VOTADO POR SER IRRELEVANTE ASSIM COMO TAMBEM ACHO IRRELEVANTE COLOCAR A RELIGIÃO A QUAL ELE PERTENCE OU PARTICIPA NO FOCO DA MATERIA. QUANDO VOCÊ ESTÁ FALANDO DO JUAREZ COSTA, JOSÉ RIVA, ETC... VC NÃO COLOCA O CATOLICO, NÃO ENTENDO O PORQUE DESTA ROTULAÇÃO "O EVANGELICO"

  • Paulus Octavius Augustus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente é bom ver a cara, ou seja, a fuça deste ANSO, para que nós nunca mais votemos neles, principalmente, nesta idéia e gerico,sem ofender o gerico é claro. heheheheheheheheheheh

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    um homem deve ser conhecido pelos seus feitos. Exemplo, Pelé não tem sua foto estampada em todo lugar do mundo, porém não há um lugar no mundo que não o conheça. E você deputado o que fez até hoje de projeto de relevância para o povo que o elegeu e que paga suas mordomias? ' Vai te catar deputado, e apresente projetos que amenize os problemas da saúde, educação, segurança, etc..etc.. etc..etc.....

  • Lane Costa - Professora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Céus! Quem não há de ficar indignado e indignada com tamanha desfaçatez?!

    Faz bem o RDNews divulgar esse "projeto" ridículo e a prática narcisista, nepótica e facista desse senhor que foi eleito pelo povo, para legislar para o povo.

    Que os parlamentares reconheçam e apoiem a liberdade de credo (católicos, espíritas, evangêlicos, umbandistas, protestantes, ateus, budistas, etc), sem favorecimento deste ou daquele.

    Bem que o nobre deputado poderia se tocar e cair na real... o povo o elegeu pra contribuir com o desenvolvimento do Estado e não para se exibir nas repartições públicas ou mesmo para ler a bíblia. Se fosse isso era muito mais barato pendurarmos o poster do Will Smith e ler a bíblia nas igrejas ou em casa.

  • Carlos Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olá Romilson, hoje final de domingo passeio pelo seu blog que quase sempre fala coisas veridicas. Mais uma vez vejo vir a baila esse assunto e desta vez não posso deixar de emitir minha opinião.
    Cara eu estava assistindo pela Tv Assembléia canal aberto a sessão em que esse projeto entrou em votação e em nenhum momento percebi ser este o obrjetivo do Deputado de aparecer.
    Caramba, que bom seria se todos lembrassem em quem votou nas ultimas eleições e acho que é muito bom termos acesso as "caras" dos que oculpam cargos públicos para que pudesemos identifica-los em todo e qualquer lugar onde estiverem assim poderemos analisar suas atitudes, a forma como se portam em suas vidas particular. Acho válido ter fotos de todos que oculpam cargos públicos expostos ao conhecimento do povo: Vereadores, Deputados Estaduais, Federais, Senadores da Republica, Desembargadores, Conselheiros dos Tribunais. Por que não?

    Carlos

    Economista - Varzea Grande

  • Walter Alvares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eh Romilson, de novo...
    Moço espera ver se o homem insiste com este Projeto das Fotos, que nem sequer entrou em pauta de novo. Pare de insistir nesse assunto, até parece que você tem alguma coisa pessoal contra o Rezende. Deve ter muita gente que gosta dele, vão começar dizer que você não gosta de crente e esse povo além de eleitor, parece que é formador de opinião.

    Walter Alvares
    Comerciante
    CPA - III

  • Mariana Novaes Pires | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro jornalista você deve saber que o Brasil se declara um País Cristão/Católico.
    Atualmente os Padres, Bispos, Leigos estimulam não só a leitura da Bíblia mais a sua prática.
    Sou Católica/Apostólica/Romana e me indigno quando vejo Deputados Estaduais, Federais fazendo apologia ao homossexualismo e paradas Gays.
    Qual o Problema desse Sebastião Rezende ler Bíblias?
    "Antes de Leis este Estado precisa de Deus".

    Mariana
    Várzea Grande
    Professora de História e Filosofoia.

  • Carlos felipe | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jornalista Romilson, você é um dos homens da imprensa que pelo que vejo goza de credibilidade pelas suas posturas. Posso te garantir que com relação ao deputado Sebastião Rezende sua rede de informantes está te deixando na mão.
    Sou eleitor do Deputado, eu e milhares de outros cidadãos que o conhecemos, não só de ouvir falar mas de estar com ele, de receber um abraço, um aperto de mão, uma palavra amiga, uma mão estendida, uma porta aberta num Órgão Público. Nunca promessas, como você escreve no 3º parágrafo ele "é cortês, solidário e evita conflitos".
    Além disso ele goza da confiança de todos que o rodeia, é verdadeiro, simples, honesto, homem de caráter, de pouca conversa e de muita ação.
    Alguns podem não gostar dele, mas pela sua postura tem que respeitá-lo. É Engenheiro Civil renomado, Advogado e não tem a política como tantos que vemos por aí, como meio de vida.
    Não deixe que alguns falidos, sem crédito tentem te usar para tentar denegrir gente séria.

    Carlos Felipe
    Autonomo.

  • Wilmar Carvalho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Deputado Sebastião Rezende desbancou muita gente que se achava graúda.
    No silêncio venceu uma eleição considerada pelos analistas políticos como a mais difícil de todos os tempos na época.
    Deve ser por isso que agora tentam desmerecê-lo.

    Wilmar
    Alvorada - Cuiabá