• marcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vai zeno vai afundar mato grosso como vc ta afundando rosario. sua maquiaguen na cidade de rosario ta quase pronta para o natal. VC tem que leva o BETÂO se ñ vc ñ consegue pagar sua caminhonete HILUx.

  • Manuel Pinto da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador Blairo Maggi pretende dar maior impulso no seu governo, tenho lido pela imprensa que fara troca do seu secretariado .Demorou!
    So espero que SEMA tbem seja contemplada com esta troca.PELOOO AMOOOR DE DEUUS! MT, não pode mais servir de chacota para o mundo.
    A escolha do jovem maestro Fabricio de Carvalho é um bom nome para o seu staff. Sangue novo, tem competência para desenvolver uma politica cultural e quebrar paradigma arraigada na Secretaria de Cultura . Temos que mudar. O maestro com pequeno recurso da UFMT tem levado o seu projeto para esquecidos municipios deste rincão mato-grossense.
    Vamos lá maestro conduza c/ a sua batuta esta sinfonia!

  • Manuel Pinto da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador Blairo Maggi pretende dar maior impulso no seu governo, tenho lido pela imprensa que fara troca do seu secretariado .Demorou!
    So espero que SEMA tbem seja contemplada com esta troca.PELOOO AMOOOR DE DEUUS! MT, não pode mais servir de chacota para o mundo.
    A escolha do jovem maestro Fabricio de Carvalho é um bom nome para o seu staff. Sangue novo, tem competência para desenvolver uma politica cultural e quebrar paradigma arraigada na Secretaria de Cultura . Temos que mudar. O maestro com pequeno recurso da UFMT tem levado o seu projeto para esquecidos municipios deste rincão mato-grossense.
    Vamos lá maestro conduza c/ a sua batuta esta sinfonia!

  • Paulo Carvalho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • nilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nada contra O prefeito de Rosário Oeste, Zeno Gonçalves, mas até quando o vale do Jaurú o vale do Cabaçal ficará como mero figurante, o Excelentíssimo Governador vem e leva 90% dos votos da região e não temos representante, se pegarmos de Mirassol reserva ou Mirassol a Jaurú ou de Porto Esperidião a Comodoro, só temos o Ezequiel de Rezerva do Cabaçal, que está como adjunto da Educação, por acordo pra que ele desistisse de sua candidatura a Deputado, e no mais não temos um representante, votamos em troco de algumas casas de Cohab, na eleição recebi em minha sala o então pré candidato a Deputado Português que me disse, um de meus projetos é dar prioridade a assessores da região, foi eleito e os assessores do Excelentíssimo Deputado que teve 1200 votos nesta cidade deve ser de Rosário Oeste também porque de Porto Esperidião só levou os votos. Até quando? É Parece que continuaremos a ser o Vale dos Esquecidos... Meu Deus que sina triste. Mas Feliz Natal assim mesmo que algo possa mudar em 2008.

  • D. Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Abandonar o barco, esse parece o modismo da atualidade. Elege-se o político para uma coisa e ele faz opção por outra - vide os demagogos televisivos Rabello e Maksuês. Se Zeno aderir a esse modismo, pode estar cavando um buraco enorme como cova, legando aos seus oferecendo políticos e a sua terra natal uma banana. Rosário parece mesmo fadada a tornar-se "laboratório" de testes à incompetência e os administradores do passado provam isso desde meados da década de 80 até hoje, de Joemil a Beatriz, passando por Lélio e Fernando Carvalho. Abandonar o governo é deserção até das próprias origens.

  • Jose do Patrocinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador Blairo Maggi em seu primeiro mandato fez a diferença na história política do Estado de Mato Grosso.
    Gostaria muito que ele refletisse sobre seu mandato atual. Blairo foi eleito justamente sobre os erros cometidos pelo governador Dante de Oliveira que em seu segundo mandato apenas circulava secretários entre secretarias e tudo continuava como sempre foi. Panelinhas, conchavos e ineficiência.
    É uma pena ver o Blairo que poderia ser um marco de nossa política, cometer erros que levaram outros políticos à derrota.

  • Yllen Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de parabenizar o Governador Blairo pela indicação do grande Maestro Fabrício Carvalho para a Cultura.Conheço muito bem o Maestro,e tenho certeza que ele vai ser um excelente secretário pela sua garandiosa competência comprovada pela inesquecível ópera realizada em 2006,e mesmo com grandes dificuldades financeiras,tem revelado como Coordenador de cultura inúmeros talentos e projetos ousados que só enriqueceram Cuiabá.
    Parabéns Maestro! Você merece!