• Geraldo Luis do Patrocinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    UMA GRANDE NOTICIA NESTA HISTÓRIA TERRIVEL DO DESMATAMENTO É QUE A POLICIA FEDERAL VAI COMEÇAR A AGIR NO DESMATAMENTO. ANTES DE IREM PARA CAMPO, SUGIRO INVESTIGAR A PARTE ADMINISTRATIVA DO ÓRGÃO, PRINCIPALMENTE OS DITOS "ACORDÕES" DO CONSEMA, COM OBJETIVO DE REDUZIR OU ATÉ ELIMINAR TOTALMENTE OS VALORES DAS MULTAS. NO FINAL DO ANO, FORAM PUBLICADOS CENTENAS DESSES ACORDÕES NO DIÁRIO OFICIAL. OUTRO FATO MUITO ESTRANHO É A NOMEAÇÃO DE UM SOBRINHO DE CONSELHEIRO DE TRIBUNAL DE CONTAS PARA SER DIRETOR DO FUNDO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE. ELE É IGUAL AO TIO, OU SEJA, NÃO ENTENDA NADA DE CONTAS. PRECISA INVESTIGAR TAMBÉM O CONTRATO COM A EMPRESA TECNOMAPAS, QUE HÁ DÉCADAS É RESPONSAVEL PELO SETOR DE GEOPROCESSAMENTO. TÊM GENTE SE ENRRIQUECENDO DO DIA PARA NOITE, DESQUALIFICADOS OCUPANDO CARGOS DE CHEFIA, INGERÊNCIA POLITICA CLARA E EVIDENTE DA ASSEMBLÉIA NA GESTÃO DO ÓRGÃO, E TEM MUITO MAIS PARA SE INVESTIGAR, É SÓ COMEÇAR.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Então eu tiro o dinheiro do mercado financeiro, onde antes eu apenas expeculava, compro a terra para plantar alimentos e criar gado que alimentará nossa população, tiro a licença ambiental que me autorizará desmatar APENAS 50% porque a outra metade será reserva e agora não posso mais trabalhar? que palhaçada é essa, então toda essa população de mais de 100 mil pessoas que vivem exclusivamente da terra, nos 19 municípios de MT não poderão mais nem ir pra roça?. Então vamos internacionalizar esses municípios, como querem as ONGS Norte Americanas.
    Questionado sobre a internacionalização da amazônia nos EUA, Cristóvão Buarque resposdeu assim: "Por mais que nossos governos não tenham o devido cuiadado com esse patrimônio, ele é nosso."

  • Aguinaldo mendanni | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem sabe agora começa o corte das asas do Riva maior desmatador do nortão, agora aparece o que realmente ele faz contra o estado de mato grosso, e quem sabe assim aqueles que foram iludidos por ele por não saber do seu verdadeiro papel dentro deste estado agora veja melhor.
    Riva destroe o nortão, nós sentimos na pele.

  • Benjor da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Colocaram Riva para Presidir CPI da SEMA, ha,ha,ha,ha,ha, esperar que resultado...NADA. O Riva tem que defender suas propriedades e negócios. Afinal é de lá que sae uma parte do recurso para comprar seu voto e a outra parte sai do seu próprio bolso, ou você já esqueceu das "calcinhas".

  • José Carlos Damasceno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como é possível perceber, quase todos os municípios matogrossenses campeões de desmatamento são reduto eleitoral do deputado Riva e em alguns ele mantem negócios e propriedades.

    Polícia Federal ....ACOOOOOOOORDAAAAAAA!

  • Gervazio de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Taí, gostei do comentario do Antonio Carlos, o único que sabe o que esta falando, os outros que o antecedera que me desculpe, mas quem vive aí na cidade não sabe da missa a metade. A coisa aqui não é fácil e não esses gafantos que voces estão pensando, ou estão iludidos por essas ONGS patrocinadas por grandes empresas farmacológicas (INTERNACIONAIS) é bom que se diga, que não querem que desmatemos para plantar, porque elas tem o interesse em nossas reservas, de onde extraem plantas medicinais para produzirem remédios.
    Voces aí das cidades tem que decidir, ou deixem nós plantarmos para que possam ir para suas casas, restaurantes ou churrascarias e se fartarem de boa comida ou vão viver de cápsulas de remédio ou rações produzidas por empresas INTERNACIONAIS com matéria prima NACIONAL.
    FAZ UMA PESQUISA AÍ RD.

  • Carlinhos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fui morar lá em Colniza porque ganhei umas terras num assentamento, não aguentei a coisa lá é feia. O cara tem que ser muito macho pra viver numa região inóspita como aquela. O Fantástico mostrou que é a mais violenta e onde os que vão morrer amanhã, já dormem amarrados hoje.
    Então, para que todo esse povo que moram nos 19 municípios, não irem morar e inchar a periferia de Cuiabá, onde com certeza, aumentarão significativamente a violência urbana, todos aqueles que escreveram um monte de baboseiras antes do Antonio Carlos, vão lá conhecer a situação in loco, quero ver se são macho mesmo. Eu não fui, uí...

  • hermes santana da costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Têm algumas pessoas que entraram aqui no site para defender a devastação da floresta, felizmente é minoria, talvez muito antenada ou representando os devastadores ou os atuais "gestores" da sema, que nada fazem para impedir a destruição do nosso maior patrimônio. Essa meia duzia de puxa-sacos ou patrocinados pelos assassinos da floresta não sabem que sem oxigênio eles não vivem, então desmatar mais para alimentar mortos significa um genocídio, e está provado que não precisava desmatar mais nada desde 1990 para manter os níveis de produção atual? Então, quem está ganhando com mais devastação das nossas florestas? uma cambada de empresários rurais insadecidos para obter mais lucro sob conivência de agentes públicos subsirvientes a tais interesses. Falar em preservação da floresta é defender interesses ongs internacionais? isso é pura leviandade, pois tais ongs não saem do gabinete do governador, tem até ong assessorando produtores rurais em lucas do rio verde, outras que antes eram até atuantes, e que agora estão queitinhas porquê estão faturando com convênios. Então, não cola mais falar que ongs estrangeiras estão defendendo o meio ambiente, com exceção ao greenpeace, que não se vendeu.

  • Francisco Militão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo isto parece aqueles espetáculos, onde um quer aparecer mais que outros. O governo Federal faz de conta que governa de forma coerente e correta e o povo continua sendo enganado com palavras.
    Já que querem que a léi seja aplicada, que seja então em todo o Brasil e não somente no interior do Mato Grosso, Pará, etc, onde o povo foi estimulado para povoar e ocupar os espaços geográficos.
    O que pode ocorrer se a população não se unir é ficar mais uma vez com a conta e glória com os governos. Será que no Estado de origem na Min. Marina Silva tudo é normal ou o objetivo é fechar a nossa região??
    Só sei que quando o governo fala do bom resultado da balança comercial ela não fala que para se produzir precisa de espaço, ou acreditam que tudo se produz em "vazos"?
    Vamos ver quais os políticos se levantaram para nos defender.

  • josé manuel carlos garcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tecnologia avançada tem o impe, mas tem alguma coisa errada, as informações do municipio de Vila Rica divulgada são EQUIVOCADAS, 2007 não houve aumento, sim diminuição no desmatamento.GOSTARIA QUE TODOS OS BRASILEIROS(AS) AJUDASSE A VALORIZAR QUE PRODUZ ALIMENTOS PARA O POVO, O QUE SERÁ O AMANHÃ .O HOMEM DO CAMPO CUIDADO COM AS ONGSBRASILEIRO É MUITO CORAGOSO E TRABALHADOR,. QUAL É O SUBSIDIO FINANCEIRO QUE O GOVERNO FEDERAL TEM,PARA O PRODUTOR?DE OLHO NAS ONG´S.