• Maycon | Quinta-Feira, 04 de Fevereiro de 2010, 16h34
    0
    0

    Bom, já que o Sr. Silval Barbosa é vice governador e já assumiu inumeras vezes a governadoria, não aproveitou melhor esse dinheiro que gastou fazendo propaganda eleitoral antes da hora, que isso deverá leva-lo a cassação dos seus direitos politicos, se a lei valer para todos como era de ser, não distribuiu uns caderninhos, uns lapizinhos, umas borrachinhas ou até mesmo papel higiênico para as nossas criancinhas levarem para escola, por que nas escolas públicas do nosso estado não tem isso e sabemos muito bem que é dever do estado dar uma educação de boa qualidade a todos os brasileiros. Faz isso ainda, pois ainda da tempo e você será exaltado como pretende, eu mesmo farei um belo comentário de você. Pense nisso!!! Abraços

  • Cam§es cuiabano | Quinta-Feira, 04 de Fevereiro de 2010, 15h57
    1
    0

    Engraçado esses professores que só vivem fora de sala de aula, porque têm alergia a giz, mais fazem concurso para carreira do magistério, acham interessante a propaganda eleitoral extemporânea. Só mesmo esses PETRALHAS, que andam, a muito, à reboque do PR e do PMDB. Não têm a hombridade, nobreza de caráter e muito menos dignidade de enfrentar uma eleição encabeçando uma chapa majoritária. Coitados qual o quadro deles (PRETRALHAS) no MT?

  • ╔ber JosÚ de Oliveira | Quinta-Feira, 04 de Fevereiro de 2010, 15h02
    0
    0

    Se isso não for CRIME ELEITORAL, por propaganda eleitoral extemporânea, abuso do poder econônimo, e uso indevido de meio de comunicação, PODE PARAR. Pra qualquer candidatinho a vereador isso é crime eleitoral, vamos ver se na "casta" mais elevada também é.