• Jean M. Van Den Haute | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 06h40
    0
    0

    Resposta para VAVÁ : Por favor, pára para refletir. Eu tenho mais de 50 anos de experiência internacional em diversos países de quatro continentes, sobreviveu á segunda guerra mundial e á “Noite de Terror” de Paramaríbo e posse garantir que : 1- Não vou deleter nenhum de meus artigos publicados pelo jornalista Enock Cavalcanti, o louco de justiça, artigos que você não vai encontrar na mídia comprada pela politicagem local. 2- As barbaridades cometidas nas ruas da Capital têm explicação, sim. Qualquer código do mundo diz que o motorista deve se adaptar ás circunstâncias. Isto exige o respeito mútuo que o cuiabano não tem. Basta ver a quantidade de carros estacionados nos espaços reservados para a circulação de pedestres, de mães com criança ou carrinho de bébé e de deficientes e pior ainda, a expressão de medo e desconfiança de quem tenta atravessar a rua numa faixa de pedestre. 3- O que ninguém parece perceber é que o Mato Grosso virou a primeira “Parceria Público-Privada” realmente eficaz do Brasil. Infelizmente, o Público é a "Ditadura Civil da Soja", ou seja, a concentração do poder político, econômico e de comunicação, nas mãos de Blairo Maggi e o Privado a AMAGGI, nas mãos do mesmo Blairo Maggi, o que explica a extraordinária expansão mundial do Grupo AMAGGI e a 62ª posição adquirida pelo Governador/Presidente no ranking Forbes. Para o povo do Mato Grosso resta o Papai Noel Transgénico distribuindo presentes recolhidos pela própria população, maquinário que a população vai pagar durante os próximos 22 anos, 94 caminhões/busão supostamente para deficientes, sendo que, pela falta de capacidade de endividamento do Estado (SIM), o ditador não conseguiu o financiamento dos ônibus escolar para os municípios, estradas par escoamento da produção agrícola da AMAGGI ... o resto ficando atolado, segurança total, mas, só para o “ex Governador” até a sua volta planejada para 2015, e finalmente, a implosão do Verdão sem perspectiva de reconstrução nenhuma.

  • josedesouza | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 05h46
    0
    0

    hipocrisia ,ignorancia e desinformaçao.na inglaterra ,alemanha,china enfim pelo mundo demoliram velhos estadios para const5ruçao de novas e modernas praças esportivas multi uso. aqui esta dando esta estupida polemica .e triste ver tanta pobresa de espirito e falta de olhar oara o mundo la fora o dito primeiro mundo. vamos todos ler mais um pouco nem que seja HISTORIA EM QUADRINHOS TA? informaçao

  • Adriano | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 04h53
    0
    0

    Por favor, o verdão, um monumento lendário? Pelo amor de deus, lendário do que, dos gloriosos jogos do vila xurupita contra o arranca toco, faça-me o favor, lendária é a ignorância desse povo que não quer abrir espaço ao novo e ao moderno, provavelmente ainda usam telefones de baquelite e provavelmente pediram a alguém redigir por aqui pois não sabem nem mexer em um computador. Que seja colocado abaixo esse monumento ao atraso que representa muito bem o atual estágio do futebol de MT, e a partir de hoje vida nova com estádio novo e presidente da federação novo. Se até wembley foi demolido, aí sim um verdadeiro templo, pq esse lixo do verdão não pode ser, vamo parar de ser ignotantes.