• Orlandir Cavalcante | Quarta-Feira, 10 de Março de 2010, 20h08
    0
    0

    Colocam no governo uma pessoa sem traquejo politico. As pessoas só estão juntas deste Silval por interesses bairristas e de bolso. A turma só quer se projetar. Administração politica é a ultima coisa que MT precisa neste fim patético do governo Maggi. O cidadão vai ter que ficar negociando tudo de cargo a discurso, pois simpatia politica este Silval naõ tem. Por outro lado temos a fina flor da politica da cuiabania ( que em minha tese nunca gostou de Mato Grosso!) Wilson Santos. o famoso fala Silva de MAto Grosso, fala muito e faz pouco. Tá feia a coisa por estas bandas!!!!!

  • ALEXANDRE AMARAL | Quarta-Feira, 10 de Março de 2010, 15h54
    0
    0

    SENHOR ARTUR MATO GROSO E FEITO DE CIDADOS E NAO SOMENTE DE FUNCIONARIS DE UM ORGAO E SIM DE TODOS E NAO PODEMOS PENSAR UNICAMENTE EM MEIA DUZIA E SIM NA POPULAÇAO COMO UM TODO POIS A ADMINISTRAÇAO E PARA TODOS E NAO SOMENTE PARA ALGUNS E CLARO QUE NAO SE PODE A GRADAR A TODOS POIS ATE JESUS NA SUA PASSAGEM POR AQUI DESAGRADOU ALGUNS E OLHA SO OQUE FIZERAM A ELE ,MAS SE VC PENSAR BEM O MAIORES AVANÇOS DESTE ESTADO ACONTECEU NA ADMINISTRAÇAO DE EDER NA SEFAZ E BLAIR NO GOVERNO E TOMARA QUE NO FUTURO AQUELES QUE DESAPROVAM POSSAM DE ALGUMA FORMA RECONHECER ISSO .

  • nelson | Quarta-Feira, 10 de Março de 2010, 14h24
    0
    0

    O kara ta certo., e preferivel poucos rombando tudo., do que muitos não rombando nada, ta certio