• Maria Botelho da Silva | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 22h09
    0
    0

    e os representantes do povo, os Deputados Estaduais, não vão apurar a realidade da saúde no Estado através da Comissão Parlamentar de Inquerito? E o próprio Ministério Público Estadual, não vai cumprir o papel de intervir em favor da população, tendo como opção contra o Governo do Estado, um TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, pois estamos tratando de vidas de seres humano em questão. Alem dos Deputados Estaduais, cade os Deputados Federais e Senadores e os proprios Prefeitos e Vereadores dos Municipios que vive esse tissuname na saúde pública. Secretaria de Saúde do Estado deveria sofrer INTERVENÇÃO para as providencias urgentes nesse setor. É DIREITO DE TODO CIDADÃO TER ASSISTENCIA A SUA SAÚDE NA ESTRUTURA PÚBLICA DO ESTADO.

  • Julio Harumitsuy | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 22h03
    0
    0

    Eu viajo sempre pela rodovia que liga Pontes e Lacerda a Cáceres e Cuiabá, e é uma piada o que vemos na rodovia, quando durante o dia vemos muitas ambulancias na rodovia realizando a movimentação da sua cidade para o fálido hospital regional de cáceres. ai quando o doente chega la, ve a precariedade, tem que esperar no corredor, não tem medicação, e ainda tem que saber o caminho do Ministério Público para intervir, é uma vergonha a saúde pública. e olha que muitos do cidadãos pagam plano de saúde para não ter que passar essa humilhação.

  • Adão Coxipo | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 21h59
    0
    0

    graça a Deus, tem a imprensa para denunciar o caos e parabens ao Ministério Público pelas intervenções!