• Cidadão | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 23h39
    0
    0

    Não só do MP, TCE, mas também da Judiciário Federal, principalmente TRT onde ficam os funcionários marajás, que ganham menos que os juízes e promotores (pouco menos somente), mas tem um décimo da responsabilidade e tem tempo de ficarem à-toa, palpitando, participando de ONG. Sabemos do ... a que me refiro

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 21h49
    0
    0

    Enquanto os profissionais da saúde pública, que salva vidas, ganha uma mereca..... Se contar isso para os europeus, não vão acreditar nessas aberrações, que afronta o trabalhador brasileiro. Se essa fortuna que ganham os magistrados, fosse sinôni- mo de qualidade e agilidade, seria uma be- leza.....

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 21h42
    0
    0

    Ô Romilson!! Estou só estranhdo o gastos desses magistrados com livros. Veja se eu lí direito, são C$ 198,000,00 só em livros. Bom para começar, só se esses magistrados vivesse 24 horas acordados, para poder ler os livros que compram. Porque pelo que saiba eles tem pilhas de processos para analizar. Mesmo para pesquisa, é muito li- vros. Parem com isso....Quando digo que estão acima do bem e do mal....Agora tem muitos magistrados que ganha auxilio- moradia e eles tem casa própria. Eles inventam de tudo para aumentar seus polpudos ordenados. São verdadeiras casta de marajás....