• Marcella | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 12h31
    0
    0

    So b o meu ponto de vista o Des.Perri também recebeu um "cala boca" tal qual Des. Mariano e Cury. Ou seja, Perri durante a sua gestão como Corregedor -Geral, junto ao Lessa, também recebeu as verbas que, com suas proprias palavras, julgou irregulares. Sendo assim, creio que a punução deve ser a mesma ou estou enganada??? Com a palavra, o CNJ.

  • pedro | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 12h25
    0
    0

    E o dinheiro alguem vai devolver? Esse judiciario pudia ser fechado so aplica a lei para rico mesmo, a justiça que o DIABO faz é melhor do que a do TJMT.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 12h17
    0
    0

    Quero aqui parabenizar o Desembargador Orlando Perri pela coragem com que enfrentou a corrupção e bandidagem patrocinada, segundo a imprensa, pela maçonária que tomou conta também da administração no governo do estado, na prefeitura de Cuiabá, no tribunal de contas, na Assembléia Legislativa... Infelismente destruíram a imagem na maçonária em MT... usam e abusam da entidade para tirar proveitos e vantagens pessoais e de grupos.