Judiciário

Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 12h:37 | Atualizado: 09/09/2011, 13h:55

SICOOB

12 são condenados por rombo de R$ 5 mi; servidor está envolvido

Juiz condena por rombo de R$ 5 mi; funcionário da Sedraf é envolvido

      O juiz federal da 5ª vara, José Pires da Cunha, condenou gerentes e membros do Conselho de Administração da Cooperativa de Crédito Rural do Pantanal (Sicoob Pantanal) por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional. Aigo da Cunha de Moraes, Airton da Silva Campos, Amauri de Campos, Amaury Batista do Carmo, Celso Luiz de Figueiredo, Cláudio Severiano Leal, Francisco de Assis e Silva Neto, Francisco José de Assis Júnior, Luiz Lauremberg Eubank de Arruda, Manoel Cristino de Arruda Marques e Roberto Antôno Vaz Guimarães devem responder por gestão fraudulenta e formação de quadrilha, com penas que ultrapassam 10 anos de reclusão, além de restituir em R$ 5,7 milhões aos cooperados.


Juiz federal da 5ª Vara José Pires da Cunha ressalta em trecho da decisão a má-fé dos condenados

     Entre as irregularidades constatadas na gestão da cooperativa, que encerrou suas atividades em 2004, estão a movimentação de recursos paralelos à contabilidade oficial, duplicidade de endosso em cédulas de produto rural financeiras; adulteração de cheques e reapresentação indevida dos mesmos ao serviço de compensação e indícios em movimentações de contas correntes e ausência de comunicação dos fatos ao Banco Central.

Amauri Campos     O esquema que levou ao rombo no Sicoob teve início a partir de 1994, quando o então vice-presidente Amauri Campos, nomeado no início desde ano pelo governador Silval Barbosa (PMDB) para o cargo de coordenador de crédito fundiário na secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedarf), contraiu empréstimos de R$ 450 mil.

     Durante as investigações, um dos gestores acusados, Ney Gomes de Arruda, chegou a dizer que Amauri teria desviado o dinheiro para a utilização em campanhas políticas em que disputou os cargos de prefeito e deputado estadual. Segundo ele, desde 1996, para cobrir “tais rombos”, eram realizados depósitos fora da contabilidade do Sicoob.

     Ao se confrontar os empréstimos registrados na contabilidade da cooperativa com o total de empréstimos constantes nos sistemas auxiliares de carteiras de empréstimo, a auditoria realizada nas contas do Sicoob apontaram um rombo de mais de R$ 5,7 milhões.


Trecho da sentença proferida pelo juiz José Pires da Cunha apontando prejuízo superior a R$ 5,7 milhões

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Fernanda | Sábado, 09 de Novembro de 2013, 13h24
    0
    1

    Boa tarde! Alguém sabe informar o número dos autos desse processo que tramita na 5a Vara Federal de Mato Grosso?

  • Fernanda | Sábado, 09 de Novembro de 2013, 13h22
    0
    1

    Boa tarde! Alguém sabe informar o número dos autos desse processo que tramita na 5a Vara Federal de Mato Grosso?

  • maria bonita | Quinta-Feira, 15 de Setembro de 2011, 11h18
    0
    0

    por favor se alguém conhece um homem bomba que constroem bomba potente pede pra fazer uma igual a q destruiu o prédio dos estados unidos .faça uma e solte no centro de poconé ..porq coitado poconé virou comédia contador conta dinheiro roubado advogado advoga quadrilha,fazendeiro é cabeça de quadrilha e assim por diante né! q bom se fosse mentira...ufa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Sassioto | Sábado, 10 de Setembro de 2011, 04h46
    0
    0

    Registre-se, porque oportuno e necessário, que na filial de Barao de Melgaço teve muita gente lesada pelo Sicoob. Vereador Milton Xacororé, é o momento de liderar a população, através da Justiça gratuita, sobre esse "trampo", cuja agência anoiteceu e não amanheceu. Rolo em Poconé, prejuízos em Barão.

  • Samir Oliveira | Sábado, 10 de Setembro de 2011, 00h24
    0
    0

    E OS CULPADOS DO ROMBO DA COOPERLUCAS? LÁ FORAM 200 MILHÕES,E EU PERGUNTA KD OS CULPADOS?

  • Luizinho | Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 23h04
    0
    0

    O que nos chama atenção é a cumplicidade da atual administração municipal ter pessoas (ex-diretores e ex-funcionários do sicoob pantanal, Poconé, Nossa Senhora Livramento, Barão do melgaço e Várzea grande) como funcionários em cargos de confiança que direta ou indiretamente já legislaram em causa própria nesse caso. Isso é Poco-né!

  • Angelo Filho@hotmail.co.uk | Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 20h15
    0
    0

    Que tamanha injustiça!, colocar somente a foto do Amauri como se ele representasse o malfeitor mor da rapaziada. Conheço-o muitissimo bem, ja fui seu adversario poliitico, mas sempre o respeitei pessoalmente, ninguem nunca ouviu uma única frase minha ou menção referindo a pessoa dele como desonesta ou malfeitor. Pai de familia exemplar, integro, relegioso, seu unico pecado foi se envolver na politica partidaria em poconé por pura vaidade pessoal, o mais velho de uma familia abastada do municipio, detentora de uma das maiores jazidas de ouro ainda nao explorada na cidade, alias foi o único dessa thurma aí listada, que empobreceu. Que houve mal feito na cooperativa, isso houve! Mas... até Zé bóbó sabe quem foi o mentor dessa robalheira. Amauri, foi só um deslumbrado pelo poder, usado por um caboclo rodado. Uaí a sô! mai num é menmo cumpadri!

  • regina | Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 19h29
    0
    0

    tudo culpa de Euclides, foi ganhar do povo varias vezes deu no que deu. e isso ai é so o começo, como se diz aqui TOMA CEGO. eram aqui na cidade verdadeiros barões, pena que ainda deu tempo para um monte desses mudarem seus bens de nome.

  • José Vilaça da Silva | Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 18h55
    0
    0

    Formaram uma verdadeira quadrilha para desviar o dinheiro da Cooperativa e dos associados que pagaram o pato, ou seja, tiveram suas economias tomadas de assalto. A confiança desapareceu e ficou a frustração e o desespero daqueles que perderam parte do seu patrimônio.

  • washington | Sexta-Feira, 09 de Setembro de 2011, 18h44
    0
    0

    Tira minha duvida. Esse caso nao eh o mesmo em que teve o envolvimento de juizes e desenbargadores vinculado a maconaria.

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

PT, ensaio e chapa branca em Tangará

welton tangar� 400 curtinha   O PT, que já teve os vice-prefeitos José Jaconias e Zé Pequeno, estuda nem disputar a eleição majoritária em Tangará da Serra. Chegou a ensaiar uma pré-candidatura, mas parou no meio do caminho. Internamente, o partido discute lançar o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.