Judiciário

Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 14h:10 | Atualizado: 01/07/2020, 16h:18

Várzea Grande

2 ministros votam para manter mandato de Lucimar; pedido de vista adia desfecho

Os ministros Alexandre Moraes e Tarcísio Vieira votaram, nesta quarta (1º de julho), para manter o mandato da prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos (DEM) e de seu vice José Hazama (DEM). O voto deles é divergente do relator Edson Fachim que pediu a decretação da perda do mandato da chapa. O resultado do julgamento, entretanto, foi adiado por pedido de vista de Og Fernandes.

A Corte aprecia denúncia de 2016, que apontou que a Prefeitura de Várzea Grande gastou 580% a mais de publicidade do que o permitido pela legislação eleitoral. O caso chegou a entrar na sessão de ontem (30), mas foi suspenso devido a problema técnicos na videoconferência.

Alexandre e Tarcísio hoje votaram para manter a decisão do TRE-MT que entendeu que a conduta praticada por Lucimar, reeleita em 2016, com a extrapolação no limite de gastos da prefeitura com publicidade institucional em relação a anos anteriores, não deve ser punida com a cassação, mas apenas com multa de R$ 60 mil - imposta pela Corte Estadual.

Isso porque, Lucimar assumiu o mandato após a cassação de Wallace Guimarães, que vinha praticando gastos inferiores até do que a Câmara de Várzea Grande. Além disso, os 2 membros da corte entenderam que a publicidade não tinha caráter eleitoral. "Houve uma média para baixo e, mesmo o aumento elevado, não há indícios de que os gastos foram com fins eleitorais. Pelo contrário, o TCE apontou que o recurso foi em campanhas de utilidade pública, como saúde e prevenção de doenças”, disse.

Fachin, por sua vez, argumentou que, mesmo considerando os gastos inferiores da gestão anterior, "o próprio TRE manteve a irregularidade, pois não ficou comprovado que o recurso de publicidade foi usado em campanhas de saúde preventiva, nem qualquer outra utilidade pública".

Reprodução

alexandre_capa_lucimar

Membros da Corte do TSE durante o julgamento de recurso que pode reformar a decisão do TRE-MT e, assim, cassar o mandato da prefeita Lucimar Campos

Na sessão da noite de ontem, o advogado Rodrigo Terra Cyrineu, que representa a coligação Mudança com Segurança, que teve como candidato Pery Taborelli (PSC) em 2016, defendeu a cassação do mandato da prefeita e do vice.

Os mandatos deles haviam sido cassados em 1ª instância, mas a decisão foi revertida em votação apertada, por 4 votos a 3, pelo TRE-MT. O valor permitido para gastos com publicidade no 1º semestre de 2016 era de cerca de 200 mil e o gasto foi R$ 1 milhão a mais que isso.

Cyrineu disse que há precedentes do TSE em que a extrapolação foi menor e a cassação foi mantida. Lucimar e Hazama ainda seriam reincidentes em condutas vedadas, tendo, por exemplo, dado descontos irregulares no IPTU, com impacto eleitoral.

O argumento da prefeita é que os gastos foram utilizados em campanhas de saúde pública. 

Votação

Até agora, foram computados três votos. Fachim votou por reestabelecer a cassação. Já Alexandre e Tarcísio foram contra. Og pediu vista. Além dele, ainda vão votar Luis Salomão e Sérgio Banhos. Já o presidente Luís Roberto Barroso só emite seu parecer em caso de empate.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Parana | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 05h21
    1
    1

    PRA SE MANTER NO PODER ESSE POVO VENDE A ALMA PRO DIABO. TWNHO CERTZA ELES TERAO UMA VGA RESERVADO NO INFERNO POR TUDO JA FIZERAM!! TRAPASSAS, E TANTOS OUTROS RELATORIO AI5 QUE DIGA.

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.