Judiciário

Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2014, 19h:17 | Atualizado: 09/01/2014, 08h:30

21 áreas vão para reforma agrária

O Incra pagará R$ 267 mi na indenização dos imóveis

A presidente Dilma Rousseff (PT) decretou 21 novas áreas em Mato Grosso para o programa reforma agrária, além de novas regras de financiamento para os assentados. As terras estão localizadas em Água Boa, Barra do Garças, Juscimeira, Nova Bandeirantes e Juruena. Outros 15 Estados também passam a contar com novas áreas. O Incra investirá R$ 267,1 milhões na indenização dos imóveis aos proprietários.

Ao menos 1.135 famílias do Estado, atendidas pelo Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA), serão assentadas ainda este ano. Isso representa quase 25% do total da capacidade das áreas decretadas pela presidente. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União, além da Medida Provisória nº 636, que dispõe sobre a liquidação de créditos disponibilizados a assentados e concede remissões.

Para o superintendente regional do Incra-MT, Valdir Mendes Barranco, a publicação dos decretos mostra a importância dada ao acesso à terra e a inovação da reforma agrária brasileira. “Dilma tem descentralizado as ações e envolvendo todo o governo, modernizando a reforma agrária e viabilizando novas políticas públicas que dão condições de permanência dessas famílias em suas parcelas”, disse Barranco.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas avalia que com a nova metodologia para obtenção de área, a reforma agrária ganha agilidade e segurança na implantação dos assentamentos.

As novas famílias atendidas deverão estar no CadÚnico e os assentamentos serão regularizados conforme a Resolução Conama 458/13, por meio do Cadastro Ambiental Rural. Junto com a terra, o governo federal garantirá assistência técnica e iniciará os investimentos das demais políticas públicas, como os programas Minha Casa, Minha Vida (MCMV), Água para Todos e Luz para Todos, em cronograma previsto já nas portarias de criação dos assentamentos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Jornalistas lançam 1º Anuário Jurídico

antonielle_curtinhas   O site Ponto na Curva e o Animus Centro Empresarial lançam em maio o primeiro Anuário Jurídico de Mato Grosso. A publicação, que é inédita no Estado, é conduzida pelas jornalistas e advogadas Antonielle Costa (foto) e Débora Pinho. A ideia é dar destaque a...

Ao Senado e com apoio de Bolsonaro

jose medeiros 400 curtinha   Com o apoio garantido por Bolsonaro, José Medeiros dá um passo largo rumo ao Senado, já nesta fase de pré-campanha. Entusiasmado, ele marcou a convenção do Podemos para 12 de março. De um lado, o ex-senador e hoje federal entra no rol dos mais cotados por causa do peso do...

EP, macumba e pedido de desculpa

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) admite ter sido infeliz ao usar o termo macumba quando se referiu à atuação e torcida de vereadores da oposição para seu governo não conseguir empréstimo de US$ 115 milhões para fazer investimentos. E citou que um deles teria feito...

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.