Judiciário

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 16h:13 | Atualizado: 23/07/2019, 16h:19

Adjunto alega "inculpabilidade" em desvio de cascalho e prefeitura lembra histórico

Luiz Alves

Secretaria de Obras Cuiab�

Irregularidades na Secretaria de Obras da Capital é investigadas em inquérito na Sefaz

A Prefeitura de Cuiabá emitiu nota em resposta à divulgação de um inquérito que investiga a suposta participação do secretário-adjunto de Obras Públicas, Júlio Malheiros, e de seu ex-motorista Jones Campos em um desvio de cascalho e outros materiais da pasta. Malheiros alegou “inculpabilidade” no crime investigado e o Executivo lembrou o histórico dele como servidor público.

Em relação ao motorista, a prefeitura afirmou que Jones foi exonerado ainda em 2018 por ter sido flagrado usando um veículo oficial de forma indevida. Ele deixou a prefeitura em novembro passado.

O caso é investigado pela Delegacia Fazendária (Defaz), sob tutela do Ministério Público Estadual (MPE) e tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá sob sigilo.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) determinou que todos os citados prestassem esclarecimentos sobre o caso. Segundo a prefeitura, eles prestaram as devidas explicações à Procuradoria Geral do Município e disseram não haver indícios que pudessem os incriminar.

“É preceito da Prefeitura de Cuiabá não realizar qualquer tipo de julgamento antecipado e dar a todo servidor a oportunidade de provar sua inocência nas esferas cabíveis de cada processo”, defendeu.

 Os envolvidos estão trabalhando em suas defesas para, em caso de oferecimento de denúncia pelo Ministério Público Estadual (MPE), as apresentarem à Justiça.

“Destaca que o secretário-adjunto de Obras Públicas, Júlio César Malheiros, é servidor de longa data do Município e, tanto nessa quanto em outras gestões, não há histórico de qualquer tipo de situação que manche sua carreira”, lembrou a prefeitura na nota.

Júlio é irmão do vereador e ex-presidente da Câmara Justino Malheiros (PV) e filho do ex-vereador e ex-deputado estadual João Malheiros.

O Executivo municipal se colocou à disposição dos órgãos de fiscalização e controle para prestar eventuais esclarecimentos em relação ao caso.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.