Judiciário

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 16h:13 | Atualizado: 23/07/2019, 16h:19

Adjunto alega "inculpabilidade" em desvio de cascalho e prefeitura lembra histórico

Luiz Alves

Secretaria de Obras Cuiab�

Irregularidades na Secretaria de Obras da Capital é investigadas em inquérito na Sefaz

A Prefeitura de Cuiabá emitiu nota em resposta à divulgação de um inquérito que investiga a suposta participação do secretário-adjunto de Obras Públicas, Júlio Malheiros, e de seu ex-motorista Jones Campos em um desvio de cascalho e outros materiais da pasta. Malheiros alegou “inculpabilidade” no crime investigado e o Executivo lembrou o histórico dele como servidor público.

Em relação ao motorista, a prefeitura afirmou que Jones foi exonerado ainda em 2018 por ter sido flagrado usando um veículo oficial de forma indevida. Ele deixou a prefeitura em novembro passado.

O caso é investigado pela Delegacia Fazendária (Defaz), sob tutela do Ministério Público Estadual (MPE) e tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá sob sigilo.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) determinou que todos os citados prestassem esclarecimentos sobre o caso. Segundo a prefeitura, eles prestaram as devidas explicações à Procuradoria Geral do Município e disseram não haver indícios que pudessem os incriminar.

“É preceito da Prefeitura de Cuiabá não realizar qualquer tipo de julgamento antecipado e dar a todo servidor a oportunidade de provar sua inocência nas esferas cabíveis de cada processo”, defendeu.

 Os envolvidos estão trabalhando em suas defesas para, em caso de oferecimento de denúncia pelo Ministério Público Estadual (MPE), as apresentarem à Justiça.

“Destaca que o secretário-adjunto de Obras Públicas, Júlio César Malheiros, é servidor de longa data do Município e, tanto nessa quanto em outras gestões, não há histórico de qualquer tipo de situação que manche sua carreira”, lembrou a prefeitura na nota.

Júlio é irmão do vereador e ex-presidente da Câmara Justino Malheiros (PV) e filho do ex-vereador e ex-deputado estadual João Malheiros.

O Executivo municipal se colocou à disposição dos órgãos de fiscalização e controle para prestar eventuais esclarecimentos em relação ao caso.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito vai ajustar também 2º escalão

francisco vuolo 400   Depois de alguns ajustes no quadro de secretários, com trocas e remanejamentos, o prefeito Emanuel Pinheiro pretende fazer mudanças no segundo escalão. Ele tem uma lista pontuando aqueles considerados mais produtivos, mas também outros sobre os quais acumulam reclamações, que...

Justino, pico de pressão alta e susto

justino_curtinha   O vereador e ex-presidente da Câmara de Cuiabá Justino Malheiros (foto) teve um pico de hipertensão na noite desta sexta (23). Ele foi levado às pressas para o Hospital Santa Rosa, na Capital, onde dormiu e passou a noite em observação. Apesar do susto, ele passa bem e já recebeu...

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.