Judiciário

Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 18h:20 | Atualizado: 23/08/2019, 09h:07

Advogado do pai de menino morto quer que influencer seja levada a júri popular

Reprodução

Carro Lidiane Campos

O veículo conduzido por Lidiane Campos (detalhe) ficou danificado após acidente em Roo

O advogado Igor Giraldi, que representa o pai e a madrasta do menino Daniel Agusto Silva, quer que a influencer Lidiane Campos seja denunciada por crime doloso contra a vida e que o Ministério Público Estadual (MPE) a leve para o júri popular. Lidiane atropelou e matou Daniel, de 3 anos, em 12 de agosto em Rondonópolis.

O pai Marcos Souza da Costa, 30 anos, e a madastra Dayane Palmeiras dos Santos, 35 anos, também foram atingidos no acidente. O advogado ainda comenta que os dois não têm qualquer amparo da esposa do ex-deputado Adilton Sachetti (PRB).

Igor afirma que seus clientes, por enquanto, não estão preocupados em "tomar medidas judiciais", como ação de indenização ou processos contra Lidiane. "A família está muito abalada", disse. O defensor também relatou que, por terem sofrido fraturas no pé, Marcos não consegue ir trabalhar em um frigorífico, está de licença e ainda vai passar por cirurgia; já Dayane não consegue cuidar do lar por que está de muleta.

Ela conta também que, no dia que aconteceu o acidente, apareceu um envelope na casa do pai da criança com o pagamento de duas contas de luz e uma de água, além de um depósito de R$ 1 mil. Tudo teria sido feito pelo advogado da influencer. "Então é somente isso que eles receberam de auxílio", afirma.

No depoimento, Lidiane disse que não estava embriagada durante o acidente, não dirigia em alta velocidade quando se envolveu na colisão e que saiu do local por temor de populares. Mas outras testemunhas negaram a versão da infleuncer e afirmou que estava em alta velocidade e que não foi ameaçada.

O advogado segue contando que, para fazer refeições, os dois dependem da ajuda de amigos, que lhe mandam marmitas. "Mas daqui a pouco vai terminar isso aí", diz. O casal, que mora sozinho em Rondonópolis, também precisa de medicamentos e exames, e não possuem condições financeiras para custear o tratamento.

“A família está totalmente desamparada. São pessoas humildes. E que até agora nada foi feito. Passando por uma situação desumana. E o que eles querem mesmo é que não fiquem impunes o crime. Querem que vá para a Justiça”, declara.

Outro lado

Ao , a defesa de Lidiane informou que ajudou a família com despesas como contas de água e luz, chegando a depositar cerca de R$ 1 mil em uma conta de um dos pais de Daniel. Contudo, depois que as vítimas passaram a contar com advogados a continuidade da ajuda e novos contatos poderiam infringir o código de ética da OAB.

Em relação a eventual dolo, o advogado da influencer afirmou que não há nada até o momento que justifique dolo na conduta de Lidiane e que é cedo para se falar nisso. O caso ainda é apurado pela Polícia Civil, não tendo o inquérito sequer sido concluído. Depois de finalizado, o procedimento ainda deve ser encaminhado ao MPE, que decidirá sobre eventual oferecimento de denúncia contra Lidiane e em quais termos.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Rosana Rebussi | Domingo, 25 de Agosto de 2019, 13h10
    0
    1

    Diga se o Pai cometeu Grave erro, mas não se dispensa como autora do Crime a Socialite, né? Veremos o desfecho da Justiça BRASIL!!!!

  • thiago | Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 08h43
    9
    8

    Não sei porque tenho a impressão que esse advogado que caiu do céu para "defender" a família ta bem sedento. Esse tipo de caso acontece o tempo todo e não é toda hora que a gente vê toda essa voracidade. Não estou tirando culpa de ninguem, mas eu classificaria esse caso como uma fatalidade. Juri popular ? Pelo amor de deus.

  • Luís Henrique | Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 03h03
    14
    9

    Dolo existe na conduta do pai que carregava uma criança de três anos em uma moto e sem capacete, a situação do pai é pior que da influencer, pois o pai assumiu o risco de matar ao colocar a criança de três anos sem capacete na moto, um desequilíbrio poderia ser fatal...

  • Crítico | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 20h49
    0
    3

    Crítico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

EP cita 4 pela força do MDB em Cuiabá

rafael bastos 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro disse neste sábado, no encontro do MDB, que acabou atraindo a presença de representantes de outros 12 partidos, que a agremiação emedebista foi construída e ganhou força e espaço na Capital graças aos filiados históricos Rafael...

Júlio, do DEM, vê boa gestão de EP

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), uma das lideranças históricas do DEM, foi "apertado" nesta sexta, em entrevista a Antero de Barros, na rádio Capital FM, especialmente sobre o fato do ex-governador e ex-senador demonstrar simpatia e apoiar a gestão do prefeito Emanuel, enquanto outros do partido...

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.