Judiciário

Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019, 09h:31 | Atualizado: 18/04/2019, 09h:48

JUSTIÇA ELEITORAL

Advogados disputam vaga do TRE - lista

O presidente do Tribunal de Justiça Carlos Alberto Alves da Rocha deferiu 13 candidaturas para juristas interessados no cargo de juiz-membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).  A vaga será aberta com a saída do jurista Ricardo Almeida, atualmente juiz-membro titular do colegiado.

Rodinei Crescêncio/montagem

Ronim�rcio Naves,  Jackson Francisco Coleta Coutinho, Huendel Rolim e William Khalil

Ronimárcio Naves, Jackson Francisco Coleta Coutinho, Huendel Rolim e William Khalil

O TRE-MT tem duas vagas para advogados, que exercem o cargo por dois anos. A outra era ocupada por Ulysses Rabaneda até meados de março e também deverá ser preenchida pelo Tribunal de Justiça – Rabaneda pode se candidatar à recondução ao cargo.

Para a vaga de Ricardo foram aceitas as inscrições de Francisco Eduardo Torres Esgaib, Ronimárcio Naves, Marcelo Joventino Coelho, William Khalil, Luis Otávio Trovo Marques de Souza, Andréa Oliveira de Souza, Delci Baleeiro Souza, Jackson Francisco Coleta Coutinho, Huendel Rolim Wender, Samuel Franco Dalia Junior, Flávio Alexandre Martins Bertin, Divanir Marcelo De Pieri e Raphael de Freitas Arantes.

Entre os candidatos, Jackson Coutinho é juiz-membro substituto atualmente e vem ocupando o assento deixado por Rabaneda nos julgamentos.

O Pleno do Tribunal de Justiça irá selecionar uma lista tríplice para que seja enviada ao TRE-MT. Este, por sua vez, encaminha os escolhidos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo que a escolha final será do presidente da República Jair Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Fã | Domingo, 21 de Abril de 2019, 06h52
    0
    0

    Tem de ser advogado de delator para ocupar a vaga? kkkk...

  • Jésus Barra do Garças | Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019, 18h15
    8
    0

    outra mamata com o nosso dinheiro

  • Analista Politico | Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019, 14h07
    11
    1

    Isso é uma anomalia criada pela CF. Quer ser Juiz que vá sentar a bunda na cadeira e estudar. Juiz, faz-me rir. Juiz é quem presta concurso publico.

Matéria(s) relacionada(s):

Câmara adia o parecer sobre denúncia

felipe wellaton curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão, assinou a Resolução número 16, na última terça (21), prorrogando por mais 30 dias o prazo para definir um parecer sobre a representação do servidor público Valmir Molina contra o vereador Felipe Wellaton...

Pacto descumprido à saúde e denúncia

Pedro Taques curtinha   O governador Mauro ingressou com representação junto ao TCE, com pedido de medida cautelar, contra o antecessor Pedro Taques (foto) e o ex-secretário de Saúde Luiz Soares, apontando supostas irregularidades na concessão de R$ 82 milhões do Fundo Estadual de Saúde para...

Ex terá de restituir erário em R$ 11 mil

gisely ex julio pinheiro curtinha   O Tribunal de Contas do Estado manteve, em decisão desta semana, a sanção aplicada à Gisely Carolina Lacerda Pinheiro (foto), viúva do ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Júlio Pinheiro, que faleceu em junho de 2016. Julgada à revelia, já que foi...

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.