Judiciário

Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 09h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

JUDICIÁRIO

AGU ingressa com recurso contra retorno de magistrados

   A Advocacia Geral da União (AGU) ingressou com um agravo regimental junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a liminar concedida pelo ministro Celso de Mello que autorizou a volta de 10 magistrados aposentados compulsoriamente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em fevereiro deste ano, conforme reportagem do jornal A Gazeta desta terça (17).

   Eles foram punidos sob a acusação de desvio de dinheiro do Judiciário por meio de recebimento indevido de créditos para salvar uma cooperativa de crédito ligada a uma entidade maçônica. Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos seja superior a R$ 1,5 milhão.

   O recurso deve ser aprecisado no final de agosto ou início de setembro, que o ministro Celso de Mello, relator dos mandados de segurança impetrado pelos magistrados mato-grossenses, se licenciou das atividades na Suprema Corte durante todo o mês de agosto para submeter-se a um procedimento cirúrgico nos olhos.

   Até lá, os desembargadores José Ferreira Leite, Mariano Travassos e José Tadeu Cury, e os juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, ex-presidente da Associação de Magistrados do Estado (Amam-MT), Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, filho de Ferreira Leite, Juanita Cruz Clait Duarte (filha do ex-presidente do TJ, desembargador Wandir Clait Duarte - já falecido), Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas permanecem nos cargos.

   Eles foram denunciados em 2008 pelo então corregedor de Justiça, desembargador Orlando Perri, pelo desvio de cerca de R$ 1,5 milhão dos cofres do Judiciário mato-grossense. Ferreira Leite era o Grão-Mestre da entidade maçonica em 2003, período em que também era o presidente do TJ. Naquele ano, a maçonaria montou uma cooperativa de crédito em parceria com a Cooperativa de Crédito Rural do Pantanal Sicoob Pantanal. A Cooperativa quebrou em novembro de 2004, quando teria surgido o esquema. Os créditos eram concedidos aos juízes, que os repassavam à Grande Oriente.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • petronilia | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 00h38
    0
    0

    petronilia, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Willian | Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 17h38
    0
    0

    O MPE se quer fez uma representação assegurando aos mato-grosseses a segurança e imparcialidade jurídica que tanto buscamos nesse Tribunal, o qual não faz jus a qulquer expressão de elogios. TJ/MPE farinha do mesmo saco???

  • João | Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 17h10
    0
    0

    Na verdade o que está por trás da decisão do ministro do STF é uma disputa institucional de poder com o CNJ. O Brasil ainda não é uma república, as decisões são meramente corporativas. Para resumir, o STF teme perder espaço e poder para o Conselho Nacional de Justiça, por isso a decisão absurda e a conivencia com esses juizes corruptos do MT. O CNJ deveria intervir nos concursos para ingresso na magistratura estadual. tanto no MT, como nos demais estados do Brasil a regra é o nepotismo.

  • CARLÃO | Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 15h27
    0
    0

    É UMA VERGONHA O RETORNO DESSES MAGISTRADOS. ELES DEVIAM ESTÁ NA CADEIA, POIS ROUBARAM OS COFRES PÚBLICOS DO TJ. TANTAS PESSOAS ESTÃO PRESAS MUITAS VEZES POR PEQUENOS FURTOS. ELES COMO MAGISTRADOS DEVIAM SEREM EXEMPLOS. NÃO À CORRUPÇÃO. O MINISTRO DO STF DEVIA ESTÁ DE FORA DE SI QUANDO DEU A LIMINAR PARA ESSES CORRUPTOS.

  • Paulo | Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 13h42
    0
    0

    A LIMINAR ESTA COM OS DIAS CONTADOS. APROVEITEM MAGISTRADOS O MOMENTÂNEO RETORNO AO PODER.

  • Viviane | Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 11h24
    0
    0

    O que dizer sobre esta notícia? "Parece" que vivemos num país onde um magistrado (juiz) pode tudo, inclusive permanecer no cargo mesmo sem comprovar que não participou de tais absurdos - então já sabem pessoal: ladrão que queira se dar bem, primeiro passo: ocupar um cargo de juiz. Que vergonha para os juízes que são honestos!(será que tem?)

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...