Judiciário

Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2019, 14h:39 | Atualizado: 25/02/2019, 14h:57

NOVELA DO TCE

AL recorre para garantir posse de Maluf, mas Botelho não concorda e manda retirar

JLSiqueira

Eduardo Botelho

Eduardo Botelho durante sessão; presidente manda Procuradoria do Legislativo retirar recurso no TJ, até que Colégio de Líderes seja consultado

O Tribunal de Justiça (TJ) recebeu hoje (25) recurso protocolado pela Assembleia  questionando a decisão liminar proferida pela Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular da Capital, impedindo a nomeação e posse do deputado Guilherme Maluf (PSDB) no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas (TCE). O pedido estava  sendo processado internamente para ser encaminhado ao presidente, desembargador Carlos Alberto da Rocha.

 Entretanto, o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM) mandou retirar o recurso, uma vez que o recurso foi protocolado sem o aval dos 24 parlamentares. O democrata afirma que  qualquer medida só será proposta após terça (26), quando irá consulta a Mesa Diretora a o Colégio de Líderes.

apurou que  se depender de Botelho, o Legislativo não apresentará recurso. O argumento do democrata é  que cabe ao próprio Maluf recorrer, já que a Assembleia cumpriu seu papel e agora a nomeação e o termo de posse são de responsabilidade do governador Mauro Mendes (DEM) e do TCE, respectivamente.

O recurso elaborado pela Procuradoria da Assembleia, assinado pelo procurador-geral Grhegory Maia, alega que o Legislativo é pólo passivo da ação, porque a escolha contou com a participação dos 24 deputados estaduais. Lembra ainda que o processo foi transparente e televisionado. Argumenta ainda que o recurso não é defesa individual de um parlamentar, mas defesa de “ato do Legislativo e seus pressupostos”.

Maluf ainda não recorreu da decisão. A assessoria do tucano  informa que ele sequer foi notificado da decisão judicial impedindo sua posse no TCE.

Decisão

O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular, proibiu a nomeação e posse de Maluf no TCE. A decisão atende ao pedido dos promotores de Justiça Clóvis de Almeida Júnior e Audrey Ility, do Ministério Público Estadual (MPE).

Maluf foi escolhido pela Assembleia no dia 21, após análise do Colégio de Líderes e sabatina em plenário. Já a ação foi proposta no início da tarde da última sexta (22). O projeto de resolução com a decisão do Legislativo foi publicada ainda na quinta, sendo encaminhado para o governador Mauro Mendes (DEM), responsável pela nomeação. O rito final seria a posse pelo presidente do TCE, conselheiro Domingos Neto.

Na ação, os promotores argumentaram que o parlamentar não preenche os requisitos constitucionais para ocupar uma vaga na corte de contas. Lembram que Maluf se tornou réu por organização criminosa, corrupção passiva e obstrução de Justiça por decisão do Pleno do Tribunal de Justiça, por unanimidade, tendo nove votos favoráveis ao afastamento do cargo. O deputado escapou de ser afastado por voto de minerva do presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto da Rocha, após empate em nove a nove.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Terça-Feira, 26 de Fevereiro de 2019, 08h30
    2
    0

    POXA!!!!QUE TANTA INSISTÊNCIA dessa CASA DO POVO!!! FICA O QUESTIONAMENTO >>>>O que levará em troca, de persistir em levar para o TCE , uma pessoa que não tenha REPUTAÇÃO ILIBADA??( SEGUNDO A JUSTIÇA)...Fica claro o corporativismo enraizado nessa CASA... TA NA HORA DE ACABAR COM ESSES DESMANDOS.....Fim de papo

  • Joseph | Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2019, 16h27
    4
    3

    Retifiquem aí. O Recurso é Apto e está Valendo. Não houve ordem nenhuma desistencia.

  • Maria | Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2019, 15h36
    7
    0

    SENHORES DEPUTADOS VOCÊS ATÉ HOJE NÃO SABEM QUE É CRIME LEGISLAR EM CAUSA PRÓPRIA E QUE DEVEM RESPEITAR OS PRINCÍPIOS DA MORALIDADE E DA IMPESSOALIDADE EM SUAS VOTAÇÕES.

  • Gutemberg Abreu | Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2019, 15h10
    6
    0

    Esse assunto ainda vai longe e gera desgastes para o parlamento, para o TCE e para os envolvidos no processo, jogo de cartas marcadas!

Matéria(s) relacionada(s):

Recado do governador e a carapuça

junior fecomercio curtinha   Em comunicado oficial, o governador Mauro Mendes manda recado a alguns empresários, quando destaca que incentivos fiscais foram concedidos no passado a determinados setores de forma irregular, em troca de propina, confessada, inclusive, em delação premiada. O recado tem endereço certo:...

Elogios ao prefeito e à primeira-dama

julio campos curtinha   O ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito várzea-grandense Júlio Campos (foto), um dos líderes do DEM, partido do governador Mauro, disse nesta quarta, em visita à sede do Rdnews, que é preciso reconhecer que o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro está fazendo uma...

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.