Judiciário

Quinta-Feira, 22 de Maio de 2014, 10h:40 | Atualizado: 22/05/2014, 16h:25

Ararath

Alencar se debruça sobre processo e não comenta suposta venda de vaga


De Barra do Garças

Alvo da Operação Ararath, o ex-conselheiro do TCE, Alencar Soares preferiu silenciar diante das citações da suposta negociação relatada por Júnior Mendonça, que seria o pivô de um esquema criminoso de lavagem de dinheiro e que aceitou contar como funcionava as articulações por meio de delação premiada. Um dia após ter a casa revirada por agentes federais, Alencar Soares veio à Capital onde se debruça sobre o conteúdo das investigações que o colocam como o protagonista de um suposto esquema de venda de sentenças no Estado. Alencar não atendeu as ligações do Rdnews, porém, seu filho, o empresário Leandro Soares, informou que o ex-conselheiro estaria se "inteirando" dos fatos para, somente depois, comentar o assunto. O conselheiro Sérgio Ricardo, que teria comprado a cadeira, também preferiu não comentar o assunto.

Conforme a relatos da Procuradoria Geral da República, que constam na decisão do ministro Dias Toffoli, que determinou a deflagração da 5ª etapa da Operação Ararath, o cobiçado cargo de conselheiro do TCE teria custado ao ex-deputado estadual Sérgio Ricardo, R$ 4 milhões, dinheiro este repassado ao conselheiro aposentado.

Nesta terça (20), o conteúdo do inquérito vazou depois que a PF realizou a 5ª fase da Operação, que resultou na expedição de mandados de busca, apreensão e prisão de autoridades de Mato Grosso, como o deputado José Riva e o ex-secretário de Fazenda e da Casa Civil Eder Moraes. No inquérito consta citações de dois conselheiros do TCE e um ex-conselheiro, Sérgio Ricardo, Humberto Bosaipo (afastado pelo Supremo Tribunal Federal) e Alencar Soares Filho.

De acordo com depoimento do empresário Júnior Mendonça, Alencar Soares teria "recebido vantagem no montante de R$ 4 milhões para que deixasse o cargo em favor de Ricardo". Quantia igual também teria sido repassada ao ex-conselheiro por Eder para a devolução do valor que recebera do ex-deputado, conforme compromisso firmado com o governador Blairo Maggi durante viagem à África do Sul. Alencar fez parte da comitiva.

À ação da PF na residência do conselheiro aposentado repercutiu em Barra. Alencar foi por duas vezes deputado estadual e em outras duas oportunidades, concorreu sem sucesso à prefeitura da cidade, tendo, inclusive, deixado o TCE em 2012 com a pretensão de disputar pela terceira vez o cargo de prefeito.

Empréstimo para negociata de vaga no TCE foi acertado na África do Sul

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • irineu | Quinta-Feira, 22 de Maio de 2014, 15h37
    0
    0

    A cara não nega. Gente boa de..................kkkkkkkkkkkkkk

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.