Judiciário

Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 09h:47 | Atualizado: 08/11/2019, 09h:59

Após condenação de Zaqueu, Taques diz ter muito a esclarecer sobre Grampolândia

O ex-governador Pedro Taques (PSDB), apontado como mandante da Grampolândia Pantaneira, prefere não comenta a sentença contra o núcleo militar que supostamente teria atuado no esquema. O tucano justifica que não é parte do processo e, por isso, preferiu se abster de qualquer tipo de avaliação.

Reprodução

Pedro taques e zaqueu

Zaqueu Barbosa atuou como comandante da PM durante a gestão de Pedro Taques

Ao , Taques afirma que mantém seu posicionamento de querer colaborar com o Poder Judiciário e com os delegados que apuram o caso. “Continuo querendo ser ouvido desde 2017 e tenho muito a esclarecer”.

Nesta quinta (7), o juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Militar da Capital, condenou o coronel Zaqueu Barbosa a oito anos de prisão por ter conduzido o esquema de grampos ilegais e por ter movimentado tropas para ações militares de inteligência para praticarem o crime de arapongagem.

No mesmo julgamento, o coronel Evandro Lesco, ex-chefe da Casa Militar, foi absolvido e o cabo Gerson recebeu perdão judicial, por ter colaborado com o Poder Judiciário. Também responderam ao processo o tenente-coronel Januário Antonio Edwiges Batista e o coronel Ronelson Jorge de Barros, que foram absolvidos.

O ex-governador tem sido ser apontado como mandante do esquema de intercepções telefônicas ilegais em conjunto com seu primo Paulo Taques, que atuou como chefe da Casa Civil, em seu governo.

Caso seja denunciado pelo Ministério Público, após a conclusão das investigações na Polícia Civil, a defesa de Taques quer transferir o julgamento para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com o argumento de que a possível interferência dos grampos nos resultados das Eleições 2014 configura o ato como crime eleitoral, fator que abranda a pena para o tucano em eventual condenação.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Paulo | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 12h17
    0
    0

    como nesse país ninguem vai mesmo pra cadeia podem ficar tranquilos.

  • Marlon | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 10h49
    0
    0

    Que fique o exemplo para aqueles que comandam as duas policias: Subordinado, sim. Subserviente, nunca.

  • Julio Arrais | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 10h30
    0
    0

    Julio Arrais, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

"Choque" de agenda de EP e de MM

mauro mendes 400 curtinha   Prefeitos e primeiras-damas estão sendo convidados para dois eventos programados para o mesmo dia e horário, em Cuiabá. Um partiu do prefeito Emanuel Pinheiro, que entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá em 18 de novembro, às 20h, e espalhou convites para tanto gestores municipais,...

Mutirão já negociou quase R$ 40 mi

O Mutirão Fiscal Fecha Acordo do Governo de Mato Grosso, em parceria com o Judiciário, já negociou, na primeira semana, R$ 22.430 contratos, somando brutos R$ 37,7 milhões. E, com os descontos, ficaram em R$ 20,8 milhões, sendo R$ 12 milhões à vista. As negociações são feitas por meio da PGE e da Sefaz. O mutirão começou em 1º de novembro e segue até o próximo dia 29. Funciona no segundo...

Parceiros pra eventos de final de ano

emanuel pinheiro marcia 400 curtinha   Esta semana o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia, que faz trabalho social voluntário, iniciam a maratona de reuniões com empresários em busca de apoio e parcerias para realização de festas natalinas e do réveillon. A ideia é,...

Fora da disputa e elogios à prefeita

toninho domingos 400 curtinha   Irmão do ex-prefeito Murilo Domingos (já falecido), o empresário Toninho Domingos (foto), que foi vice-prefeito por duas vezes, das gestões Nereu Botelho (94/98) e Jayme Campos (2001/2004), disse neste domingo que não está animado para concorrer à sucessão em...

Troca da Secretaria-Geral por gabinete

jairo rocha 400 curtinha   Jairo Rocha (foto), que teve atuação marcante em Cuiabá nos 22 anos de militância no PT e hoje filiado ao PSB, pediu exoneração do cobiçado cargo de secretário-geral da Câmara de Cuiabá para voltar a atuar como chefe de Gabinete do vereador Marcelo...

Relator, o silêncio e Abílio na forca

marcrean santos 400   O vereador Marcrean Santos (foto), relator na Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá da representação contra o colega Abílio Brunini (PV), optou pelo silêncio. Evita revelar até o cronograma de atuação dos trabalhos. Sabe o tamanho da responsabilidade...