Judiciário

Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 10h:32 | Atualizado: 29/05/2014, 12h:25

efeito Ararath

Após escândalos, Vivaldo pede para sair da Sefaz e vai se dedicar à defesa

Rdnews

vivaldo-lopes.jpg

Vivaldo Lopes pediu demissão da Sefaz pela investigação da Operação Ararath

 

Após ter seu nome envolvido nas investigações da Operação Ararath, o secretário-adjunto do Tesouro Estadual, Vivaldo Lopes, decidiu pedir demissão do cargo na manhã de hoje (29). Ele é um dos réus na ação oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) e recebida pela Justiça Federal. 

Vivaldo atuou ao lado do ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes (PMDB), como secretário-adjunto na gestão Blairo Maggi (PR). Eles são acusados de participação em crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro.

Em nota à imprensa, ressalta que deixa a Sefaz para se dedicar à defesa e que em nenhum momento a denúncia imputa qualquer suspeita sobre sua conduta enquanto gestor público, questionando apenas transações voltadas a atividade particular.

Secretário empresta conta para Eder, vira alvo da PF e rebate investigação

“Esclareço que todas as transações questionadas, diferente do que consta na ação movida pelo MPF, foram lícitas, com entradas e saídas de valores devidamente comprovadas através de documentos contábeis, tudo a ser apresentado à Justiça Federal no momento oportuno”, diz. 

Vivaldo também é dono da Brisa Consultoria, citada no esquema investigado pela Polícia Federal. Segundo o processo, a empresa teria sido beneficiada com R$ 520 mil por meio da Globo Fomento Mercantil e Amazônia Petróleo, de propriedade do delator premiado Júnior Mendonça. 

Eder, Vivaldo e mais 2 são réus em ação da Ararath; juiz quebra sigilo

Nota

Tendo em vista denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra minha pessoa, imputando irregularidades em transações financeiras realizadas pela minha empresa, decidi, em caráter irretratável, para dedicar à minha defesa e atividades particulares, pedir demissão do cargo de Secretário-Adjunto de Fazenda do Estado de Mato Grosso.

Ressalto que a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal em nenhum momento imputa qualquer suspeita sobre minha conduta enquanto gestor público, questionando apenas transações afetas a minha atividade particular.

Esclareço que todas as transações questionadas, diferente do que consta na ação movida pelo MPF, foram lícitas, com entradas e saídas de valores devidamente comprovadas através de documentos contábeis, tudo a ser apresentado à Justiça Federal no momento oportuno.

Agradeço a confiança depositada pelo Governador Silval Barbosa em minha pessoa e no meu trabalho profissional.

Por fim, ressalto meu respeito pelo Ministério Público e pela Justiça Federal, órgãos aos quais a partir de hoje apresentarei minhas alegações defensivas, aguardando, agora no exercício de minha atividade privada, julgamento Justo e isento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 15h35
    0
    0

    a pensei que fosse dedicar ao trabalho dele, que , seria consultor? ele tem capital pra sobreviver? depois dessa operação , a gente que não tem nada haver com isso, fico me perguntando, de onde vem o dimdim capitalizado ?

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

Deputado reforça equipe com Nego

nego ramos 400 curtinha   Com larga experiência na política, Valdeny dos Santos Ramos, o popular Nego Ramos (foto), agora reforça a equipe do deputado Emanuelzinho, que, aos 25 anos hoje, é o terceiro federal mais jovem do país, e foi o terceiro mais votado nas urnas de 2018, em Mato Grosso, com 76.781 votos....

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.