Judiciário

Quarta-Feira, 28 de Maio de 2014, 08h:47 | Atualizado: 29/05/2014, 12h:27

Associação dos magistrados defende juiz e critica publicação de denúncia

 

A Associação Nacional dos Magistrados Estaduais (Anamages) emitiu nota em defesa do juiz Roberto Teixeira Seror e chamou matéria publicada pelo Rdnews, ontem (27), de sensacionalista devido a publicação de suposto envolvimento do magistrado em lobby para venda de sentença em favor do Governo, conforme informações de inquérito da Justiça Federal.

No documento envolvendo Seror, Júnior Mendonça -pivô da Operação Ararath - por meio de delação premiada, revela que o ex-secretário Eder Moraes (PMDB) pediu R$ 500 mil emprestado a fim de pagar sentença proferida em 2011 pelo Pleno do TJ no intuito de sequestrar R$ 80 milhões da Brasil Telecom destinados ao erário do Governo. Júnior informou aos agentes ter visto na imprensa a notícia sobre a recuperação do dinheiro  e questionou ao ex-secretário se os R$ 500 mil seriam usados para pagar a decisão. Eder confirmou.

Segundo a nota da Associação, a notícia é fato inverossímil, pois o juiz ainda não foi condenado no caso, não ter poder para influenciar desembargadores do TJ e pelos autos ainda não comprovarem que o valor foi entregue ao magistrado. 

A Anamages afirma que a decisão favorável ao Estado foi dada de forma imparcial, “onde valores foram penhorados para garantir o recebimento em execução fiscal movida pela Procuradoria-Geral do Estado. Portanto, o erário público, no caso, foi devidamente resguardado”. Ela chega a citar que a Brasil Telecom acionou o Conselho Nacional de Justiça para reclamar da decisão, mas a ação foi arquivada pelo juiz federal José Paulo Baltazar Júnior.

Empréstimo feito por Eder teria pago decisão para Governo obter R$ 80 mi

Nota da Anamages

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MAGISTRADOS ESTADUAIS – ANAMAGES CNPJ 04.820.032/0001-94 SEDE: SAS, Q. 4, LOTE 9/10, BL “A”, nº 30, Ed. Victoria Office Tower Salas 1131/2 e-mail: presidencia@anamages.org.br Telefone 061 8255 0222 // 061.3321 0591 DIRETAS JÁ, PARA OS TRIBUNAIS! NOTA PÚBLICA A Anamages – Associação Nacional dos Magistrados Estaduais, a propósito de notícias sensacionalistas veiculadas nos sites Olhar Direto e RD News, envolvendo o seu associado Roberto Teixeira Seror, vem a público declarar o seguinte: 1) O sagrado dever constitucional de informação e o exercício da opinião crítica dos meios de imprensa são salutares para o regime democrático de direito, no entanto, devem se pautar dentro dos limites mínimos aceitáveis, não podendo se constituir em assertivas levianas e despidas de maiores fundamentos sobre as atuações dos magistrados mato-grossenses em processos sob o crivo jurisdicional, resultantes de análise imparcial e submetida ao duplo grau de jurisdição e contraditório. 2) Desse modo, repudia-se de forma veemente a leviandade contida nas notícias “empréstimo feito por Éder teria pago decisão para Governo obter R$ 80 mi” e “Eder Moraes contraiu empréstimo de R$ 500 mil para pagar juiz em MT”, tendo em vista se tratarem de matérias desprovidas de fundamento fático verossímil. A uma porque o Tribunal Pleno não profere sentença, mas acórdãos (decisões colegiadas). A duas porque o magistrado Roberto Teixeira Seror não é membro do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e não tem poder algum para influenciar desembargadores. A três porque ao que se sabe das notícias das investigações inexiste qualquer comprovação de que algum valor tenha sido entregue a magistrado mato-grossense, não passando de conversas e assertivas entre componentes de grupo criminoso que está sob investigação pela Polícia Federal sem suporte probatório. 3) Sobre a demanda citada de forma marginal nas notícias, para o restabelecimento da verdade de forma integral, é necessário registrar que no exercício da jurisdição o magistrado Roberto Teixeira Seror atuou de forma imparcial na execução fiscal nº 991/2009 e embargos nº 629/2009, 635/2009 e 766/2009, onde valores foram penhorados para garantir o recebimento em execução fiscal movida pela Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso. Todas as decisões judiciais proferidas nos feitos mencionados foram objeto de recursos ao Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso e foram confirmadas, sendo os valores recolhidos a tempo e modo devidos aos cofres do Estado de Mato Grosso. Portanto, o erário público, no caso, foi devidamente resguardado e os valores cobrados dos devedores do fisco retornaram ao Estado de Mato Grosso que, a partir de então, é quem faria o seu aproveitamento conforme as políticas públicas aprovadas pelos seus governantes. 3) Cabe ainda registrar que, se os responsáveis legais pelos sites Olhar Direto e RD News e seus jornalistas fossem mais diligentes na busca da verdade da notícia, poderiam verificar que a executada Brasil Telecom S/A, não se conformando com as decisões jurisdicionais acima mencionadas, apresentou reclamação disciplinar no Conselho Nacional de Justiça (0006957-32.2009.2.00.0000), a qual foi arquivada por força de despacho do Juiz Federal Auxiliar no CNJ José Paulo Baltazar Júnior, referendado posteriormente pelo Corregedor Nacional de Justiça Ministro Gilson Dipp. 4) Reitera o apoio, a confiança nos juízes e desembargadores do egrégio Tribunal de Justiça, que não podem e não devem ser vilipendiados em suas honras por matérias de conteúdo jornalístico despido de fundamento verossímil ou embasadas em conversas de envolvidos supostamente na prática de crimes despidas de razoabilidade. Brasília, 27 de maio de 2.014 ANTONIO SBANO - JUIZ DE DIREITO – PRESIDENTE DA ANAMAGES

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Carlos | Sexta-Feira, 30 de Maio de 2014, 07h03
    2
    0

    O corporativismo........ ANAMAGES...... Bem sugestivo (AMAGI)

  • Pedro | Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 11h39
    1
    0

    Pedro , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao ferreira | Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 10h56
    8
    0

    Parabéns RD NEWS por nos manter informados...agora a associação dos magistrados esta na deles....se protegendo em um corporativismo vergonhoso...ou seja .."jus esperniand"

  • jenner jardin | Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 07h30
    4
    0

    A condição do mensageiro não muda uma linhada denuncia

  • domicio | Quarta-Feira, 28 de Maio de 2014, 18h31
    9
    0

    na minha opiniao este site nao esta sendo sensacionalista, mas sim passando para aqueles que leram a reportagem, segundo as investigacoes em andamento e denuncias do DELATOR.ninguem julgou , mas sim publicou aquilo que todos as midias estao ai apresentando.

  • Luciano | Quarta-Feira, 28 de Maio de 2014, 17h46
    6
    0

    Uma podridão só. Esse é o quadro dos três poderes em Mato Grosso. Infelizmente, o judiciário teria o dever de pôr ordem na baderna, mas não é isso que vemos ao longo dos anos. Escândalos de todos os tipos e o que é pior: o corporativismo é imperativo. Não apuram, não coibem, mas protegem, como protegem. Eta nóis.

  • MARCELO | Quarta-Feira, 28 de Maio de 2014, 09h15
    11
    0

    O MINISTÉRIO PUBLICO O TJ VIROU UM BALCÃO DE NEGOCIO A ASSOCIAÇÃO TA POR FORA SÓ VOCÊS QUE NÃO SABE A IMPRENSA E A POLICIA FEDERAL JUNTO COM A JUSTIÇA FEDERAL O STJ TA EQUIVOCADO MAIS DE 200 PESSOAS ENVOLVIDA NA OPERAÇÃO COMETERAM O MESMO ERRO É INCOMPOSSÍVEL TEM ALGUMA COISA ERRADA COM ESSA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADO O TICO E TECO NÃO TA FUNCIONANDO.

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

Deputado reforça equipe com Nego

nego ramos 400 curtinha   Com larga experiência na política, Valdeny dos Santos Ramos, o popular Nego Ramos (foto), agora reforça a equipe do deputado Emanuelzinho, que, aos 25 anos hoje, é o terceiro federal mais jovem do país, e foi o terceiro mais votado nas urnas de 2018, em Mato Grosso, com 76.781 votos....

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.