Judiciário

Segunda-Feira, 08 de Fevereiro de 2010, 18h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Exclusivo

Avalone ingressa com queixa-crime contra Antero


Antero de Barros e Carlos Avalone acirram conflitos no PSDB de tal modo que acusações viram processo na Justiça

   Irritado com as provocações, boicotes e acusações do ex-senador Antero Paes de Barros, o empreiteiro, suplente de deputado e ex-secretário estadual de Indústria, Comércio e Mineração do governo Dante de Oliveira, Carlos Avalone, reagiu com processo na Justiça. Ele ingressou com queixa-crime contra o colega. Tratam-se de dois líderes do PSDB do prefeito da Capital e pré-candidato a governador Wilson Santos. A briga que até então estava no campo político ganhou tamanha proporção que foi parar nos tribunais e azeda a já tensa relação entre membros da cúpula tucana. Wilson ainda tentou, sem êxito, demover Avalone da ideia de propor a ação. Temia que essa briga entre Avalone e Antero viesse a público, principalmente nesta fase de articulações políticas que marcam início da pré-campanha eleitoral.

   A queixa-crime 366/2010 foi protocolada no Juizado Especial Criminal Unificado da Capital no último dia 27, às 12h46. Curiosamente, duas horas depois, Antero, Wilson e a deputada federal Thelma de Oliveira, presidente estadual do PSDB, abriam uma reunião no Hotel Pálace com presenças de líderes nacionais, como o presidente da legenda, senador Sérgio Guerra (PE), e a também senadora Marisa Serrano (MS).

   Avalone se mostra inconformado com os ataques que tem sofrido de Antero, que começou uma campanha dentro do PSDB para desgastar ainda mais a imagem do ex-secretário. Ele propagou que se Avalone vier a ser candidato a deputado poderia manchar a chapa tucana, pois seu nome remeteria a "coisas ruins" do governo Dante, motivando questionamentos como, por exemplo, sua evolução patrimonial e a vinculação com a Operação Pacenas (Sanecap, escritório ao contrário), que resultou em 11 prisões, entre as quais do próprio Avalone, sócio da Três Irmãos, do Consórcio Cuiabano, que inclui também Gemini, Concremax, Encomind e Lúmen Engenharia.

   O juiz Mário Roberto Kono já mandou notificar Antero, que deve apresentar defesa em 10 dias. Avalone pede que a Justiça proíba o ex-senador de continuar denegrindo a sua imagem. Seu temor é de Antero usar o programa de TV que mantém diariamente na TV Cuiabá (Rede TV!) para fazer "comentários maldosos" acerca de sua possível candidatura. Avalone tenta superar o desgaste, na esperança de conquistar cadeira na Assembleia. Ele se vê mais aliviado depois do arquivamento pela própria Justiça do inquérito, que culminou em prisões, bloqueio de recursos, de bens e no embargo das obras do PAC em Cuiabá. Avalone e outros 10 ficaram presos por uma semana, sob acusação de envolvimento em fraudes nas licitações.

    Ele foi tesoureiro da campanha vitoriosa à reeleição de Dante em 98, secretário de Estado na mesma época em que Antero conduzia a Casa Civil e foi suplente da chapa do próprio Dante ao Senado em 2002. Quatro anos depois, tentou candidatura de deputado estadual. Os 13.857 votos garantiram-no a primeira-suplência pela PSDB, que elegeu dois: Guilherme Maluf e Chica Nunes, que pulou para o DEM. Avalone assumiu o posto por mais de um ano, com licenciamento de Maluf, que neste período ficou como secretário de Saúde de Cuiabá.
 

     Embora o prefeito tente atuar como bombeiro para apagar incêndio, ele apoia a investida de Antero, tudo para excluir Avalone. Nem mesmo das reuniões da Executiva o ex-secretário se vê impedido de participar. Num dos encontros a portas fechadas, Antero chegou a dizer que, se Avalone for candidato, ele (Antero) sairia até do PSDB. Acha que a candidatura do colega de legenda serviria de "munição" para os adversários atacarem o tucanato, mesmo se tratando de um processo que foi arquivado. A operação Pacenas se transformou num escândalo nacional. Foi explorado como o primeiro caso de fraudes envolvendo o tão propagado PAC do governo Lula. Cinco meses depois, Avalone, por ser o único dos envolvidos no esquema, com pretensões políticas, é o que mais sente nos ombros o "peso da Pacenas". Os demais saíram de cena.

Postar um novo comentário

Comentários (33)

  • Rui | Domingo, 21 de Fevereiro de 2010, 17h03
    0
    0

    Gustavo Oliveira, Roque Scherer. Roberto... Será que vcs são companheiros da época do Wanderléia? Bons tempos aqueles, né seu Antero!!!!

  • Dicão | Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2010, 20h05
    0
    0

    É lamentável que esses dois senhores e o PSDB não lavem suas roupas sujas entre si e venham tumultuar ainda mais a já tulmutuada justiça de MT. Está certo o MPF em não desistir da PACENAS. Essas brigas entre o Avalone e o Antero podem servir de argumentos para o Procurador Mário Avelar pedir o desarquivamento do processo e colocar de vez na cadeia essa turma que tanto fazem mal para o estado de Mato Grosso. Recentemente o CNJ disse que publicará a lista dos políticos sujos; sites como o RD News, Mídia News tem por obrigação deixar essa lista em um link de fácil acesso. Sabemos que a Justiça jamais resolverá processos crônicos que tem como réus os políticos de Mato Grosso. Agora se a população tiver acesso a essa lista suja, aí sim haverá pelo menos um limpa no cenário político e certamente Mato Grosso estará bem melhor. Imaginem que bom seria não ouvir falar mais em: Antero de Barros, Avalone, Chica Nunes, Jaime Campos, Julio Campos, José Riva, Carlos Bezerra, Lutero Ponce, Alexandre Cesar, Humberto Bosaipo, Lino Rossi, Wilson Santos, entre outros.

  • GUSTAVO OLIVEIRA | Domingo, 14 de Fevereiro de 2010, 02h07
    0
    0

    Sr. Antero, sua sutileza ensinam muito aos políticos bem sucedidos, vc é um exemplo, sua personagem é uma mostra de como não se faz política dentro do grupo, fogo "amigo", quanto mais se aniquila os companheiros melhor pra oposição! Não me admiro a situação do Wilson Santos, tendo um companheiro como vc ele vai longe, mais bem longe da política, Sr. Antero vc passou do tempo, e esta fazendo um grande favor, esta afundando o Avalone junto com vc! Quem será o próximo? Será o Wilson..... Será que a crise que ele arrumou na odontologia foi por seus conselhos? Deve ter sido, quem rompe compromissos feitos só podem ser políticos querendo sair da vida publica, como vc saiu! OS CIRURGIÕES DENTISTAS QUEREM O QUE FOI COMBINADO!!!

  • francisco | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 20h28
    0
    0

    Porque vc antero não fala do seu amigo zé rosa ,o zé rosa praticamente esta todo dia na sua agencia né, o zé vai ser o coordenador juridico da sua campanha e do wilson santos. que eu saiba o seu amigo zé que comando a licitação do pac, junto com o prefeito, o prefeito esta fazendo de besta de não entendido.

  • Manoel Portugal | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 17h48
    0
    0

    O Anterinho, como é conhecido aqui em Poconé, tá cutucando onça com vara curta, como diz o pantaneiro. Se o Avalone abriar a boca, e falar tudo que sabe sobre o esquema desmontado pela Federal, e dizer a mando de quem o senhor procurador da Prefeitura de Cuiabá falava, o caldo vai entornar.

  • Roque Scherer | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 14h29
    0
    0

    Quanta vergonha.Isso que esses caras (de pau!) são do mesmo partido! E enquanto isso....o prefeito pinóquio leva o tragico titulo do prefeito com o menor porcentual de execussão do PAC de todas as capitais. Abre o olho povo de MT! Chega de conversas e de incompetencia.

  • LANDO | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 13h53
    0
    0

    LANDO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • RONALDO | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 12h52
    0
    0

    AGUARDA Q1UE A QUALQUER MOMENTO VAI EXPLUDIR UMA OUTRA BRIGA DENTRO DO PARTIDO ARTICULADA PELO ANTERO JUNTO COM VEREADORES QUE VAI ACABAR DE PREJUDICAR O GALINHO " ARTICULAÇÃO DO PRESIDENTE DO COMITÊ DA MALDADE."

  • Marcio | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 11h20
    0
    0

    Marcio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rodrigo Cuiabano | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2010, 10h46
    0
    0

    NÃO SE ENGANEM NÃO, QUANDO CHEGAR AS ELEIÇÕES UM VAI ESTAR NO PALANQUE DO OUTRO PEDIDO VOTO.

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...