Judiciário

Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 13h:04 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Tribunal de Justiça

CNJ determina pagamento aos servidores e Travassos diz que vai cumprir orientações

Mariano Travassos   Após perder a queda-de-braço com os servidores do Tribunal de Justiça, o presidente do órgão, desembargador Mariano Travassos, disse que vai cumprir as 10 recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) referentes ao pagamento dos subsídios dos funcionários, em conformidade com o novo Sistema de Desenvolvimento de Carreiras e Remuneração (SDCR) do Judiciário. “Todas as orientações estão sendo seguidas. Está tudo dentro da normalidade”, assegura Travassos.

   Criado na gestão do ex-presidente Paulo Lessa e com previsão para ser implantado em 2009, primeiro ano de gestão de Travassos, o SDCR foi alvo de disputas no CNJ entre servidores e a presidência. Ao final, os conselheiros do órgão determinaram que Travassos libere o pagamento dos benefício.

   Com a vitória, os servidores encerraram a greve de 31 dias. Antes, porém, negociaram com o presidente a liberação de acréscimo salarial de 16,66% a partir de janeiro. Em contrapartida, terão de cumprir uma hora a mais de expediente. Em maio, Travassos começará a quitar as perdas salariais previstas em lei, estipuladas em 7%. Já em junho, os servidores recebem novo acréscimo de 16,66%. Estima-se que 660 servidores serão contemplados com a incorporação salarial após mais de cinco anos em cargos DAS.

   Apesar dos embates, Travassos avalia que 2009 foi um ano extremamente positivo. Entre as principais ações do primeiro ano de gestão, ele destaca a reforma dos fóruns do interior, cursos de capacitação de servidores e juízes e, até mesmo, o reajuste salarial dos funcionários. “Estamos dando seguimento a um trabalho altamente positivo”, avalia.

   Na última quinzena de dezembro, ele também implantou um comitê gestor para fazer, em no máximo 60 dias, as adequações previstas no SDCR. Estima-se que serão necessários R$ 200 milhões para a implantação do novo sistema. Por determinação do CNJ, Travassos também terá de pagar a verba pecuniária referente a licenças-prêmio e férias.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • MARIA EDUARDA | Sexta-Feira, 29 de Janeiro de 2010, 10h41
    0
    0

    ESSE PRESIDENTE DO TJ MARIANO TRAVASSOS ELE NÃO CUMPRIU O QUE O CNJ DETERMINOU. O SALÁRIO DE JANEIRO JÁ SAIU E VEIO SEM NENHUM AUMENTO. ELE ESTÁ QUERENDO PAGAR EM FOLHA SUPLEMENTAR SOMENTE OS INCORPORADOS QUE GANHAM MAIS DE DEZ MIL REAIS E A MAIORIA SÃO PARENTES DE JUIZES. OS SERVIDORES QUE TEM MAIS TEMPO DE SERVIÇOS E GANHAM MENOS SÓ DEUS SABE QUANDO IRÃO RECEBER. ELE MARIANO MERECE SER EXPULSO COMO PRESIDENTE DO TJ.

  • elena | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 18h59
    0
    0

    E de mais a mais Marcilio, me referi também ao pagamento de dezembro que saiu em janeiro, como mencionei e vc ratificou, porém não veio a correção ou o seu salario de dezembro é processado em janeiro e vc recebe em fevereiro, difernete dos demais????

  • elena | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 18h39
    0
    0

    Carisssissimo colega Marcílio, quanto a participaçao na greve ou não isto não vem ao caso, apesar de que estive participando TODOS os dias e vc não sei, porque nunca fiquei sabendo de sua existência, talves porque fosse insignificante, inexpreciva a sua presença, porém o fato das conquistas resultantes da greve fundiu-se na decisao do CNJ estampada no comentário que fiz acima. Gostaria de ter o parecer do que falei, afirmando ou retificando, por servidor que realmente participou da greve porque lá estavam colegas educados, comprometidos, sinceros os quais tive prazer de colecê-los e, com certeza, ao se manifestar, não seria tão grosso e arrogante como Vossa Excelência. Tá ai em seu comentario provado, que vc é dos que se considera "funcionário público".

  • marcilio da silva seba | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 15h32
    0
    0

    Cara colega Helena você demostrou que foi uma servidora que não participou do movimento grevista, lêia um pouco mais a respeito do que foi conquistado, quanto ao pagamento dos passivos foi determinado pelo CNJ o prazo de 60 dias,quanto a correção das folhas é partir do pagamento da folha de dezembro e do décimo terceiro, ou seja apartir de janeiro, quer saber um pouco mais, lêia um pouco mais.

  • Helena | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 14h07
    0
    0

    Ou a materia está com datas de pagamento distorcidas ou o que foi repassado pelo SINJUSMAT foi engodo. Pelo que foi acertado e repassado aos servidores na última reunião pelo o Rosenwal na frente do fórum, dia 17/12/2009 era que 16,66% seria no salário de janeiro e 16,66 em junho. A diferença CONFISCADA pelo Tj, de Janeiro a novembro, seria pago ATÉ em 60 dias. O pagamento daS verbas atrasadas inclusive URV, SERIA PAGO TÃO LOGO FOSSE JULGADO PELO CNJ, a ação que pelo então presidente do TJ, foi sucitado dúvidas quanto ao pagamento de verbas a juízes e alguns servidores no final da gestão Lessa.(Que pelo conversado com o Corregedor Gilson Dipp, esta possivelmente seria julgada mês 02/2010). Que seria refeitas pelo TJ, as folhas de pagamento a apartir de novembro de 2007 até novembro 2009 e a diferença paga em 60 dias. Quanto a folha de dezembro, esta JÁ SERIA CONFECCIONADA com o salário corrigido das dirtorções e paga, O QUE NÃO ACONTECEU. POR FAVOR CAROS COLEGAS ME ESCLAREÇAM: SERÁ QUE ME ENGANEI????? SERÁ TRAPAÇA???

Romoaldo, prescrição e elegibilidade

romoaldo junior 400 curtinha   Assim como Wilson Santos, o deputado Romoaldo Júnior (foto) assegura que hoje também está elegível porque uma condenação de dois anos e três meses de prisão, inclusive com perda do mandato, acabou prescrita. Ele disse que ainda não sabe se disputará...

Juca quer ex-deputado no Gabinete

roberto nunes 400   O presidente do Legislativo cuiabano, vereador Juca do Guaraná, disse que irá convidar o ex-vereador, ex-vice-prefeito e ex-deputado estadual Roberto Nunes (foto) para assumir a Chefia de Gabinete da Presidência. Enfatiza que Roberto é bem articulado politicamente, tem habilidade e experiência e,...

Governo "desmama" senador do Dnit

wellington fagundes 400   O Governo Bolsonaro conseguiu, enfim, "desmamar" Wellington Fagundes (foto) do Dnit. Há décadas, entra e sai governo e o ex-deputado federal por seis mandatos (24 anos) e no cargo de senador desde 2015 vinha indicando apadrinhados no cargo de superintendente regional do Dnit em MT. O último foi Orlando...

Ex-deputado demitido de assessoria

luiz soares 400   O ex-deputado Luiz Soares (foto), hoje com 63 anos, foi exonerado do cargo de assessor parlamentar do contemporâneo Wilson Santos. Ganhava quase R$ 10 mil brutos. Estava lotado no gabinete do deputado tucano havia quase dois anos. Soares é pensionista do extinto Fundo de Assistência Parlamentar, ganhando...

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.