Judiciário

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 15h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Com parecer do MPF, CNJ vai julgar processo de Ferreira Leite

Desembargador José Ferreira Leite    Relator do processo administrativo-disciplinar instaurado pelo Conselho Nacional de Justiça contra 10 magistrados mato-grossenses, o ministro Ives Gandra determinou nesta terça (12) que a Procuradoria-Geral da República se posicione, por meio de parecer ministerial, sobre as investigações. O processo corre em segredo de Justiça e está na fase de instrução.

   Ao apreciar os autos, o procurador responsável pode solicitar novos depoimentos e diligências, bem como emitir um parecer sobre a procedência ou não das investigações. Em seguida, o processo retorna para o relator, que pode acatar ou não as orientações do Ministério Público Federal (MPF). Caso não haja necessidade de novos procedimentos, Gandra deve formular o voto e incluir o processo na pauta de votação para que seja apreciado pelo pleno. A primeira sessão do CNJ de 2010 está marcada para o próximo dia 26, mas a pauta só será divulgada em 21 de janeiro.

   O processo administrativo disciplinar apura a denúncia de pagamentos indevidos na gestão do desembargador José Ferreira Leite, ex-presidente do Tribunal de Justiça. Magistrados poderão ser afastados dos cargos, segundo o presidente do CNJ, ministro mato-grossense Gilmar Mendes. A denúncia foi enviada ao CNJ em 2008, pelo então corregedor-geral do TJ, desembargador Orlando Perri. Há indícios de desvios de verbas e materiais na construção do Fórum de Cuiabá e favorecimento em licitação e tráfico de influência envolvendo desembargadores.

   Dentre os magistrados mato-grossenses investigados, estão, além de Ferreira Leite, os desembargadores José Tadeu Cury e o atual presidente do Tribunal, desembargador Mariano Travassos, e os juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, ex-presidente da Associação de Magistrados do Estado (Amam-MT), Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, filho de Ferreira Leite, Juanita Cruz Clait Duarte (filha do ex-presidente do TJ desembargador Wandir Clait Duarte - já falecido), Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas.

   De acordo com o relatório da auditoria contratada pelo ex-presidente Paulo Lessa, o desembargador Ferreira Leite recebeu três parcelas de pagamentos irregulares, sendo uma de R$ 22,1 mil, outra de R$ 291,3 mil e, a última, de R$ 23,2 mil. O juiz Irênio foi contemplado com quatro parcelas (R$ 61,7 mil; R$ 65,5 mil; R$ 5 mil e R$ 18,2 mil). Marcos Aurélio teria se beneficiado com duas parcelas (R$ 139,3 mil e R$ 15,7 mil). Antonio Horácio obteve duas, uma de R$ 28 mil e outra de R$ 54,7 mil. Já Marcelo Souza de Barros recebeu uma única parcela de R$ 237,3 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • tiziu | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2010, 07h47
    0
    0

    E assim caminha a humanidade numa terra de poucas leis. Não disse sem leis haja vista que ainda há magistrados que nos dá orgulho. O que me dá tristeza é o fato dos serventuários ter que buscar via greve e do CNJ seus direitos. De repente ganharam mas não levaram, por birra e/ou capricho de dois ou três que comandam o TJ/MT. A promessa de solução do impasse estava prevista para o início de fevereiro/2010, agora, com a dilação do prazo só Deus sabe quando. Eta Justiça injusta. Se quer respeitam os direitos dos seus.

  • fidel | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 08h45
    0
    0

    Essa é a pior geração de magistrados da história de Mato Grosso.Estamos indignados com os acontecimentos e com os lobistas que desfilam no judiciário .

  • edu bitaqe | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 20h10
    0
    0

    As pessoas jogam pedra porque é facil o dificil é desviar delas, pois ninguem vee a versao do outro lado né?

  • ROBERTO CARLOS | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 19h16
    0
    0

    POR QUE NESTA MATÉRIA NÃO SAIU TAMBÉM, O POSICIONAMENTO JURÍDICO ENVOLVENDO ESTE EX-PRESIDENTE DO TJ/MT, COM O SICOOB PANTANAL EM POCONÉ. VAMOS APURAR E DIVULGAR TAMBÉM ESTES FATOS QUE PROCEDEM DA MESMA FORMA QUE ESTA ELENCADAS NESTA BELÍSSIMA MATÉRIA DESTE PORTAL. O POVO POCONEANO QUE ACHAR E PUNIR OS RESPONSÁVEIS PELO ROMBO DA COOPERATIVA.

  • eduardo marrom bombom | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 15h40
    0
    0

    acho q vai dar uma pizza a moda da casa.

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

MAIS LIDAS