Judiciário

Domingo, 25 de Setembro de 2011, 11h:55 | Atualizado: 25/09/2011, 15h:41

Justiça Eleitoral

Com vacância de 3 cadeiras no Pleno, TRE redistribui processos

     Com o desfalque de três membros e a indefinição de quando eles serão substituídos, o presidente do TRE, desembargador Rui Ramos, assinou uma resolução que redistribui os processos que estavam sob relatoria do ex-juiz membro Samir Hammoud, que deixou o pleno após o término de seu biênio, ainda no primeiro semestre deste ano. A medida foi adotada para dar mais celeridade aos casos e evitar que eles ficassem mais tempo sem respostas.

     Ao todo, 127 processos foram divididos entre cinco membros do pleno: o desembargador Luiz Ferreira da Silva, que substitui o vice-presidente e corregedor Gerson Ferreira Paes, em férias, o juiz federal substituto Pedro Francisco da Silva, atuando na vaga do titular Rodrigo Navarro, em licença do cargo, os juizes de direito Sebastião de Arruda e Jorge Luiz Tadeu Rodrigues e o jurista Samuel Franco Dalia Junior.

     A divisão foi realizada por um sistema eletrônico próprio da Justiça Eleitoral que distribui os processos por sorteio, levando em consideração o tempo de atuação de cada membro na corte. Dessa forma, Pedro Francisco, que assumiu o cargo há pouco mais de um mês, recebeu 41 casos, quase o dobro que a maioria dos demais. Já Dalia Junior, que tem pela frente mais 9 meses de atuação no TRE até o fim de seu biênio, ficou apenas com 16. A redistribuição, no entanto, ainda não está totalmente concluída, podendo haver alterações nesses números.

     Por meio da assessoria, Ramos afirma ter solicitado urgência e transparência no procedimento, para evitar especulações de que pudesse haver qualquer direcionamento dos casos para os futuros relatores. Apesar do cuidado, Hammoud não estava responsável por nenhum dos processos mais polêmicos que tramitam no TRE, como os que envolvem o governador Silval Barbosa (PMDB) e podem resultar em perda de mandato.

     As denúncias, feitas pela coligação Mato Grosso Muito Mais, que lançou, sem sucesso, a candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB) ao Governo no ano passado, estão sob relatoria da corregedoria. Elas dão conta de que Silval teria supostamente usado a estrutura da Empaer para favorecer sua reeleição em 2010. O caso corre sob segredo de Justiça.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

PT, ensaio e chapa branca em Tangará

welton tangar� 400 curtinha   O PT, que já teve os vice-prefeitos José Jaconias e Zé Pequeno, estuda nem disputar a eleição majoritária em Tangará da Serra. Chegou a ensaiar uma pré-candidatura, mas parou no meio do caminho. Internamente, o partido discute lançar o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.