Judiciário

Quinta-Feira, 27 de Maio de 2010, 07h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Comissão criada para apurar venda de decisões é suspensa

   Os trabalhos da comissão criada para investigar suposta venda de sentenças no Tribunal de Justiça foram suspensos. Os membros decidiram paralisar as atividades sob argumento de que as investigações do Superior Tribunal de Justiça encontram-se em estágio bastante avançado, enquanto eles precisariam iniciar da “estaca zero”. Os desembargadores Guiomar Teodoro Borges, presidente da comissão, Maria Helena Gargaglione Povoas e Alberto Ferreira de Souza, membros, argumentam que a atuação deles poderia incorrer em “risco de atuação paralela ou duplicidade de ações”. Preferem então, aguardar o término das investigações, que são conduzidas pela ministra do STJ Nanci Andrigy.

  A comissão interna do TJ foi criada em 19 de março e tinha como missão a identificação de suposto esquema de venda de sentenças no Poder Judiciário, identificando os supostos servidores envolvidos, políticos, lobistas e magistrados - veja aqui. Caso houvesse comprovação do envolvimento de juízes e desembargadores, o relatório deveria ser remetido pelo presidente José Silvério Gomes ao próprio STJ, a quem compete investigar neste caso. Entretanto, diante da deflagração da Operação Asafe no último dia 18, os membros da comissão decidiram aguardar o relatório final a ser expedido por Nanci.

   Na oportunidade foram presos a advogada e a esposa do desembargador aposentado pelo CNJ Célia Cury, além do assessor dele Alessandro Jacarandá, o advogado e ex-prefeito de Alto Paraguai Alcenor Alves de Souza, Ivone Reis Siqueira, que é apontada como lobista e os advogados Santos de Souza Ribeiro, Rodrigo Vieira, Max Weizer Mendonça, além do genro de Cury, Cláudio Emanuel Camargo. As investigações, que os levaram à prisão temporária, são conduzidas pela instância superior desde 2007 e o processo contém denúncias gravíssimas, que comprometem juízes, desembargadores e advogados. Eles atuariam em um esquema de venda de sentença, tráfico de influência e de advocacia administrativa.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • raul gazolla | Quinta-Feira, 27 de Maio de 2010, 11h19
    0
    0

    O BOM ADVOGADO CONHECI LEI O MELHOR O JUIZ PARABENS PELO TRABALHO POLICIA FEDERAL MAS EM VÃO TEM QU ECOLOCAR O EXERCITO P ESSAS BANDIDAGEM

  • Juarense | Quinta-Feira, 27 de Maio de 2010, 09h44
    0
    0

    Não estando querendo cortar da própria carne. Êta corporativismo.

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.