Judiciário

Sábado, 20 de Outubro de 2018, 10h:20 | Atualizado: 20/10/2018, 10h:24

Dono da Consignum diz que ver nome em delação de empresário causa indignação

Tarso Nunes

Willian Paulo Mischur

Willian Paulo Mischur, dono da empresa Consignum, no momento em que chega à Delegacia Fazendária em 2016

O proprietário da empresa Consignum, Willians Mischur, por meio de nota, afirma que causa estranheza e indignação o surgimento de seu nome na delação premiada do empresário Alan Malouf. Mischur nega a negociação e afirma ainda que a verdade prevalecerá.

Na delação, Mischur teria doado R$ 900 mil à campanha eleitoral do governador Pedro Taques (PSDB) ainda em 2014. O objetivo era garantir a continuidade do contrato com o Estado para oferta de empréstimos consignados aos servidores do Executivo.

O dono da Consignum afirma que jamais tratou de qualquer acordo com ninguém ligado ao governador, tanto que logo que Taques assumiu o Palácio Paiaguás, o contrato com sua empresa acabou e não foi prorrogado. “O maior patrimônio que tenho é o meu nome. Fui obrigado a ceder às exigências do Governo Silval, mesmo não recebendo qualquer valor do Estado e, no governo Taques, perdi o convênio e minha empresa sofreu as consequências", diz trecho da nota.

Segundo a delação, a doação teria sido feita após Taques ter conhecimento do esquema na secretaria estadual de Gestão (Seges) em que Willians Mischur pagava propina ao ex-governador Silval Barbosa (ex-MDB, hoje sem partido) com valores entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão. O governador nega qualquer irregularidade.

 A manutenção do esquema teria sido intermediada pelo ex-chefe da Casa Civil Paulo Taques, que é primo do governador e coordenou a campanha em 2014. Neste caso, Alan Malouf não teria tomado parte da negociação. Apenas ficou sabendo que Mischur repassou R$ 900 mil através de Paulo Taques.

 A delação diz que teriam sido pagos R$ 500 mil em espécie a Paulo Taques e R$ 400 mil por meio de cheques, que foram entregues por Paulo Taques a Dozinete Aguilera Castrillon, que fez a doação oficial em nome de sua empresa, a Aguilera Auto Peças Ltda.

Sodoma

A propina da Consignum a Silval foi alvo da Operação Sodoma II e Mischur chegou a ser preso. O empresário fez acordo judicial e devolveu dinheiro ao Estado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

Sem chance para ser desembargador

pio da silva curtinha 400   Pio da Silva (foto) é um advogado que não desiste nunca. Age no meio jurídico como aquele candidato insistente que faz questão de concorrer a cargo eletivo em toda eleição, mesmo sabendo da chance mínima de êxito nas urnas. Pio já se tornou um "eterno"...

Delação de Riva tira apoios à Janaina

max russi 400 curtinha   A delação de José Riva, que deve complicar a vida de vários ex-deputados e alguns dos atuais, dificultou a entrada da filha, deputada Janaina Riva, como primeira-secretária da futura Mesa, que será eleita na próxima semana, com Botelho na presidência pela terceira vez....

Wallace, calendário eleitoral e disputa

wallace 400 curtinha   Cassado em maio de 2015 por gastos ilícitos na campanha, após dois anos e quatro meses de mandato, o ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (foto), do PV, está torcendo pelo adiamento da data das eleições. Com ganho de mais tempo, ele acredita que consiga obter ...

Rossato desiste; Lafin livre à reeleição

ari lafin curtinha 400 sorriso   Depois de ensaiar e travar discussões com seu grupo político, o empresário e ex-prefeito de Sorriso, a cidade conhecida como capital nacional do agronegócio, Dilceu Rossato decidiu não disputar a sucessão municipal neste ano. Com isso, o caminho fica mais livre para o...

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.