Judiciário

Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 11h:23 | Atualizado: 09/01/2019, 12h:30

CAIXA 2

Desembargador nega perícia e inclusão de testemunhas de Selma e suplentes do PSL

Rdnews

Selma e Gilberto

Senadora diplomada Selma e o suplente, Gilberto Possamai, são do PSL 

O desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Pedro Sakamoto, negou pedido da defesa da senadora diplomada Selma Arruda (PSL) para que fosse feita perícia em mídias entregues pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no processo que apura possível caixa 2 na campanha dela de 2018. A futura senadora também havia pedido a substituição de testemunhas arroladas anteriormente pelo advogado Carlos Lourenço Mitsuoshi Daltro Hayashida, o que foi negado pelo desembargador.

Os pedidos foram feitos em conjunto por Selma e seus suplentes Gilberto Eglair Possamai e Cleire Fabiana Mendes, todos do PSL.

Levando-se em consideração as razões expostas pelos representados, não vislumbro a necessidade de realização de perícia técnica

Desembargador Pedro Sakamoto

“Contudo, levando-se em consideração as razões expostas pelos representados, não vislumbro a necessidade de realização de perícia técnica, notadamente porque o conteúdo contido nas mídias não evidencia a intervenção de contribuição técnica, vez que o seu teor pode ser examinado em conjunto com os demais elementos probatórios contidos nos autos, podendo ser acolhido ou rejeitado como meio de convencimento, conforme reza o art. 23, da Lei Complementar n.º 64/1990”, disse Sakamoto.

As mídias foram encaminhadas pela PRE e pelos advogados Elvis Klauk Júnior, Irajá Lacerda, Edmundo da Silva Taques Júnior e Wilson Gambogi Pinheiro Taques, responsáveis pela defesa do ex-candidato ao Senado Carlos Fávaro (PSD), em outra ação que apura possível abuso de poder econômico por parte da campanha de Selma.

Com relação às testemunhas, o desembargador destacou que deu oportunidade para que a defesa justificasse a substituição, mas não ficou “cabalmente demonstrada a relevância e pertinência” do pedido. Sakamoto citou a necessidade de dar celeridade à Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE).

O magistrado pediu ainda que seja certificado o cumprimento do pedido de quebra do sigilo bancário de Selma Arruda e Gilberto Possamai junto ao Banco Central.

Caixa 2

O caso teve início com uma ação movida pelo ex-candidato ao Senado Sebastião Carlos (Rede) por possível abuso econômico por contratação de uma agência de publicidade ao preço de R$ 1,8 milhão, em abril de 2018, antes do período eleitoral. Mais tarde, Carlos Fávaro também foi ao TRE pedir a impugnação da candidatura de Selma baseado nos mesmos fatos.

Parte dos valores teria sido pago durante a pré-campanha e não consta na prestação de contas feitas pela senadora diplomada ao TRE. A Genius At Work, agência do publicitário Júnior Brasa, teria recebido cerca de R$ 700 mil por meio de cheques assinados por Selma Arruda e Gilberto Possamai no período. A senadora diplomada nega qualquer irregularidade nos pagamentos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Critico | Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 14h01
    0
    0

    Critico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Formatura motiva vinda de diretores

A secretaria estadual de Segurança Pública esclarece, em nota acerca da Curtinha intitulada "Lobby pra permanecer adjunto", que a vinda a Cuiabá de diretores de unidades prisionais tem único objetivo de participar de formatura dos novos servidores do Sistema Penitenciário, realizado nesta quarta à noite, no ginásio Verdinho. Nega, portanto, que tenha sido para reforçar movimento pela permanência de Emanuel Flores no cargo de...

Ação "lobista" pra permanecer adjunto

emanuel flores curtinha   Em tempos de crise, o secretário-adjunto de Administração Penitenciária Emanuel Flores (foto) remanescente do Governo Taques (PSDB) e para cujo cargo foi indicado pelo coronel Siqueira Junior, preso e denunciado na “grampolândia”, tomou uma decisão como parte de uma...

Gisela já some da luta dos servidores

gisela curtinha   A advogada Gisela Simona (Pros), que teve votação expressiva (50.682 votos) e ficou na 1ª suplência de deputada federal, com empurrão substancial dos servidores públicos, simplesmente sumiu dos movimentos sindicais e das campanhas da categoria neste início do Governo Mauro contra o...

Diretora-geral toca Regional de ROO

gilberto figueiredo curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) empurrou para Caroline Campos Conturbia a missão de fazer funcionar o hospital regional de Rondonópolis. Ela foi nomeada como diretora-geral. A unidade teve contrato de gestão emergencial encerrado desde novembro passado com o...

Braço de Pagot vira adjunto na Sinfra

nilton de brito curtinha   O engenheiro civil Nilton de Britto (foto) é o novo secretário-adjunto de Obras da secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado. Trata-se de um técnico bastante experiente na atividade pública e muito ligado a Luiz Antonio Pagot, que foi supersecretário da gestão...

Irmão de senador é secretário-adjunto

wener santos nova marilandia curtinhas   Filiado ao PP, que fez parte da coligação de Wellington Fagundes (PR), segundo colocado para governador, e irmão do senador Cidinho Santos, que foi o coordenador-geral da campanha vitoriosa de Mauro Mendes, Wener dos Santos (foto) assume o cargo de secretário-adjunto de Obras...

Aprovada cota a negros em concurso

wilson santos curtinha   Outro veto do ex-governador Taques derrubado pelos deputados em sessão nesta terça assegura uma reserva de 20% de cota para pessoas negras quando da realização de concurso público. A proposta partiu do deputado Wilson Santos (foto), do mesmo PSDB de Taques, que havia considerado o projeto...

Sem Taques, ex-reitor é homenageado

carlos alberto maldonado curtinhas   Rei morto, rei posto. Quinze dias depois da saída de Pedro Taques do comando do Estado e faltando mais 15 para o fim da atual legislatura na Assembleia, deputados, em sessão nesta terça, ficaram bem à vontade para derrubar diversos vetos do então governador do PSDB. O...

Após Taques, Paola cola em deputado

paola reis curtinha   Após oito anos fazendo parte do núcleo fechado de assessores de confiança do ex-senador e ex-governador Pedro Taques, Paola Reis agora deve atuar em Brasília na equipe do deputado federal diplomado Leonardo Albuquerque (SD). Ele disse que fez o convite à ex-secretária-adjunta...