Judiciário

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 21h:31 | Atualizado: 05/02/2019, 10h:58

DECISÃO CAUTELAR

Edson Fachin libera indicação para vaga de Bosaipo e comunica governador, AL e TCE

.

fachin.jpg

Decisão cautelar, proferida pelo ministro Edson Fachin em 31 de janeiro, foi publicada hoje

 O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou a indicação para vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE) aberta com a renúncia do ex-conselheiro Humberto Bosaipo. A decisão revogando cautelar que travava o preenchimento foi proferida no último dia 31 de janeiro, mas disponibilizada parcialmente somente nesta segunda (4).

 "Ante o exposto, julgo prejudicada esta ação, por perda superveniente de seu objeto. De consequência, revogo expressamente a medida cautelar anteriormente concedida", diz trecho da decisão de Fachin.

A cautelar que impedia a indicação foi proferida em dezembro de 2014 pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski. Na ocasião,  atendeu  Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta pela Associação Nacional dos Auditores dos Tribunal de Contas do Brasil (Audicon).

A Adin questionava a eficácia dos artigos 1º e 2º da Emenda Constitucional 61, de 13 de julho de 201, que trata da  ocupação das vagas no TCE. Com a cautelar de Lewandowski, revogada por Fachin, o processo estava travado até o julgamento do mérito.

A indicação da vaga pertence à Assembleia. Nos bastidores, circula a informação que o contemplado será o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB). Inclusive, o tucano teria aberto mão de participar da Mesa Diretora contando com o ingresso no TCE.

Comunicados

Cópia da decisão de Fachin, informando a liberação da vaga no TCE foi encaminhada por  e-mail, marcado como urgente, para o governador Mauro Mendes (DEM), o presidente do TCE  Gonçalo Domingos e o presidente da Assembleia   Eduardo Botelho (DEM). Cópias dos e-mails constam nos autos.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • deovaldo | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 10h32
    3
    0

    Vão me desculpar mas não existe um Deputado que preencha todos os requisitos para ser " Conselheiro do TCE ", pois os cargos são políticos e não técnicos...Aff até quando querem ludibriar o povo..

  • jj | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 09h09
    5
    0

    Pelo amor de Deus, senhores conselheiros substituitos (sabemos que voces são justos), Ministerio publico e outros, temos que acabar com essa indicação de politicos, concurso publico, pelo amor d Deus, onde vamos parar.

  • Danilo Hauss Witscher | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 09h02
    3
    0

    O povo de MT é quem deve indicar o novo conselheiro do TCE. A ALMT composta por parlamentares REPRESENTANTES da sociedade deve acatar a indicação e seguir a vontade popular. Inclusive, deveriamos votar e eleger esse representante do TCE. Só pode ser candidato quem preencher requisitos que comprove a capacidade técnica para ocupar a vaga.

  • alexandre | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 09h01
    2
    1

    mais um politico pro TCE, nada muda....

  • O ELEITOR | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 07h47
    0
    2

    VAMOS FICAR DE OLHO, NAO PODEMOS ACEITAR INDICAÇÃO DE POLÍTICO EM FINAL DE CARREIRA PARA UM TRIBUNAL DE FAZ DE CONTAS, ONDE A FUNÇÃO DO MESMO FOI CRIADO PARA AUXILIAR A ASSEMBELIA DO ESTADO, E QUE NA VERDADE NUNCA EXERCEU ESSA FUNÇÃO, AI EU PERGUNTO QUEM FISCALIZA O TCE, QUE ARRECADA MILHÕES EM MULTAS AOS GESTORES, DESVIRTUANDO SUA REAL FUNÇÃO QUE É AUXILIAR E NÃO ARRECADAR...!!!! COM A PALAVRA ?

  • decedido | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 07h16
    0
    0

    decedido, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • luis | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 03h08
    0
    1

    luis, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

Alerta e preocupação sobre a greve

janaina riva curtinha   Janaína Riva disse nesta 2ª à noite, em sabatina no Emparedado, programa exibido ao vivo pela TV Gazeta Canal 19.1, em Cuiabá, que, numa reunião junto com o colega petista Valdir Barranco e dirigentes do Sintep, perguntou aos sindicalistas que seria mesmo o momento de deflagrar greve na...

Peça de teatro nas escolas cuiabanas

alex vieira curtinha   A Associação Cultural Cena Onze vai faturar neste ano R$ 177 mil da Prefeitura de Cuiabá, após vencer processo licitatório, com o projeto de peças de teatro. Fará apresentação em 30 escolas da rede pública municipal. Em cada espetáculo, está...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.