Judiciário

Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 15h:44 | Atualizado: 06/09/2019, 15h:49

AFRONTA A LICITAÇÕES

MPE quer anular lei que prevê pagamento de dívidas com obras e serviços em VG

Rodinei Crescêncio

Jos� Ant�nio Borges

Chefe do MPE, José Antônio Borges, afirma que lei aprovada pela Câmara é inconstitucional

O Ministério Público Estadual (MPE) acionou a Câmara Municipal e a Prefeitura de Várzea Grande para suspender, e depois anular, uma lei que permite a empresas e cidadãos pagarem dívidas tributárias com obras e serviços. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) é movida em relação à Lei Complementar nº 4.472, sancionada em 25 de junho deste ano.

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, cita na ação que dívidas tributárias da Ginco Empreendimentos Imobiliários Ltda. teriam sido acertadas para recebimento pela prefeitura por meio da revitalização do Parque Berneck e da Orla da Alameda Julio Muller.

Apenas a obra do parque está estimada em mais de R$ 10 milhões. A negociação, feita com base na nova lei, não deixaria “dúvidas acerca da imediata aplicação da regra inconstitucional incluída no Código Tributário Municipal de Várzea Grande e que é alvo desta ação”, justificando o pedido de suspensão imediata. A ação foi distribuída ao desembargador Paulo da Cunha, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça.

Pela lei publicada em VG, aquele que tiver obrigação tributária com o município inscrita em dívida ativa pode oferecer “bens, obras e/ou serviços, como dação em pagamento, que somente poderão ser aceitos como quitação de débito, após análise e declaração de interesse público”.

Pelo Código Tributário Nacional, apenas doações de imóveis podem ser feitas para pagamento de dívidas tributárias, mediante declaração de interesse público no bem. O MPE afirma que a competência de legislar para criar uma nova modalidade no pagamento de obrigação da dívida ativa seria apenas da União, e não do município.

Ao aprovar a lei, a Câmara teria ainda ofendido a regra de processo licitatório, criando uma brecha para contratação de obras e serviços sem que haja concorrência pública.

“Vale ressaltar, ainda, que ao prever o pagamento de débitos tributários mediante dação em pagamento de bens, obras e/ou serviços, afronta-se regra de processo licitatório para a aquisição de materiais, obras e serviços pela Administração Pública, consoante regra do art. 129, inciso X, da Constituição Estadual e art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal”, diz o MPE.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Bolinha é multado por irregularidades

humberto bolinha 400 curtinha   Por causa de irregularidades cometidas ainda em 2017, ao fazer aquisições sem realizar licitação e/ou pesquisa de preço, o prefeito de Guiratinga, Humberto Domingues, o Bolinha (foto), recebeu multa do TCE de 12 UPFs-MT, correspondente hoje a R$ 1,7 mil. E será intimado pelo...

Puxando o "rei" pra baixo em Tangará

reinaldo morais 400 curtinha   A pré-campanha ao Senado do empresário Reinaldo Morais (foto), o "rei dos porcos", evangélico e bolsonarista, vem ganhando aceitação popular em vários municípios. Mas, em Tangará da Serra, enfrenta muita resistência. Algumas pessoas próximas ao...

3 estaduais e 2 federais para prefeito

juarez costa 400 curtinha   Se na Assembleia, três dos 24 deputados se articulam por candidatura a prefeito, na Câmara Federal dois entre oito da bancada mato-grossense também pretendem fazer o mesmo. Tratam-se do emedebista Juarez Costa (foto), que apostará todas as fichas no retorno ao comando de Sinop, e do petebista...

PSDB rachado sobre nome a prefeito

ricardo saad 400 curtinha   O tucanato enfrenta uma incógnita em Cuiabá. A bancada na Câmara, hoje composta pelos vereadores Renivaldo Nascimento, Ricardo Saad (foto) e Toninho de Souza, defende apoio ao projeto de reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro. O partido, presidido na Capital por Saad, já faz parte...

Poucos da AL se arriscam pra prefeito

silvio favero 400 curtinha   Inicialmente seriam seis dos 24 deputados estaduais dispostos a concorrer ao pleito de novembro deste ano. Mas a lista vem sendo reduzida à medida que se aproxima das convenções. Sílvio Fávero (foto), por exemplo, sabe que a chance de ganhar a Prefeitura de Lucas do Rio Verde, onde...

Transferindo pandemia para Cuiabá

lucimar campos 400   Prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (foto) transferiu praticamente o pepino da pandemia da Covid-19 à gestão da cidade vizinha, comandada por Emanuel Pinheiro. Ela faz questão de enfatizar que, numa reunião com porta-vozes do governo estadual, do TCE, da Assembleia e dos dois maiores...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.