Judiciário

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 13h:31 | Atualizado: 22/10/2019, 18h:17

Quadro Negro: Dentinho e ex-adjunto da Seduc teriam recebido propina da Avançar

Fabiana Mendes/Olhar Direto

Ex-presidente Dentinho

Ex-presidente da Cepromat, Dentinho, chega na Defaz após ser preso na "Quadro Negro"

O ex-presidente do Centro de Processamento de Dados do Estado (Cepromat) Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, teria recebido R$ 60 mil de propina para avalizar o contrato com a empresa Avançar, investigada no âmbito da operação Quadro Negro. A revelação consta na decisão da juíza da 7ª Vara Criminal Ana Cristina Silva Mendes, que decretou a prisão preventiva de Dentinho.

O valor teria sido repassado por meio da conta bancária de Thales Fernando de Andrade Monteiro. “Para os Representantes, não seria crível que tal exigência ocorreria se Wilson não soubesse que o contrato havia sido irregularmente pactuado”, diz trecho da decisão. Dentinho, segundo a investigação, teria assinado o Contrato nº 40/2014, nos últimos dias da Gestão de Silval Barbosa, “mesmo com as gravíssimas irregularidades existentes no Contrato 13/2014”. Dentinho também deu aval ao Termo de Cooperação nº 001/2014/SEDUC/CEPROMAT e ao Contrato nº 40/2014.

O ex-secretário da Casa Civil Pedro Nadaf disse, em depoimento, que Wilson teria exigido de Weydson o pagamento de quantia, à titulo de propina, para liberação de crédito existente da empresa Avançar.

Outro beneficiado com propina teria sido Francisvaldo Pereira, então ex-adjunto de Administração Sistêmica da Seduc. Não é mencionado, entretanto, o valor quer teria sido pago a ele.“Francisvaldo teria atestado o recebimento dos produtos relacionados ao Contrato nº 040/2014, embora tenha se descortinado que grande parte das escolas não tenham recebido os materiais e, tampouco o corpo técnico e docente recebido o treinamento como previsto no contrato”, diz trecho.

Os repasses aos dois e também ao empresário Valdir Piran teriam sido feitos por Weydson Soares Fonteles, na condição de representante legal da empresa. “Na condição de representante legal da empresa contratada, a responsabilidade pelo repasse, em tese, da vantagem indevida ao real beneficiário, tendo pleno conhecimento da origem dos recursos e para qual fim se destinava (...)”.

Operação

Deflagrada nesta terça, a operação apura desvios em dois contratos, de 2014, do Cepromat para fornecimento de softwares educacionais para a Seduc. No total, teriam sido desviados R$ 10 milhões em serviços que foram prestados com “efetividade zero”, no caso de softwares piratas, e também por serviços que não foram entregues.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Aniseo | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h24
    1
    0

    Os boatos correm. A Justiça ou melhor a polícia, age não sei quanto tempo depois. Assim tem sido a vida corrupcional em MT.

  • Ricardo | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h15
    2
    0

    Mato Grosso o Estado dos ABSURDOS. É ladrão por toda parte.

  • ila | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 13h50
    2
    0

    Por isso que o estado tá quebrado de jeito! E esse bando de ladrão só esbanjando do dinheiro roubado!

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

Cáceres, lockdown e frases de alerta

francis maris 400 curtinha   Em Cáceres, o prefeito Francis Maris (foto) decretou lockdown desde a última segunda, dia 29, como forma de forçar os moradores a permanecer em casa para conter o avanço da Covid-19. Mas as medidas restritivas não estão surtindo tanto efeito na prática. Muitos continuam...

4 prefeitos de MT com coronavírus

luiz binotti 400 curtinha   Pelo menos quatro prefeitos em Mato Grosso já foram diagnosticados com Covid-19. O caso mais recente envolve Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Ele aguarda resultado de exames, mas já se encontra em isolamento domiciliar. Com sintomas do novo coronavírus, Binotti decidiu ficar em casa. De um...

Forçando cuiabanos a ficar em casa

emanuel pinheiro 400 curtinha   Acuado por causa do avanço dos casos de Covid-19, o que tem provocado colapso na rede pública de saúde, principalmente em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu adotar medidas mais restritivas para conter circulação e aglomerações de pessoas,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.