Judiciário

Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020, 15h:16 | Atualizado: 13/01/2020, 16h:22

LIMINAR CASSADA

Desembargadora revoga suspensão e determina retorno de CPI contra Emanuel

Reprodução

Desemb Helena Maria Bezerra (9).JPG

A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos,que revogou a decisão liminar proferida por ela mesma em outubro

A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, do Tribunal de Justiça (TJ-MT), revogou a suspensão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e determinou a retomada dos trabalhos. A decisão é da sexta (10) e terá sua íntegra divulgada apenas na próxima semana.

A suspensão tinha sido proferida em outubro de 2019, a pedido do presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PTB), que apelou da determinação do juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 4ª Vara Especializada de Fazenda Pública.

A desembargadora justificou que a criação da CPI não depende de deliberação em plenário, “sendo necessário tão somente o requerimento subscrito por, no mínimo, um terço dos Membros da Câmara, ou seja, é criada no momento de seu protocolo”. No apelo feito por Misael, foi apresentado o argumento de que a comissão tinha um vício de formalidade, já que foi protocolizada no protocolo geral da casa e não junto à primeira secretaria da Mesa Diretora.

Emanuel é investigado pela Câmara por suposta quebra de decoro, em razão de vídeo que o mostra recebendo valores oriundos de possível propina enquanto era deputado estadual, na gestão do então governador Silval Barbosa, que inclusive alegou a suposta pratica de mensalinho em sua delação homologada pelo Poder Judiciário.

O prefeito chegou a pedir desculpas à população pelas imagens, disse que estão fora de contexto, mas alega que pelo fato do processo seguir em segredo de Justiça, não pode dar mais detalhes do que se trata, apenas que irá comprovar sua inocência.

Já o imbróglio judicial em torno da CPI na Câmara teve início quando o vereador de oposição, Diego Guimarães (PP), ajuizou ação questionando a formação da comissão com a presença de vereadores que poderiam de alguma influenciar o processo de investigação de forma favorável ao prefeito.

Na decisão de 1ª instância, o magistrado dirimiu que novos membros da CPI deveria ser escolhidos com base na lista dos 9 vereadores que haviam assinado o requerimento de abertura da comissão. Em cumprimento da decisão, o colégio de líderes elegeu Toninho de Souza (PSD) como relator da comissão, no lugar de Adevair Cabral (PSDB). Sargento Joelson (PSC) também subistituiu Mário Nadaf (PV), na comissão.

Após recomposição, a comissão chegou a se reunir e definir novas oitivas com o ex-governador Silval Barbosa, do ex-chefe de gabinete Silvio Corrêa, do ex-secretário de Estado Alan Zanatta e do servidor Valdecir Cardoso.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Jorge kurassaki | Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020, 20h04
    1
    0

    Já começou a fritura política,pois SE não FOR ,ONDE,OU QUEM ESTÁ ENGAVETANDO, OU SENTANDO EM CIMA DOS PROCESSOS DO MESMO EPISÓDIO,PORQUE AGORA SÓ SOMENTE SÓ O DELE???? SHALOM.

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.