Judiciário

Terça-Feira, 19 de Maio de 2020, 11h:37 | Atualizado: 20/05/2020, 09h:44

APREENSÃO EM POSTO

STF envia inquérito de Neri sobre posse de munição e compra de votos à 1ª instância

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que um inquérito de 2016 envolvendo o deputado federal Neri Geller (PP) seja enviado à 21ª zona eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT). Para o ministro, não pode ser aplicado foro por prerrogativa de função porque os fatos não têm relação direta com o cargo exercido atualmente.

Assessoria

Deputado Federal Neri Geller

O deputado federal Neri Geller buscava que fosse reconhecido o foro privilegiado

A investigação apura possível ocorrência de compra de votos e posse ilegal de munição durante a eleição daquele ano. Neri não era candidato.

Em 30 de setembro de 2016, a Polícia Civil encontrou listas de abastecimento e autorização de abastecimento no Auto Posto Geller, de propriedade da família dele. A esposa do deputado, Judite Geller, era quem estava no local e acabou sendo autuada.

Havia santinhos e folders da candidata a vereadora Rosângela dos Santos e do candidato a prefeito Luiz Bonotti. Uma sacola com 19 munições de calibre .38 também foi encontrada no caixa do posto.

O ministro destacou que Neri “assumiu, como suplente, o mandato de deputado federal na Legislatura 2007-2011, de 02/04/2007 a 01/08/2007; na Legislatura 2011-2015, de 02/02/2011 a 26/10/2011 e foi eleito Deputado Federal, tomando posse, como titular, em 01/02/2019”. Assim, quando os fatos ocorrem, Neri não exercia qualquer mandato eletivo.

“Além disso, os fatos são totalmente avessos e divorciados do exercício de suas funções parlamentares”, destacou.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • ROSINO BOMFIM | Terça-Feira, 19 de Maio de 2020, 17h53
    1
    0

    SÓ SOBROU PRA SELMA MESMO....CASSADA EM TEMPO RECORDE !!

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.