Judiciário

Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020, 11h:10 | Atualizado: 13/08/2020, 14h:58

RÊMORA

STF dá 15 dias para Malouf explicar novo atraso em pagamentos de sua delação

Com pagamentos atrasados do acordo de delação premiada, o empresário Alan Malouf deve se explicar no prazo de 15 dias junto à 7ª Vara Criminal de Cuiabá. É a segunda cobrança feita ao delator esse ano que deve restituir R$ 5,5 milhões aos cofres públicos pelo acordo firmado com a Procuradoria Geral da República (PGR). A primeira foi em maio.

Reprodução

Empres�rio Alan Malouf e o ex-governador Pedro Taques

O empresário Alan Malouf delatou o ex-governador Pedro Taques pro esquema na Seduc

Uma parcela de R$ 212 mil deveria ser paga até 31 de julho. Segundo acordo, Alan deve pagar duas parcelas anuais, uma em julho outra em dezembro, até 2022.

A decisão é determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello e atende a pedido da PGR, que identificou os atrasos e pede multa de 10% nas parcelas.

Preso na Operação Grão Vizir, uma das fases da Rêmora, em dezembro de 2016 pelo Gaeco, Alan foi acusado de estar envolvido em esquema de corrupção na Secretaria de Estadod e Educação (Seduc) durante a gestão do ex-governador Pedro Taques. O dinheiro seria destinado ao pagamento de dívida da campanha eleitoral de 2014, quando Taques foi eleito.

Chegou a ser condenado a 15 anos de reclusão e, com o acordo, a pena pode ser cumprida 7 meses em prisão domiciliar e o restante entre regime semi-aberto e regime aberto diferenciado. Deve se apresentar regularmente à 7ª Vara Criminal e não pode manter contato com outros réus da ação.

Do total de R$ 5,5 milhões que deve restituir parcelado aos cofres públicos, R$ 4 milhões são multa e R$ 1,5 milhão por danos morais coletivos. Cerca de R$ 3,3 milhões já foram restituídos por meio de imóveis que eram de sua propriedade.

Outro Lado

Ao , o advogado Huendel Rolim, responsável pela defesa de Alan Malouf, disse que o empresário não foi notificado. Afirma ainda que a juíza Ana Cristina Silva Mendes, titular da 7ª Vara Criminal, já havia informado a regularidade dos pagamentos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Realista | Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020, 18h56
    1
    0

    Se fosse um meliante qualquer sem nome importante já estaria com o CPF cancelado sob os aplausos da população. Mas como é de colarinho branco, daí...

  • ana | Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020, 15h07
    2
    0

    ainda vão dar quinze dias pra explicar? sera que se fosse um ze tambem seria assim?

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...