Judiciário

Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h:53 | Atualizado: 01/12/2020, 07h:40

Presidente eleita do TJ condiciona novas vagas de desembargador a duodécimo

Reprodução

Desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas

A desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas foi eleita presidente do Tribunal de Justiça e se tornará a segunda mulher a chefiar o Judiciário

A presidente eleita do Tribunal de Justiça, desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, condicionou a nomeação de nove novos desembargadores ao duodécimo a ser repassado a partir de 2021 pelo Executivo. As vagas foram criadas por emenda constitucional aprovada pela Assembleia em agosto, mas ainda não tiveram andamento interno no Judiciário.

Maria Helena foi eleita em 26 de novembro e chefiará o Judiciário em 2021 e 2022. Ela sucede o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, que foi barrado em sua tentativa de reeleição por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Das nove vagas criadas, duas são do quinto constitucional, a serem indicadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pela seccional de Mato Grosso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT). A previsão de orçamento do tribunal é de R$ 1,4 bilhão na Lei Orçamentária Anual (LOA).

A prioridade para preenchimento de qualquer vaga é a receita para poder bancar essa despesa. Então, nós estaremos avaliando se, de acordo com o duodécimo que nos for repassado pelo Poder Executivo, isso é possível e como

Maria Helena Póvoas

“A prioridade para preenchimento de qualquer vaga é a receita para poder bancar essa despesa. Então, nós estaremos avaliando se, de acordo com o duodécimo que nos for repassado pelo Poder Executivo, se isso é possível e como. Se possível de uma só vez, de forma escalonada, enfim, precisamos ter uma visão de como está a situação do duodécimo que aportará ao Judiciário”, declarou.

A desembargadora disse, contudo, que as vagas de desembargador não são a prioridade número um de sua gestão. Ela pretende dar andamento ao concurso de juízes, que está em andamento. Originalmente, apenas nove magistrados seriam nomeados, mas o número pode chegar a 25 para suprir o déficit de juízes no interior do Estado.

“É claro que vamos conversar com todos os poderes, não só com o governador. Sabemos que a LOA está em tramitação na Assembleia, e logicamente precisamos conversar com o chefe daquele Poder. O Poder Judiciário não é arrecadador, o único que arrecada é o Poder Executivo, mas o Judiciário precisa trabalhar com transparência, harmonia e respeito com os demais Poderes constituídos para mostrar que precisamos ter condições para entregar a prestação jurisdicional de maneira célere”, disse.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Geraldo | Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 15h51
    4
    0

    Tem liberar os precatórios dos aposentados principalmente. Tem vários Estados que estão liberando.

Apelo dramático da Santa Casa de ROO

bianca talita 400 santa casa roo   A superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita (foto), fez um apelo dramático nesta terça, num grupo de WhatsApp, esperando sensibilizar o prefeito Zé do Pátio a repassar com urgência os recursos que estão repressados no Fundo Municipal de...

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...

Deputado defende cultos com até 600

sebastiao rezende 400   Num momento em que a segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus avança em MT, levando o governo a retomar medidas restritivas para evitar colapso, já que cerca de 90% das UTIs estão lotadas, o deputado Sebastião Rezende (foto), da Igreja Assembleia de Deus, teve a...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto), que não tem a ver com o caso....

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...