Judiciário

Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017, 12h:43 | Atualizado: 12/12/2017, 20h:10

Corregedora nega que os R$ 78 mil seja supersalário e afirma ganhar o que é justo

Gilberto Leite

mutirao fiscal

Dos desembargadores, os que receberam mais foram a vice-presidente Marilsen Andrade Addario e a corregedora Maria Aparecida Ribeiro (Foto)

A corregedora-geral de Justiça Maria Aparecida Ribeiro rebate o argumento de que os magistrados recebem supersalários, conforme mostra a matéria do – veja aqui. “Não vou dizer que temos supersalários, vou dizer que temos salário justo pelo que nós trabalhamos”, ameniza a corregedora durante o lançamento do Mutirão Fiscal, nesta segunda (11), na Arena Pantanal.

Em setembro, o Tribunal de Justiça desembolsou quase R$ 2 milhões para pagar os rendimentos dos 30 desembargadores que compõem o Pleno. Dos desembargadores, os que receberam mais foram a vice-presidente Marilsen Andrade Addario e Maria Aparecida, liderando a lista com R$ 78,1 mil cada. Em seguida, o presidente do TJ Rui Ramos aparece com R$ 77,7 mil.

A corregedora afirma que o montante não é apenas salários, mas também gratificações que incorporam no vencimento, como férias atrasadas e demais auxílios. “São direitos que temos a receber. Nenhum de nós recebemos supersalários, podem ter certeza”, defende.

Não vou dizer que temos supersalários, vou dizer que temos salário justo pelo que nós trabalhamos

Além do salário de R$ 30,4 mil, os desembargadores têm direito aos auxílios alimentação, pré-escolar, saúde, natalidade e moradia. A gratificação natalina já está incluída nos rendimentos dos desembargadores. Os 30 magistrados receberam R$ 7,6 mil cada nesta categoria, perfazendo total aproximado de R$ 228,1 mil.

Os números foram disponibilizados pelo Conselho Nacional de Justiça na mesma semana em que a presidente do CNJ e do STF, ministra Cármen Lúcia, cobrou publicamente os presidentes dos Tribunais de Justiça de todo o país para que apresentassem as informações referentes à remuneração dos magistrados.

Maria Aparecida afirma que a Corregedoria ajudou na coleta de informações e apura, se houver, qualquer tipo de irregularidade no que se refere aos recebimentos. No entanto, reforça que os trabalhos são sigilosos, uma vez que envolve pessoas da magistratura. “Direito constitucional de manter-se o sigilo sob qualquer conduta a não ser quando está absolvido ou condenado. Enquanto estiver em investigação, está sob sigilo”, explica.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • walter liz | Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017, 17h09
    2
    0

    dificil até comentar, cara de pau é um adjetivo até benovolente, e depois falam dos politicos,

  • Carla | Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017, 06h16
    2
    0

    Justo seria todos termos os mesmos direitos!a grande maioria da sociedade pensa que todo servidor ganha esse absurdo.O pior é quem ganha mais tem muitos beneficios.Auxilios saude.educação. moradia.transporte e por ai vai. Os que ganham infinitamente menos que o salario "justo" dessa senhora que se virem pra pagar transporte. Alimentação que é o basico.e ainda comprar material de escritório pra trabalhar. Cada poder com "seu poder"

  • Augusto | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 21h43
    6
    0

    Cara de pau essa senhora.

  • Sou Contribuinte | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 12h21
    6
    0

    Verdade Rafael, o dinheiro público seduz mesmo! E na prática podemos ver que há pouco diferença entre o Legislativo e o Judiciário. Não se atinge esse poder por mera e simples sorte. Ressalta-se que existe os bons. Agora, outra notícia que me espantou e está nas curtinhas: carro blindado para os membros do MP! Fala sério né!

  • JEFERSON MATOS | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 12h03
    13
    0

    Os tais magistrados mato grossenses são o retrato do câncer que é quem se acha poderoso e intocável no Brasil. Não há justificativa pra se receber incorporações ao salário, isso é burlar a lei e eles sabem disso ( e como fazer isso ).

  • Paulo Pedro | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 11h16
    5
    0

    Quando fala de salário todos querem ganhar o suficiente para se viver no mundo onde vivemos nos dias de hoje, porem para ter um autonomia justa em todos os poderes e não importa o que setor o servidor esta trabalhando. Ele teria que ganhar somente o salário que é digno para sua sobrevivência na sociedade. E se o servidor quer ganhar muitos benefícios ele esta sendo contra a própria constituição Brasileira. E se somos sabedores de tudo isso como posso ter um super salário e outros servidores não tem. Ai vem muitas pessoas falarem que a previdência está sucateada. Para nos melhorar cada vez mais teríamos começar a fazer uma reforma começando pelos que ganha super salários e ganha somente o que lhe compete, que é seu digno salários. E tiraria todos esses benefícios que chega a ultrapassar o teto que deveria ganhar um Juiz conforme a constituição. Ai teríamos uma sociedade justa e perfeita.

  • said joseph | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 09h38
    21
    0

    É impossível justificar o injustificável. Por favor, corregedora não perca seu precioso tempo.

  • 10/11/2017 ariel | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 09h34
    23
    0

    QUE COISA NÃO? O POVÃO É QUEM GANHA POUCO MESMO...O RESTO É PURA CARA DE PAU!!!!

  • Rafael Silva | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 07h57
    22
    0

    O judiciário está em caráter de igualdade com o legislativo, não existe diferença nenhuma entre os poderes! Mas uma coisa é certa: o dinheiro público seduz qualquer um! Se passar uma peneira não salva um !

  • New2017 | Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 06h52
    26
    1

    A constituição define que o máximo salário do funcionalismo público deve ser de 33.700,00 reais. Se esse teto é aplicado para outras categorias e poderes, por que ele não é aplicado ao judiciário? Se é o teto constitucional deve valer para todos.

Matéria(s) relacionada(s):

Selma sob risco de ganhar e não levar

selma arruda curtinha   Uma das grandes surpresas nas urnas de MT, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), eleita senadora na 1ª vaga, ao alcançar 678.542 votos, ainda vai ter muita dor de cabeça até o fim da investigação em que é acusada de abuso de poder econômico, através de caixa...

Deputado culpa Emanuel pela derrota

valtenir pereira curtinhas   Valtenir Pereira (foto), do MDB, tem culpado, em parte, pela derrota nas urnas pelo quarto mandato, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, do mesmo partido. Em privado, reclama que o prefeito, que recebeu o seu apoio para chegar ao Palácio Alencastro em 2016, lhe passou as pernas, pois havia se comprometido em...

Eraí paga R$ 1 mi de dívidas de Taques

erai maggi   O empresário Alan Malouf revelou, em delação no STF, que em meados de 2016, já no segundo ano do Governo Taques, o rei da soja Eraí Maggi (foto), do Grupo Bom Futuro, lhe pagou R$ 1 milhão, inclusive em espécie. Segundo Alan, o pagamento serviu para abater o débito de parte de um...

Modesto embolsa R$ 300 mil de extra

julio modesto curtinhas   Não foi somente Paulo Brustolin, que recebera salário extra milionário para comandar a pasta de Fazenda do Governo Taques, totalizando R$ 1,4 milhão (R$ 500 mil de "luva" e mais R$ 80 mil mensais entre janeiro e dezembro de 2015). Segundo o delator Alan Malouf, um grupo de empresários,...

Mais de R$ 1 milhão só de salário extra

paulo brustolin sefaz curtinhas   Em delação homologada no Supremo em janeiro deste ano, o empresário Alan Malouf conta que o executivo Paulo Brustolin (foto), numa negociação chancelada pelo governador Taques, recebeu R$ 500 mil a título de "luva" para assumir o cargo de secretário estadual de...

Vice migra para PP e deve ir a prefeito

ubaldo barros curtinha   O vice-prefeito de Rondonópolis, professor universitário e empresário Ubaldo de Barros (foto), só esperou o resultado das urnas para migrar de partido. Trocou o PSL pelo PP, que terá uma cadeira na Câmara, com Neri Geller, e outra na Assembleia, com Paulo Araújo. Embora...

Pivetta atuará como gestor do Núcleo

otaviano pivetta curtinhas   Com carimbo de bom gestor que ajudou Lucas do Rio Verde, enquanto prefeito por 3 mandatos, a ganhar o topo nacional em referências, como de IDH e de educação, o empresário e vice-governador eleito Otaviano Pivetta (foto), do PDT, não vai assumir secretaria na gestão Mauro. Mas...

Distante e com maior votação em ROO

adilton sachetti curtinha   Embora distanciado de Rondonópolis - vive mais em Cuiabá -, o deputado federal e sojicultor Adilton Sachetti conquistou uma votação histórica ao Senado no município. Dos 333.082 obtidos nas urnas, 61.397 vieram da cidade onde ele foi prefeito e depois perdeu a...

Respaldo dá a Taques a maior votação

thelma de oliveira curtinha   Diferente de Rondonópolis, onde o apoio e empenho do prefeito Pátio contribuiu para tirar voto de Taques, em Chapada dos Guimarães, a prefeita Thelma de Oliveira conseguiu entregar o que prometeu de votos. Ela teve uma participação importante na boa votação do governador...

MAIS LIDAS