Judiciário

Sexta-Feira, 29 de Novembro de 2019, 16h:44 | Atualizado: 29/11/2019, 16h:53

OPERAÇÃO ARARATH

Cúpula do Bic Banco, empresários e Eder são denunciados por gestão fraudulenta

A cúpula do Bic Banco, vendido ao China Construction Bank em 2013, empresários ligados à Consnop Construções Civis Ltda e o ex-secretário de Estado de Fazenda Eder Moraes foram denunciados por gestão fraudulenta de instituição financeira, lavagem de dinheiro pelo Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Ararath. Ao todo, R$ 4,32 milhões em empréstimos fraudulentos teriam sido concedidos à construtora.

Gilberto Leite

eder moraes

Ex-secretário Eder Moraes teria participado de esquema de empréstimos fraudulentos

A denúncia foi assinada em 20 de agosto, mas só veio à tona nesta sexta (29) e segue sob segredo de Justiça. Os ex-adjuntos da secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) Paulo da Silva Costa e Ezequiel de Jesus de Oliveira Lara também são responsabilizados criminalmente pelo MPF.

Foram denunciados: Ulisses Vigano Júnior, Antônio Eduardo de Carvalho Freitas, Luis Carlos Cuzziol, Fabrício Figueiredo Acosta, Elisa Shigeko Kamikihara Kochi, Khalil Kfouri, Sérgio Marubayashi, Hermes Rodrigues Pimenta, Carolina Kassia Cocozza Fonseca Yamanaka, José Bezerra Menezes, Ezequiel, Paulo e Eder.

Luis Carlos, Antônio Eduardo e Fabrício foram superintendentes do Bic Banco; Elisa e Hermes eram gerentes em Cuiabá; Khalil, Sérgio e Carolina atuavam como membros do Comitê Superior de Crédito do banco; enquanto José Bezerra foi presidente da instituição financeira.

Já Denise e Ulisses eram administradores da Consnop. Também foram denunciados o ex-adjuntos da secretaria de Estado de Infraestrutura  

O Bic Banco teria sido utilizado para lavagem de dinheiro do grupo político investigado na Ararath entre 2006 e 2012. A Consnop tinha créditos a receber da Sinfra e o grupo teria utilizado o banco como meio de desviar parte dos recursos.

O MPF aponta “inúmeras contrariedades no tocante ao processo de solicitação, aprovação, prorrogação do prazo para vencimento das propostas creditórias, apresentação das garantias e quitação do contrato, sendo que, mesmo com os notórios indícios de fraude na condução do negócio jurídico, foram disponibilizados em favor da empresa Consnop Construções Civis Ltda R$ 4,32 milhões, depositados em contas corrente de sua titularidade e mantidas junto ao Bic Banco”, diz trecho.

Foram emitidas sete cédulas de créditos bancário bem como sete aditamentos às referidas cédulas, todos em favor da construtora Consnop. Os direitos de crédito normalmente eram devidos por órgãos do governo, em especial a Sinfra, em razão de obras realizadas pela Consnop.

O empresário Ulisses revelou que tinha uma empresa em Sinop que não possuía negócios com o governo e foi orientado pelo então deputado Dilceu Dal Bosco e por Júnior Leite a pegar cartas de crédito no Bic Banco que seriam assinadas por membros do governo. Com o recebimento do dinheiro do banco, o empresário releva que repassava parte ao grupo político.

Depois que os mútuos não foram quitados no prazo, novas cartas de créditos teriam sido emitidas com o objetivo de simular o pagamento dos mútuos anteriores contratados com o grupo.

O MPF ainda afirma que “no ano em que foi celebrado o mútuo em comento (2006) a Consnop não possuía qualquer relação jurídica com a Sinfra apta a ensejar direitos creditórios em seu favor, e que consequentemente fossem hábeis a servir de garantia em um eventual contrato de empréstimo”. Houve um aditamento ao contrato, que também teria sido fraudulento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Sexta-Feira, 29 de Novembro de 2019, 18h42
    0
    0

    UAI !! UAI!!!!UAI!!! ESSE CARA NÃO ESTÁ P R E S O ???????FIM DE PAPO>

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.