Judiciário

Quarta-Feira, 17 de Abril de 2019, 11h:39 | Atualizado: 17/04/2019, 11h:46

Decisão que torna ex-deputado réu é publicada e fase de instrução começa

O Tribunal de Justiça publicou a decisão que tornou o ex-deputado e atual conselheiro do Tribunal de Contas Guilherme Maluf réu por corrupção passiva e tentativa de obstrução de Justiça. Agora, o processo segue seu trâmite na fase de instrução, com oitiva de testemunhas e réus, produção de provas, entre outros procedimentos.

Em fevereiro, o Pleno do TJ aceitou, por unanimidade, a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE) em que Maluf consta como beneficiário de propina negociada e paga com empreiteiros no âmbito na Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Na mesma sessão, os desembargadores negaram um pedido de afastamento dele do cargo de deputado. O acórdão foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico em 15 de abril.

Ele teria participação crimes investigados na Operação Rêmora. A maior parte diz respeito a pagamentos ilegais negociados com empreiteiros que tinham contratos para reforma e construção de escolas da rede pública do Estado. De acordo com o MPE, o ex-deputado, que ocupou a presidência da Assembleia entre 2015 e 2017, teria ainda agido por meio de terceiros para tentar calar o delator Giovani Guizardi e o servidor Wander Luiz dos Reis, apontado como operador do esquema na Seduc.

O MPE entrou com uma ação civil para tentar barrar a nomeação de Maluf ao cargo de conselheiro logo após o aceite da denúncia contra Maluf. Apesar de a liminar para impedir a posse ter sido negada, o processo segue tramitando no TJ.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • João da Costa | Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019, 14h38
    5
    0

    Isso é que é usar as leis pra constranger uma instituição já combalida por falsos conhecedores de contas indicados por arrumacao politica, mesmo que estes estejam a disposição da justiça ou presos mas as leis não são mudadas talvez contando com a impunidade.

Matéria(s) relacionada(s):

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

PP não quer se desgrudar do prefeito

vanderlucio 400 curtinha   O PP de Cuiabá está mergulhado na gestão Emanuel Pinheiro, inclusive, comandando três secretarias com Vanderlúcio Rodrigues (foto), de Obras Públicas e que preside a legenda na Capital, Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo) e Débora Marques (Agricultura, Trabalho e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.