Judiciário

Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2014, 10h:44 | Atualizado: 31/01/2014, 18h:28

Operação Aprendiz

Defesa diz que MP intimou incapaz a depor e ameaça denunciar promotores

A defesa de Erica Patrícia Cunha da Silva Rigotti, suspeita de envolvimento nos crimes da Operação Aprendiz, disse que vai denunciar os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado. Isso porque, segundo a advogada Selma Gestal Paes, eles obrigaram a mulher, que é interditada judicialmente, a comparecer no órgão para ser indiciada e interrogada em 8 de janeiro. 

A defesa alega ainda que os promotores foram notificados com antecedência que Erica Patrícia é incapaz, com cópias do parecer da interdição judicial e que, portanto, não teria condições de dar explicações ao Gaeco. De acordo com a advogada, a interditada urinou na frente dos investigadores, que logo encerraram a audiência. 

Acontece que a suspeita foi identificada e reconhecida por testemunhas como a mulher que vai a um cartório e se passa pela empresária dona de dois terrenos que seriam fraudados. O esquema foi descoberto no vídeo em que o ex-presidente da Câmara dos Vereadores, João Emanuel (PSD), tenta coagir a verdadeira proprietária dos imóveis oferecendo R$ 500 mil pelos dois lotes.

Interdição  

A defesa explica que um dia após a intimação entrou com habeas corpus para impedir o depoimento de Erica. O desembargador Juvenal Pereira negou o pedido sob a alegação de que não existem obstáculos para que ela fornecesse informações aos promotores, ainda que na condição de incapaz. O processo de interdição da mulher foi iniciado em março do ano passado e em junho, o marido dela, Thiago Duarte Rigotti, foi nomeado como seu curador.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • João da Silva | Segunda-Feira, 03 de Fevereiro de 2014, 10h08
    0
    0

    Só uma correção, a interditada não fez suas necessidades na frente de nenhum investigador, pois lá no MP não tem nenhum Investigador, os que lá estão e se dizem investigadores na verdade são PMs que nem podem investigar!!!!

  • Dornele$ | Sábado, 01 de Fevereiro de 2014, 16h08
    1
    1

    Como Rui Barbosa, “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus”, Asafe chegou a desanimar da virtude. E esse desânimo o levou a uma terrível crise existencial. Quase resvalaram os seus pés em direção ao abismo da incredulidade.(v.2) Pouco faltou para que ele rompesse com a idéia de um Deus sábio, bom e justo, e jogasse fora a rica tradição religiosa até então acumulada. Esteve bem perto de uma violenta mudança de pensamento e de comportamento. Quase trocou os oráculos de Deus pelo horóscopo. Quase trocou o templo do Senhor por um terreiro de macumba. Quase mandou tudo para o inferno, inclusive sua alma!

  • Elifas Jose Ribeiro Ribeiro Ribeiro | Sábado, 01 de Fevereiro de 2014, 15h48
    2
    1

    É.....incapaz esses adevogados chicaneiros é um problema, defender o cliente dentro da ética é uma coisa agora fazer chicanas é bem diferente, vou pedir a cassaçâo da carteirinha desse "cabra" na omissa OAB, ele só vai poder participar da parte social,por exemplo ir no clube dançar pegar uma piscina.

  • Dornele$ | Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2014, 17h43
    5
    2

    No momento de fazer as falsificações e conta as garoupas não é incapaz. Quando a jega pega ai é. Da uma nota de cem pra ver se ela rasga!

  • Carlos Lira | Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2014, 12h41
    2
    8

    Absurdo, se prestar a politicagem dentro do MP e mais ainda, intimar uma pessoa incapaz...Em que mundo que vivemos, esses promotores se acham dono da verdade, acham que podem tudo. Isso tá errado. Tem que haver punição para que este procedimento não se repita

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.