Judiciário

Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 14h:31 | Atualizado: 07/11/2019, 22h:34

Militares e grampos

Defesa pede absolvição de Lesco: corda não pode arrebentar do lado mais fraco

Rodinei Crescêncio

Stalyn Paniago Pereira

O advogado Stalyn Paniago durante sua fala no julgamento do coronel Evandro Lesco, na tarde desta 5ª, no Fórum

A defesa do coronel Evandro Lesco, representada pelo advogado Stalyn Paniago Pereira, criticou as acusações do Ministério Público Estadual (MPE), representado no caso dos grampos na 11ª Vara Militar da Capital pelo promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza.

O caso conhecido como Grampolândia Pantaneira teve julgamento iniciado ontem (6) e retomado na manhã de hoje (7). Respondem ao processo os coronéis Zaqueu Barbosa, Evandro Lesco, Ronelson Jorge de Barros, o tenente-coronel Januário Antonio Edwiges Batista e o cabo Gerson Correa Junior.

No início da tarde, quando teve direito a realizar a defesa oral de seu cliente, o advogado apontou equivocos nas acusações e no pedido de condenação feito pelo membro do órgão acusatório. O MPE, desconsidera o fato de Lesco ter confessado sua participação no esquema, e pede condenação pelo crime de realização de operação militar sem ordem superior, que prevê de 3 a 5 anos de prisão.

Stalyn Paniago, ao apontar equívocos do MPE, afirma que os crimes cometidos pelo seu cliente não devem ser julgados no âmbito da Justiça militar. O advogado reiterou que Lesco assumiu ter atuado para financiar o escritório dos grampos ilegais e também para sua estruturação. Além disso, ressalta que o coronel responde a outros três inquéritos em trâmite na 7ª Vara Criminal. "A sua absolvição não quer dizer que ele é inocente. Só quer dizer que a conduta atribuída a ele neste momento não pode ser atribuída a ele, de fato".

Na defesa, Stalyn Paniago afirma que houve ordem superior e por isso não está tipificado o artigo 169 do Código Penal Militar. "O coronel Evandro Lesco determinou que se apresentassem ao coronel Zaqueu. Por essas abordagens simples, nós já identificamos que a conduta do coronel Evandro Lesco não se amolda aos crimes imputados a ele. A ação dele para determinar que o cabo Gerson e o cabo Torezan se apresentassem ao coronel Zaqueu, se fosse crime, o cabo Torezan também deveria configurar no polo passivo desta ação. E ele não está, porque não se amolda".

Rodinei Crescêncio

Evandro Lesco

Lesco durante julgamento na 11ª Vara Militar da Capital, hoje; ele pode ser condenado por ter ordenado cabo a motar escritório de escutas ilegais

Por fim, o advogado fez questão de reforçar o depoimento de Lesco, no qual afirma que o ex-governador Pedro Taques e seu primo Paulo Taques (ex-secretário da Casa Civil) são os líderes do esquema de grampos. Stalyn Paniago  defendeu que a colaboração feita por ele, que não resultou em delação premiada por opção do MPE, deva ser levada em consideração. Citou a ADI 5508, julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que decidiu que "colaboração premiada não é instituto exclusivo do Ministério Público".

"Há interesses muito maiores que estão sendo jogados para debaixo do tapete. Quem está sendo julgado aqui, são esses cidadãos, que foram instrumentos, mas não são os verdadeiros responsáveis. Aquele adágio muito conhecido de todos, tomara que não aconteça: a corda sempre arrebenta do lado mais fraco".

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • JORGE LUIZ | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 16h37
    2
    2

    MAS QUANDO O LESCO POSAVA AO LADO DO PEDRINHO MALVADEZA ERA O TAL, O PODEROSO E AGORA VEM CLAMANDO QUE É UM FRAQUINHO, COMO DIZIA BEZERRA DA SILVA "VOCÊ COM A ARMA NA MÃO É UM BICHO FEROZ, SEM ELA ANDA ATÉ MUDANDO DE VOZ

Matéria(s) relacionada(s):

Cidinho é o que mais agrega ao Senado

cidinho 400 curtinha   Depois de Blairo Maggi, o nome do empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto) seria hoje o que mais agregaria a classe política e o agronegócio em torno de uma candidatura ao Senado numa eventual eleição suplementar. Conta com simpatia do senador Jayme Campos e do governador Mauro Mendes,...

Prova da lisura de membros do Gaeco

paulo prado 400 curtinha   O resultado da auditoria do TCE-MT sobre a prestação de contas do Gaeco das verbas secretas, entre 2012 e 2017, assegurando a sua legalidade, resgata a credibilidade, lisura e reputação ilibada dos membros que atuaram na época nesse braço investigativo do MPE, como o procurador e...

Posse 2 dias antes do possível retorno

maluf 400 curtinha   Guilherme Maluf (foto), que nem esquentou direito a cadeira de conselheiro, vai tomar posse na presidência do TCE-MT dois dias antes do STJ julgar um recurso que tende a suspender as medidas cautelares e definir pelo retorno ao Pleno dos cinco conselheiros afastados há dois anos. A solenidade acontece no...

Alerta sobre hanseníase nos presídios

alexandre bustamante curtinha 400   Duas secretarias do TCE ingressaram com representação contra duas secretarias de Estado. As de Controle Externo de Educação e Segurança Pública e de Saúde e Meio Ambiente acionaram no próprio Tribunal as pastas de Segurança Pública,...

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.