Judiciário

Sexta-Feira, 04 de Outubro de 2019, 08h:50 | Atualizado: 04/10/2019, 11h:16

Queda-de-braço

Desembargador cita decisão unilateral e reintegra servidor à diretoria do Sinpol

O desembargador do Tribunal de Justiça Márcio Vidal, em decisão na terça (1), suspendeu o ato administrativo que havia afastado o investigador Jamilson Adriano de Souza Moura das funções de primeiro-secretário e ouvidor do Sinpol, que reúne os investigadores da Polícia Civil. Jamilson foi afastado depois de denunciar supostas irregularidades da presidente do Sinpol, Edleusa Mesquita.

Valmir Silva/ Cidade News online

jamilson_ok

Jamilson de Souza foi afastado por uma portaria do Sinpol e agora ganha o direito de voltar

Segundo ele, a presidente do Sinpol teria desviado mais de R$ 1 milhão das contas do sindicato em uma movimentação para contas pessoais dela e do vice-presidente, Gláucio de Abreu Castañon, com participação do ex-presidente do Sinpol, Cledison Gonçalves da Silva. Já o Sinpol, sob Edleusa, abriu processo administrativo na comissão de ética para investigar compras de materiais de construção feitas por Jamilson para terceiros em nome do sindicato.

O primeiro-secretário do Sinpol foi afastado por uma portaria da diretoria-geral da Polícia Civil, a pedido de Edleusa, que revogou a disponibilidade do servidor para deixar suas funções e atuar na entidade de classe. Desde então, ele voltou a atuar como investigador lotado na 2ª Delegacia de Polícia de Cuiabá.

“É certo que as letras escritas no Estatuto do Sindicato, um dos membros da Diretoria Executiva, do Conselho Deliberativo, do Conselho Fiscal e da Diretoria das Subsedes, poderá perder o cargo, desde que observadas as ressalvas, ou seja, notificação prévia para o exercício do contraditório e ampla defesa, e submissão de recurso à Assembleia Geral”, disse o desembargador.

Para Vidal, o afastamento unilateral de Jamilson das funções para as quais foi eleito em assembleia pelo sindicato teria violado o direito à ampla defesa e ao contraditório. Ele anotou que, embora o ato administrativo não tenha sido denominado de “perda do mandato classista”, acabou por excluir o investigador de suas funções no Sinpol, lotando-o em outra sede.

Pela decisão do magistrado, a portaria que revogou a disponibilidade de Jamilson para o sindicato fica suspensa até que o mandado de segurança seja julgado no mérito.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.