Judiciário

Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 17h:41 | Atualizado: 26/03/2014, 18h:01

CRIME FINANCEIRO

Diálogos citam pedido de Emanuel para fraude de recibo de R$ 150 mil

Interceptações telefônicas feitas pelo Gaeco, durante as investigações contra o vereador João Emanuel (PSD), demonstram como o grupo acusado de falsificação de documentos e crimes contra o sistema financeiro atuava. Em um dos diálogos, o ex-presidente da Câmara liga para um dos membros da “quadrilha”, identificado como Marcelo de Almeida Ribeiro, para solicitar um recibo (documento de transferência) de um carro a fim de levantar dinheiro rápido, no valor de R$ 150 mil. Marcelo está foragido. O objetivo era fazer uma “operaçãozinha”, como classifica o próprio parlamentar no diálogo telefônico interceptado.

Os grampos feitos pelos promotores ocorreram após a deflagração da 1ª etapa da Operação Aprendiz, no fim do ano passado. Durante o inquérito, foi apurado que João Emanuel não praticava crimes apenas no âmbito da Câmara, mas que Marcelo, bem como André Luis Guerra dos Santos, outro membro do grupo, também denunciado e está foragido, agiam ainda em “golpes do Finan”. Nesta modalidade criminosa, se utilizavam de terceiras pessoas que não possuem o nome sujo na praça e solicitavam empréstimos bancários com a mesma denominação, dando como garantia documentos de veículos não alienados, por vezes falsificados, contraindo dívidas junto às instituições financeiras, que não são honradas.

Ainda quanto à ligação feita a Marcelo, citada na denúncia para exemplificar como agia o grupo, o vereador recebe a resposta positiva do comparsa, isto é, de que conseguiria o recibo. Em seguida, Marcelo contata André para verificar se a movimentação ilegal seria possível e este também acena que sim. “Já em posse do que fora solicitado, Marcelo liga para João Emanuel dizendo que conseguira o ‘recibo’ que este lhe solicitara, mas tinha que encontrá-lo pessoalmente para explicar a situação”, relatam os promotores.

Segundo a denúncia, são evidentes os atos cometidos pelo social-democrata. “É nítida a intenção de unir o útil ao agradável, ou seja, ganhar dinheiro ilícito e encobrir as ações de sua organização criminosa”, diz trecho do documento. A juíza da Vara especializada contra o Crime Organizado, Selma Rosane Santos Arruda, que acatou o pedido de prisão de João Emanuel e mais três, destaca em seu despacho que ao analisar as razões apontadas pelo MP, a ousadia crescente de pessoas envolvidas em teias de corrupção, falsidades, golpes e crimes de colarinho branco, com absoluta desconsideração pela boa-fé alheia. “A tranquilidade com que exercem suas funestas atividades de infringirem as leis, estão a exigir uma rigorosa e enérgica resposta ao Poder Judiciário, que não se pode despir de suas responsabilidades no tocante a tal estado de coisas”.

Outro lado

O advogado do ex-presidente da Câmara, Eduardo Mahon, afirma que não irá se pronunciar sobre o caso, neste momento, e que deve prestar esclarecimentos somente amanhã (27).

emanuel_quadro.jpg

Trecho do documento do MP, em que aparece João Emanuel articulando fraude contra sistema financeiro, por meio de conversa telefônica com seus "comparsas"

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Amarildo | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 14h51
    0
    0

    Vale lembrar que o Marcelo é muito amigo do filho de um Senador de RONDÔNIA que por algumas vezes foi visto com o mesmo pela Praça Popular.

  • João Emanuel | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 14h09
    0
    0

    Vou dar uma dica para o Gaeco: da uma investigada nas transações do prefeito de Rondonopolis. Lá sim o caldo e grosso!!

  • paulo custodio | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 13h27
    0
    0

    Tribunal daí pra soltar. Viva o crime organizado.

  • mario tadeu pinto | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 10h11
    0
    0

    mario tadeu pinto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ariosvaldez Rodrigues de Lima | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 07h17
    2
    0

    Esse tal "João Emanuel" é genro de quem mesmo?

  • carlos | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 07h12
    1
    0

    ainda vai ter gente sem noção que vai votar na esposa desse cara .. a mafia continua ...

  • Gilmar Brunetto | Quinta-Feira, 27 de Março de 2014, 06h42
    1
    0

    Gilmar Brunetto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Paulo | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 22h02
    3
    0

    Agora vai dormir com o Pedro Henry. O pior é que ainda vai comer por conta do povo!

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

Max insiste em ficar na 1ª Secretaria

max russi 400 curtinha   Max Russi (foto) ainda não desistiu de continuar na Primeira-Secretaria na próxima Mesa Diretora, mas, como possui menos apoio do que a emedebista Janaina Riva, deve mesmo ocupar outro posto, o de primeiro-vice-presidente. A eleição, que marcará a reeleição de Botelho na...

Deputados criticam membros da CCJ

elizeu nascimento 400 curtinha   Membros da CCJ da Assembleia, especialmente o presidente e o vice, respectivamente, Dilmar Dal Bosco e Sebastião Rezende, foram bastante criticados pelos colegas em sessão nesta quarta. Deputados como Thiago Silva, Wilson Santos e Elizeu Nascimento (foto) disseram que a Comissão, uma das mais...

Testemunhas pra protelar investigação

camila silva 400 curtinha   Os vereadores poconeanos Camila Silva (foto), do PP, e Ademir Zulli (PTB) usaram de uma estratégia jurídica para protelar, ao máximo, a conclusão dos trabalhos da recém-criada Comissão de Investigação e Processantes (CIP) para apurar denúncia de quebra de...

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.