Judiciário

Sexta-Feira, 13 de Novembro de 2015, 22h:22 | Atualizado: 14/11/2015, 00h:39

EFEITO OPERAÇÃO ARARAH

Eder condenado a 69 anos; Cuzziol pega mais de 30; Laura é absolvida

Confira no final da matéria a íntegra da denúncia do MPF e a sentença do juiz federal Schineider

Gilberto Leite/Rdnews

Eder_Moraes

Eder Moraes recebe 1ª condenação e ainda é denunciado em outros processos

O juiz Jeferson Schineider, da Quinta Vara Federal, condenou nesta sexta o ex-secretário de Estado Eder Moraes a 69 anos de cadeia, em regime fechado, e o ex-superintendente do Bic Banco no Estado, Luis Carlos Cuzziol, a mais de 30 anos, pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e falsificação de documentos. Já a esposa de Eder, Laura da Costa Dias, foi absolvida. Os três foram denunciados pelo Ministério Público como parte da operação Ararath, que investiga esquema de empréstimos fraudulentos com instituições financeiras, envolvendo políticos e empresários.

Por enquanto, Eder, que está em liberdade e usa tornozeleira, não volta à prisão. Ele pode recorrer da sentença, em liberdade. O advogado de Laura, Ricardo Spinelli, está comemorando a decisão. Obteve êxito jurídico na tese de que Laura não teria envolvimento nos esquemas.

Este é o primeiro julgamento com decretação de sentença dos sete processos a que Eder responde. Em uma das fases da Ararath, houve busca e apreensão na casa de Eder. No ano passado, tanto ele quanto Cuzziol ficaram presos por um bom tempo. O ex-secretário até foi levado para o Centro de Detenção Provisória da Papuda, no Distrito Federal. Para a Justiça, ficou provado que Eder cometeu, em coautoria, diversos crimes contra a administração pública estadual no interesse dele e do grupo político do qual fazia parte.

sentenca eder

Reprodução de trecho da sentença do juiz Jeferson Schineider, condenando Eder Moraes a 69 anos

Nas gestões Blairo Maggi e Silval Barbosa, Eder comandou as pastas de Fazenda e Casa Civil e presidiu a autarquia MT Fomento e ainda a extinta Agecopa, agência então responsável pelos projetos da Copa do Mundo de 2014.

Segundo a Polícia Federal e o MPF, Eder seria o principal articulador de um esquema de empréstimos fraudulentos que beneficiaria ele, Maggi e Silval. Parte dos empréstimos ocorria por meio das contas da empresa Comercial Amazônia de Petróleo Ltda (Amazônia Petróleo), de Gércio Mendonça Júnior, o Júnior Mendonça, e do Banco Industrial e Comercial S/A (Bic Banco), do qual o próprio Eder foi superintendente em Mato Grosso. E outras duas instituições bancárias se envolveram no esquema.

Nas seis contas da Amazônia Petróleo no Bic Banco foram movimentados cerca de R$ 65 milhões, entre créditos e débitos. Júnior Mendonça, outro investigado, fez delação premiada e contou que os empréstimos ocorriam a pedido de Éder Moraes. As contas eram controladas pelo próprio ex-secretário, enquanto Cuzziol respondia como superintendente do Bic Banco. As  contas teriam sido abertas para vários fins, mas nunca como verdadeiros empréstimos à Amazônia Petróleo. 

Junior Mendonça revelou que o esquema começou em 2008, com um empréstimo de R$ 4 milhões feito ao então vice-governador Silval Barbosa, hoje em cárcere. A garantia dessa transação era uma nota promissória com esse mesmo valor, onde constavam como emitente e avalista, respectivamente, Silval e Eder.

Arquivo(s) anexado(s)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • neloito | Domingo, 24 de Abril de 2016, 11h18
    0
    0

    As Leis do nosso País, elas são falhas, com isso favorecem os poderosos, que quando transitado julgado, recorrer até a última instância, com isso responde em liberdade, quando decretado pela suprema corte, já tem o direito semi aberto por passar o tempo condenatório, aí é só ostentar os milhões desviado do cofre publico, mas o rombo quem paga é sociedade matogrossense. isso facilita á corrupção, favorecendo aquele condenado, que deveriam devolver o desvio do erário publico.

  • Lorenço | Segunda-Feira, 16 de Novembro de 2015, 17h17
    1
    0

    O Brasil já não tem mais moral para manter milhares de pobres presos.Pois figurões,roubam,lesam,saqueiam e matam milhares de pessoas nos corredores dos hospitais públicos,devido roubarem todo o dinheiro, que eram para alivia-los as dores e até cura-los.entre outros setores que beneficia a sociedade.Recebem uma pena justa pelos crimes que praticaram,mas podem recorrer em liberdade,trâmite que poderá levar até 8 anos,como caso do Eder de Moraes.Ou seja.só pobre que amarga num deposito de humanos,chamado (Sistema Prisional),que precisa urgentemente de um programa adequado,de recuperação social.

  • Paulo | Segunda-Feira, 16 de Novembro de 2015, 07h40
    2
    0

    Aí se vê o quanto a nossa justiça carece de ajuste. O Eder condenado a "69 anos de cadeia", que daqui uns 08 ou 10 anos deve estar tramitando ainda, talvez após isso ele fique preso uns 6 meses ou um ano, mais tudo bem, e o senhor BLAIRO MAGGI, a matéria é clara ao dizer que o esquema do Eder, beneficiava o grande Tubarão. Não vai ser condenado a nada? Isso pode Arnaldo? Se alguém souber me explica isso.

  • joaoderondonopolis | Domingo, 15 de Novembro de 2015, 16h45
    0
    0

    Esta pena é só para um processo ou para todos? Quem souber por favor me explica.

  • ARMANDONOEL | Domingo, 15 de Novembro de 2015, 08h12
    2
    0

    Só acredito nessa prisão fechada se ele devolver toda a grana roubada, caso contrario ele ira como sempre fez, usar para HC até conseguir o chamado relaxamento onde passará a responder em liberdade total. O dia em que a nossa justiça tomar em primeiro lugar o dinheiro roubado desses indivíduos, aí sim, eles jamais terão suporte para bancar grandes advogados a defendê-los.

  • Lorenço Jorge de Souza | Sábado, 14 de Novembro de 2015, 13h09
    4
    0

    Quero perguntar as autoridades do mundo jurídico,algo bem simplificado: Porque quando um pobre(ladrão de galinha)recebe uma condenação dessa plenitude,já tem um "camburão"na frente do local,esperando pra remover ao presidio.E com esse figurão da bandidagem,vai recorrer em liberdade?uma decisão de peso, de um juiz federa.

  • Julio | Sábado, 14 de Novembro de 2015, 10h06
    3
    0

    A Lei, no caso Éder, chegará ao Sr. Blairo Maggi ?

  • joao do pedregal | Sábado, 14 de Novembro de 2015, 09h38
    2
    0

    EU, ME PERGUNTO, JUNIOR MENDONÇA DA AMAZONIA PETROLEO ONDE FICA NESSA HISTORIA?, SO COM O DINHEIRO? PRQUE LEVOU VANTAGEM TAMBEM.

  • carlos alberto dutra ramalho | Sexta-Feira, 13 de Novembro de 2015, 23h29
    3
    4

    na minha opinião não deveria haver condenação A PRISÃO no caso de corrupção... simplismente o corrupto ficaria preso ate que se devolvesse todo dinheiro desviado... e a pena seria não contratar com o poder publico, nem parente até terceiro grau, não trabalhar em empresa publica, nem prestaR SERVIÇO A EMPRESA QUE PRESTA SERVIÇO AO GOVERNO. PERDERIA OS DIREITOS POLITICOS PARA SEMPRE......

Caminho bem consolidado à reeleição

leonardo 400 curtinha   Dos prefeitos que podem ir à reeleição de cidades pólos, o que encontra situação mais confortável é Leonardo Bortolini, o Léo (foto), de Primavera do Leste. Bem articulado e habilidoso politicamente e com uma relação extensa de obras e...

PSDB e balão de ensaio para prefeito

paulo borges 400 curtinha   Bastante enfraquecido e fragilizado, após perda do comando do Executivo estadual e de quadro de filiados, o PSDB anuncia que terá candidato a prefeito de Cuiabá. E até lista três "prefeitáveis", sendo eles os empresários Luiz Carlos Nigro e Dorileo Leal, além do...

Grupo de Fabinho ávido pelo poder

fabio tardin 400 vereador   Uma ala do DEM de Várzea Grande, que se sente excluída do Paço Couto Magalhães, está torcendo pela cassação da prefeita Lucimar e do vice Hazama. O placar do julgamento no TSE está em 2 a 1 pela manutenção do mandato. Esse bloco anti-Lucimar é...

Vereadores oficializam 2 férias por ano

emerson 400 alta floresta curtinha   Os vereadores de Alta Floresta, no Nortão, aproveitaram este período de pandemia, com as atividades presenciais suspensas, para garantir dois períodos de "férias" por ano. Em decisão desta segunda, a Câmara Municipal, presidida por Emerson Sais Machado (foto), alterou o...

Comissão da Câmara sob efeito-Covid

renivaldo 400 curtinha   Em meio às discussões sobre transparência e compras emergenciais de medicamento, insumos e equipamentos às unidades de saúde, na luta contra a pandemia da Covid-19, a Câmara de Cuiabá criou uma Comissão Especial, composta por três vereadores. Tem a...

Ex-secretária Martha Maia com Covid

martha maia 400   A ex-secretária de Saúde e de Promoção Social de Alto Araguaia, Martha Maia (foto), anunciou nesta terça à noite que foi diagnosticada com Covid-19. Apesar disso, não está tendo sintomas da doença e já segue as recomendações padrões de ficar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.