Judiciário

Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 10h:28 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

JUDICIÁRIO

Elogiado e criticado, Mendes deixa STF e CNJ após 2 anos

Ministro Gilmar Mendes   O ministro mato-grossense Gilmar Mendes encerrou seu mandato frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta (22), após permanecer por dois anos no comando do mais alto órgão do Poder Judiciário do país. Com decisões polêmicas, Mendes recebeu diversos elogios, mas também foi bombardeado por críticas durante o período. Na despedida, o mato-grossense de Diamantino afirmou que os anos da sua gestão foram “longos e bem vividos” e citou que há um grande esforço de modernização do Judiciário. “São muitos os desafios de uma sociedade que se desenvolve, de um país que cresce. Nós temos que fazer esse grande esforço de modernização e o Judiciário é talvez um dos motores dessa transformação”, disse.

   Ele foi alvo de críticas em diversos episódios. Um deles aconteceu quando Mendes votou pela derrubada da obrigatoriedade do diploma para os jornalistas. Na ocasião, ele chegou a comparar os profissionais da comunicação com cozinheiros, ao afirmar que para qualquer uma destas incumbências não seria necessário curso universitário, mas sim um dom natural e de experiência. Ele chegou a afirmar que o diploma para a profissão de jornalista não garante que não haverá danos irreparáveis ou prejudicar direitos alheios. Apesar de medidas polêmicas como esta, Mendes também promoveu a modernização do Judiciário.

    Ele deixou ainda a presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta quinta. Mendes conseguiu desfazer a imagem de que queria proteger magistrados mato-grossenses que eram investigados no órgão. Já nos últimos meses de seu mandato, viu nada menos que 4 desembargadores e sete juízes do estado serem punidos com a pena máxima imposta pelo CNJ. No que foi qualificado como um dos maiores escândalos do Judiciário na história do país, os desembargadores José Ferreira Leite, José Tadeu Cury e Mariano Travassos, foram aposentados compulsoriamente sob a acusação de desvio de dinheiro público. Os juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, ex-presidente da Associação de Magistrados do Estado (Amam-MT), Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, filho de Ferreira Leite, Juanita Cruz Clait Duarte (filha do ex-presidente do TJ desembargador Wandir Clait Duarte - já falecido), Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas também foram punidos.

   O desembargador José Jurandir de Lima também recebeu a pena máxima do CNJ, acusado de crime de nepotismo. Ele teria empregado os filhos Tássia Fabiana Barbosa de Lima e Bráulio de Lima em seu gabinete no período em que presidiu o Judiciário mato-grossense. Além de incorrer em crime de nepotismo, os dois filhos seriam funcionários fantasmas, ou seja, não apareciam para trabalhar. Logo após ser notificado acerca da irregularidade na contratação dos filhos, ambos foram trabalhar como comissionados na Assembleia Legislativa. Tássia continua fazendo parte da folha de pagamento da AL. Já Bráulio sofreu um acidente em 2007 e faleceu.

   Assim, o CNJ ajudou a dar mais credibilidade à Justiça mato-grossense e, consequentemente, brasileira. “São muitos os desafios de uma sociedade que se desenvolve. Nós temos que fazer esse grande esforço de modernização e o Judiciário é talvez um dos motores dessa transformação”, afirmou o ministro.

  Segundo ele, em 2008 tramitaram na Justiça brasileira 70 milhões de processos e estima-se que no ano passado o número tenha atingido a marca dos 80 milhões. A sobrecarga é tão grande que os juizados especiais federais que, foram criados em 2002, têm mais de 2,5 milhões de processos relativos a benefícios de assistência social e previdência.

  Durante a despedida o ministro Celso de Mello ponderou que a marca de Mendes à frente do CNJ e do STF foi a sua atuação firme e enérgica, que fortaleceu as instituições democráticas. Já o advogado Fernando Neves comentou as decisões polêmicas tomadas pelo mato-grossense de Diamantino. Para ele, o ministro “agiu de acordo com sua consciência em cada ato e cada momento”. A partir desta sexta o STF e o CNJ são comandados pelo ministro Cezar Peluso.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Orlando Moraes | Sábado, 24 de Abril de 2010, 22h17
    0
    0

    Orlando Moraes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Sucuri | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 16h41
    0
    0

    Sucuri , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • DIAMANTINENSES | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 15h19
    0
    0

    VAI TARDE MINISTRO, SE FOR POR FALTA DE ADEUS.......VAZA

  • RIBEIRO | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 12h37
    0
    0

    O Min. Gilmar Mendes exerceu com muita responsabilidade e competência o mandato de presidente do STF, mostrou para o Brasil que um é Magistrado com "M" maiúsculo.

De MT para USP; governo comemora

gabriel usp ribeiraozinho 400   O governador Mauro Mendes comemorou o fato do estudante Gabriel Rodrigues Ribeiro (foto), de 18 anos, morador de Ribeirãozinho, município mato-grossense com menos de três mil habitantes, ter conseguido ingresso no curso de medicina da USP, considerada a melhor universidade do país. Aos 18...

ICMS e R$ 150 mi a mais a municípios

rogerio gallo 400 curtinha   O secretário Rogério Gallo (foto), da Fazenda, assegura que o governo estadual já enviou para os municípios, no primeiro trimestre deste ano, R$ 150 milhões somente em ICMS arrecadado a mais do que estava previso na lei orçamentária. O valor é 8 vezes...

Fúrio, última ação no MPE e morte

celio furio 400   Célio Joubert Fúrio (foto), que morreu nesta sexta, aos 56 anos, vítima da Covid-19, foi um incansável combatente de atos de improbidade administrativa em MT e na defesa do patrimônio público. Integrava aos quadros do Ministério Público Estadual havia 29 anos. Ele atuou...

Uma petista das causas bolsonaristas

edna sampaio 400   A emblemática vereadora petista Edna Sampaio (foto) se mostra a cada dia defensora das pautas bolsonaristas. Na Câmara de Cuiabá se aliou e vota combinado com os direitistas e conservadores tenente Paccola (Cidadania) e Michelly (DEM). No episódio em que a colega parlamentar fez uma "sarrada"...

Esperança do Procon por candidatura

gisela simona 400   Quem pensa que Gisela Simona (foto), aquela que perdeu para prefeita de Cuiabá e se queimou politicamente ao se aliar a Abílio no segundo turno, não se movimenta politicamente com interesse nas eleições de 2022 está redondamente enganado. Ela tenta, por tudo, reassumir a...

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...