Judiciário

Domingo, 05 de Abril de 2020, 15h:20 | Atualizado: 06/04/2020, 12h:25

LIGAÇÕES PERIGOSAS

Em interceptação telefônica, vereador ameaça "dar um pau" em comparsa

Rodinei Crescêncio/Rdnews

Faixa da série Ligações Perigosas

Em uma ligação interceptada pela polícia em setembro do ano passado, o vereador Jânio Calistro (DEM) ameaça "dar um pau" em um suposto comparsa identificado apenas “Junior”. Na conversa, o parlamentar afirma que iria mandar o “pessoal do Coró” bater no homem. Laureano Silva Gomes da Cruz, também conhecido como Coró, é apontado como líder do grupo criminoso alvo da Operação Clean Up, contra o tráfico de drogas.

Reprodução/Rdnews

Jânio Calistro ameaça

Conversa mostra que vereador ameaçou "dar um pau" em comparsa identificado apenas como "Júnior" em ligação

As conversas constam em inquérito da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), que deflagrou a operação em dezembro do ano passado. Os documentos obtidos com exclusividade pelo fazem parte da série Ligações Perigosas.

Calistro ficou preso até 20 de março, quando foi solto com base em orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para evitar a disseminação da Covid-19 nas prisões brasileiras.

Em 30 de setembro, por volta das 10h46, o vereador faz uma ligação telefônica em que acusa o rapaz identificado como Júnior traí-lo. Aos 59 segundos da conversa começa o trecho transcrito. “E vê se você para de traição na próxima né”, cobra Calistro.  Junior por sua vez se defende e diz "Ah, para com isso rapaz".

Rodinei Crescêncio

Opera��o Cleanup j�nio calistro

Jânio Calistro foi preso pela DRE em dezembro de 2019 e solto pelo TJ em março deste ano

O parlamentar parece não gostar da resposta que recebe e rebate o rapaz novamente. “Para com isso? Se vai ver, eu mando dar um "pau", mando o pessoal do Coró do um "cacete" no cê (sic)”, ameaça.

Diante da ameaça, Junior rebate pedindo novamente para que o vereador pare, mas dessa vez não chama o parlamentar de rapaz. “Ah para, para com isso”. Entretanto Jânio Calistro deixa claro suas conexões com Coró: "Você sabe como é que eu sou lá né?", afirma.

Júnior pede novamente que o parlamentar “relaxe”, porém o vereador continua. "Relaxa, então tá. Vambora, vambora", diz ao finalizar a conversa.

A Operação Cleanup contou com diversas ordens judiciais, sendo 23 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão que foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Várzea Grande.

As investigações começaram por conta de uma denúncia anônima recebida pela DRE. Os policiais identificaram a atuação de um extenso grupo de traficantes atuante na cidade.

Outro lado

O advogado Ricardo Monteiro, responsável pela defesa de Jânio Calistro, disse ao que todas as acusações em relação ao vereador serão defendidas durante o transcorrer do processo na Justiça. Ele questionou o fato de que os policiais acompanhavam as ligações em tempo real e fizeram diversas prisões em flagrante para evitar crimes. No caso do vereador, não houve prisão em flagrante e, por isso, não teriam ocorrido crimes.

"Essa situações todas nós vamos trazer na instrução criminal, vamos demonstrar que efetivamente esses crimes não ocorreram. E tem a justificativa pra isso, inclusive com testemunha que é autoridade. Estamos arrolando até pessoas do aparelho de Segurança. Isso vai ser discutido dentro da instrução criminal, que a gente preferia não adiantar", disse.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • alex r | Segunda-Feira, 06 de Abril de 2020, 13h13
    0
    0

    alex r , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Crítico | Segunda-Feira, 06 de Abril de 2020, 02h05
    7
    1

    Mesmo assim esse DELINQUENTE está solto O k faz o dinheiro. A INSEGURANÇA JURÍDICA SE INSTALOU NO TJMT. INFELIZMENTE.

  • Marcinho | Domingo, 05 de Abril de 2020, 21h29
    11
    1

    Bandido solto....

  • PODRE | Domingo, 05 de Abril de 2020, 20h08
    9
    1

    LAMENTÁVEL CONVIVER COM SUPOSTAS (AUTORIDADES) DESSE NÍVEL ALGUNS MEMBROS DA JUSTIÇA SÃO MUIYO BENEVOLENTES...

  • joao | Domingo, 05 de Abril de 2020, 17h35
    10
    1

    Antigamente quando a gente conseguia um emprego, deveria comprovar sua situação criminal com um documento chamado à época "Folha Corrida" que era expedido pela Polícia, qualquer briguinha, qualquer falta de respeito constava ali e a gente perderia a vaga. Hoje tudo diferente, as coisas estão mudando para pior.

  • Diego A L | Domingo, 05 de Abril de 2020, 17h05
    14
    1

    E a justiça aí concede liminar para que um cidadão deste retorne a cadeira de vereador em VG...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

Elogio à compra econômica do Estado

janaina riva 400 curtinha   Embora lançando críticas pontuais de vez em quando, a deputada Janaina Riva (foto) tem feito constantes defesa do Governo Mauro e elogiado ações da administração, especialmente na saúde pública. Sobre a decisão do governo de comprar 120 respiradores da China,...

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.